logo Vão Jogar!
logo Vão Jogar! Butecada da VezIndústria

Butecada Da Vez - Nº 20 - Consórcio E Troféus: No Que Se Tornaram As Pré-Vendas?

Comprar um jogo antes do lançamento vale a pena?

autor Rafael "Tchulanguero" Paes   datahora 11/09/2015 às 11:43:42   tagarelices 11

Comprar um jogo antes do lançamento vale a pena?


Não é uma tática recente: um jogo é anunciado e mesmo faltando meses para o lançamento, logo são iniciadas as vendas do mesmo. Normalmente, alguma vantagem é oferecida, como uma edição especial de colecionador, com artbooks, action figures, posteres, e tudo mais. Então além de ter o jogo em mãos bem na época do lançamento, ainda de lambuja e mediante um valor pouca coisa mais alto, você leva um monte de coisas legais junto, certo? Bom, nem sempre.

Atualmente, as pré-vendas oferecem muitas vantagens duvidosas para o consumidor. Algumas te dão acesso antecipado a demo de algum outro lançamento da empresa. Outras, DLC’s e roupas de personagens exclusivas. No caso mais recente, em Deus Ex: Mankind Divided, não basta apenas comprar antecipadamente, os bônus serão liberados conforme mais pessoas fizerem a pré-compra, sendo o prêmio máximo, um acesso antecipado de quatro dias antes do lançamento.

Só para reforçar os perigos disso, lembremos de jogos como Assassin’s Creed Unity e seu lançamento extremamente bugado ou até mesmo de Batman Arkham Knight para PC, que teve que ser retirado por um tempo do Steam, de tão ruim que estava. Pagou para jogar antes? Que pena, vai ter que esperar do mesmo jeito.

Então com tudo isso em mente, nós fazemos o grande questionamento: pré-vendas valem a pena? Com a palavra, os butequeiros mão-de-vaca...

sucodelarAngela
SucodelarAngela

Houve um tempo em que pré-vendas existiam pela limitação de cópias físicas, para que nós pudéssemos garantir antecipadamente nosso jogo favorito. Atualmente, com a mídia digital cada vez mais garantida no mercado, as pré-vendas se tornaram obsoletas, certo? Errado...

Sem a desculpa do "garanta já a sua cópia", as pré-vendas se tornaram uma ferramenta utilizada pelas desenvolvedoras para garantir uma graninha a mais. Utilizando-se de bônus, itens extras ou até mesmo DLC’s de história, as desenvolvedoras garantem renda antecipada na venda de um jogo, aumentando a hype dos jogadores com features que já estão prontas e que poderiam, muito bem, serem incorporadas ao produto final, como prêmio de desbloqueio por alcançar algum objetivo ou finalizar o game.

E como se já não bastasse toda a nonsense de se comprar um jogo em pré-venda totalmente motivado pela hype, mesmo sem saber se o jogo realmente vai valer a pena, me vem a SquareEnix com a ~brilhante ideia de lançar a campanha Augment your Pre-Order, conseguindo superar de longe todas as campanhas de pré-vendas mais capitalistas e sem sentido que eu consiga me lembrar. Incitar os jogadores a comprar um produto às custas de conseguir ou não um bônus é de muito mau gosto e de muita falta de escrúpulos. Mais ainda, cobrar $90 a mais em uma "edição especial" para se ter coisas que, como eu disse, já estão prontas e poderiam ter sido colocadas in-game desde o início... puta que pariu, hein?

Não estou dizendo que sou totalmente contra pré-vendas, mas sinceramente acho que não há necessidade desse tipo de coisa hoje em dia. E mesmo com conteúdos físicos (pôsteres, mapas e afins) que possam até valer a pena, a gente ainda passa por situações como o "esquecimento" da Konami em colocar o mapa na Day One Edition de MGSV Phantom Pain, por exemplo... Uma pré-venda valeria muito mais a pena se você conseguisse um early access do jogo que realmente fosse early, porque esse adiantamento de 4 dias que a SquareEnix propõe é uma piada. Quatro dias é o tempo que você vai levar para fazer o download do game para seu console ou PC, ou o tempo que os correios vão levar para entregar sua cópia física, logo, esses 4 dias antecipados significam que você vai ter seu jogo no mesmo dia "oficial" de lançamento em que todas as outras pessoas vão conseguir as suas cópias.

Thanks for nothing, SquareEnix.

Somari
Somari

Caro amigo, eu vos pergunto: qual a real necessidade da pré-venda?

Pra mim, pré-venda serve, basicamente, pra arrancar o teu dinheiro por um jogo que você fica hypado por antecipação. Você gasta seu dinheirinho suado por um jogo que você nem sabe se vai ficar bom ou não, mesmo você esperando que ele seja. É como se você colocasse várias moedinhas numa máquina caça-níquel: você nunca saberá se vai ganhar ou não.

Exemplos disso são jogos como Assassin’s Creed Unity em que a empresa te gera uma expectativa enorme, te faz gastar dinheiro antecipadamente e, no fim, te entrega um jogo quebrado.

Eu particularmente sou contra esse tipo de venda, da mesma forma como sou contra a politica de algumas empresas que insistem em vender determinadas coisas em lojas específicas em lugares que muitos no mundo não terão acesso (é contigo mesmo, Nintendo).

As edições especiais se salvam desde que os brindes não sejam só algumas DLCs.
Empresas, por favor: se querem fazer pré-venda, então disponibilizem uma demo ou um beta access pra não fazer a galera perder dinheiro e expectativa com promessas furadas.

Kratos Vudu
Kratos Vudu

Pelo que eu me lembro, acho que só conheci essa história de pré-venda (ou pré-compra) há mais ou menos uns 4 anos atrás, quando adquiri meu PS3. Eu particularmente gosto da ideia inicial disso, que seria oferecer ao jogador (leia consumidor) algum bom atrativo pela compra antecipada, como desconto no preço ou algo "especial" (um pôster, por exemplo). Mas nós seres humanos montados no capitalismo desenfreado estragamos tudo, como sempre. Lembrando que o mesmo aconteceu com as DLCs, que também possuem uma ideia original muito boa, mas o mercado ferrou com tudo.

Bom, eu discordo um pouco quando se considera a pré-venda como um total tiro no escuro. Se paramos pra pensar, isso não é muito diferente de comprar um jogo durante o período de lançamento. Tudo bem, quando o jogo já tá disponível há mais tempo no mercado é mais fácil obter referências e clarear o caminho pra compra, fato, mas a verdade é que nunca saberemos se um jogo será bom ou não até jogarmos, seja pré-comprado ou não. E ainda para aqueles que preferem, ver ou ler "algo" do jogo pela internet afora, é uma coisa muito fácil nos dias de hoje, então realmente não acho necessariamente uma compra às cegas. Porém eu abomino completamente a forma como esse mercado encontra as mínimas brechas pra ganhar dinheiro dos jogadores, chega a ser absurdamente ridículo e desprezível. Até mesmo as citadas demos são comercializadas em alguns casos!

E eu ainda gostaria de mencionar que, como se já não bastasse toda essa exploração, as pré-vendas no Brasil são ainda piores. A questão da logística das lojas que se propõe a adotar essa prática de pré-venda não funciona como deveria. Existem casos e mais casos de pessoas que recebem seus jogos pré-comprados vários dias após a data de lançamento, causando uma enorme chateação desnecessária. Eu mesmo fui vítima disso e pra mim mais vale ir na loja pessoalmente no dia do lançamento e comprar o jogo, se for o caso.

Tchulanguero
Tchulanguero

Quem não se lembra da história do meu Wii, que eu comprei meses depois de adquirir aquela edição especial do Skyward Sword com Wiimote dourado? Não foi uma pré-compra, mas mentalizem o nível de empolgação de um cara com um jogo, comprando ele sem ter onde jogar. Pois é, e eu digo que é bem comum eu comprar jogos antes do lançamento. Isso significa que eu concorde com o rumo que as coisas estão tomando? Não!

Primeiro, eu de fato sou uma pessoa muito ansiosa, isso é um defeito, além de ter uma certa paranoia com jogos da Nintendo, porque alguns simplesmente somem depois de um tempo por essas bandas. Segundo, eu normalmente só faço essa compra antecipada de jogos que eu já sei o que esperar, como o caso do Skyward Sword anos atrás. São jogos prontos em que a compra antecipada, como eu citei acima, é pura comodidade. Também já comprei antecipadamente para ter edições especiais, como foi o caso de The Last Story, que por pouco mais (pouco mesmo), eu levei de brinde um artbook e uma caixa maneiríssima. São coisas que me trazem alguma vantagem palpável, muitas delas físicas, que de fato, só quem comprou no lançamento vai ter.

Agora, me oferecer conteúdo extra por comprar antes, sendo que provavelmente depois isso virá em uma futura GOTY Edition? Não, eu passo. Nem vou demonizar as empresas aqui, acho que a culpa disso é mais dos jogadores mesmo, mas poderiam ao menos se esforçar para dar algo que preste. Eu já falei de artbooks ali em cima, pode ser um CD com as músicas do jogo também, sei lá, alguma coisa que não onere demais o preço final, mas que seja vantagem para quem comprar. Tudo bem que nem sempre é perfeito, olha a edição especial de Xenoblade Chronicles X que nem foi lançada e esgotou horas depois na Amazon, provavelmente por aquela galera que vai vender depois no eBay pelo triplo do preço, mas aí já é outra história.

Então o que eu digo é isso: se não oferecer algo de realmente especial, não comprem! Se for digital então, nem esquentem a cabeça, raros os casos em que um jogo sai do ar em definitivo a ponto de você não conseguir mais jogar. Saindo um pouco, também estendo esse conselho de cautela às campanhas de arrecadação: por mais que seja o cara do MegaMan, Castlevania, ou Shenmue, não joguem o seu dinheiro em um projeto que você não faz a mínima ideia do que é. Lembrem-se do exemplo do Gunpey Yokoi, que criou Metroid e o GameBoy, mas também foi o responsável pelo Virtual Boy. Se bem que nem precisa ir longe, imagina a felicidade de quem está bancando Might Nº 9...

João Roberto
Professor João Roberto

Pré-vendas... Por que comprar? Por que não comprar?

O termo pré-venda, embora há anos entre nós, ainda me causa estranheza. Explico: Comprar antecipadamente algo que nem sei se vou realmente gostar soa um tanto ilógico. Se for algo conhecido, como uma franquia rodada (Assassin’s Creed ou God of War) ainda dá pra arriscar, mas quando se trata de algo novo ou obscuro a coisa complica.

O caso do novo Deus EX: Mankind Divided é o exemplo máximo da minha relutância. Quanto mais jogadores reservarem, mais bônus terá? Posso ter entendido errado, mas e se somente eu reservar, o que será? Um jogo raso e capado? Hum... O exemplo desse jogo parece coisa do Kickstarter: Se alcançar o objetivo, o jogo sai. Mas se passar um um pouco do previsto, haverá um personagem extra. Se passar mais um pouco, haverá uma fase bônus. Puxa vida, não força...

Ah, e como esquecer do Mortal Kombat X para Xbox 360 e Playstation 3 que não sairão mais? E as pré-vendas? Reembolso, tchau e "bença"? E Project Cars? Puxa, meu Wii U nem veio ainda, mas já estava nos meus planos. Não era pré-venda, mas quem ajudou pensando no console da Nintendo...

Ao menos as pré-vendas às vezes garantem mimos bacanas, como pôsteres, embalagens especiais e tal. Se não me engano o pre-order lá atrás do Zelda: Ocarina of Time garantia um cartucho dourado (que eu eventualmente tive e sei que não era de pré-venda...).

Mas é isso: quando sair, se eu gostar eu compro. Se não gostar não compro. (sim Metal Gear Solid V, estou falando de você. Não fiz pre-order, então espere até o mês que vem...)

---

E vocês, no que estão gastando antecipadamente o seu dinheiro?

Compartilhe

Pin it


Leia também...



11 tagarelices já foram feitas!


e-mail  
nome  
localização  
site  
tagarelice   ativar o editor de texto desativar o editor de texto


E-mail Receba notificações para novas:     ok respostas      ok tagarelices      ok publicações

 

  • avatar de Léo Carvalho
    Léo Carvalho
    11/09/2015 às 13:01:01
    Eu nunca fui adepto de pré-vendas. Primeiro pelos preços que, mesmo com desconto, ainda são caros. Se esperar pelo menos um ano vc encontra o mesmo jogo as vezes pela metade do preço. Se esperar mais um pouco, leva por um terço do preço original e já com todas as atualizações disponíveis. Isso sem falar nas GOTYs. E segundo, como o Vudu mencionou, pré-venda aqui no Brasil não funciona como deveria. Recentemente saiu o MGSV, e como é minha franquia favorita, não resisti e comprei antecipadamente. Mesmo que eu tenha economizado, foi a pior escolha que eu fiz. O jogo chegou 1 semana depois de lançado e só pq eu liguei pra transportadora pra "agendar" a entrega. Os DLCs extras não fazem diferença nenhuma no gameplay, são só mimos mesmo. E o mapa... bem, deixa pra lá.
    E outra coisa que acontece muito por aqui: um jogo tem uma edição de lançamento (com esses "extras exclusivos"). Passam alguns meses (ou anos) pra juntar o cash pra finalmente adquirir o jogo, e vc consegue comprar a mesma "edição de lançamento" com os mesmos brindes.
    Vale a pena comprar antecipadamente? No Brasil, não.
    E lá fora? Depende do que for oferecido.

    • avatar de Kratos Vudu
      Kratos Vudu
      04/11/2015 às 14:21:25   localizacao Fortaleza - CE
      Léo, é uma pena vc ter sido mais uma vítima das pré-vendas no Brasil, estamos no mesmo barco. Bom, se mesmo assim ainda surgir uma ocasião em que não quer deixar de comprar no dia do lançamento, sugiro que vá pessoalmente em alguma loja e compre.

      Valeu! Abraço!

    Responda!
  • avatar de Ulisses 8Bit
    Ulisses 8Bit
    13/09/2015 às 01:22:35
    SUCODELARANGELA

    Você tem razão,e digo mais,essa questão de mídia física vs digital parece estar um pouco verde ainda.É como se as ferramentas digitais disponíveis não estivessem sendo bem usadas pelas empresas.É uma mentalidade analógica trabalhando com o conteúdo digital.Talvez por isso a pré-venda ainda não se tornou realmente justa e interessante para o consumidor.


    SOMARI

    KKKKK o lance dos caça níqueis em muitos casos é bem por aí mesmo!Agora o pior foi essa de um Assassins Creed por exemplo,vir com problemas que chegam a atrapalhar o gameplay,aí é sacanagem mesmo.

    KRATOS VUDU

    Eu também acho que em princípio as DLC´s e pré vendas podem ser interessantes,mas é aquela história.Se tem jeito de abusar os caras vão fazer.Mas tem outra coisa também,tem muita gente que compra indiscriminadamente de tudo e sustenta essa baderna toda,muitos consumidores jogam contra si mesmos assim.E digo mais,eu trabalhei um bom tempo na Saraiva e afirmo que as vezes mesmo indo no dia do lançamento vc pode não achar o produto.A menos que já tenha pago.


    TCHULANGERO

    KKKKK essa do WII foi triste mesmo.Você coloca a responsabilidade no consumidor e está certo.O consumidor tem sua parcela de culpa tbm nestes abusos.Eu acredito que com relação a Nintendo essa coisa de jogo com bug´s seja quase nulo,imagino.Mas esperar um comportamento racional de um grande grupo de pessoas em relação a paixão que são os games é muito difícil.As empresas nos pegam pelo coração e isso é covardia kkkkkkk


    PROFESSOR JOÃO ROBERTO

    Concordo plenamente,comprar algo estranho em pré venda é arriscar demais,vc nem sabe se é um franquia boa,vc nem tem algum tipo de ligação com os personagens nem nada.è uma compra ilógica mesmo!
    Se a pré venda traz brindes físicos a coisa não muda muito em relação a jogos totalmente novos.Franquia nova é primeiro ver no Youtube o gameplay para depois decidir se vale ou não comprar.

    ------------------------------------
    Pessoal,eu acho que a coisa é muito mais embaixo e perversa ainda (teoria da conspiração? kkkkk) maybe.

    O que percebo é que todas as empresas do ramo digital estão fazendo de tudo para migrar para serviços em nuvem e streaming.Essa coisa de vender produtos está fora dos planos deles faz tempo,mesmo que o produto seja digital.A pré venda digital e os jogos bugados são a ponta do iceberg!

    MUSICA está virando um serviço,vc não é mais o dono do album,apenas tem o direito de ouví-lo.

    FILMES nem se fale,o Netflix está aí com tudo

    SOFTWARE a Microsoft transformou o Windows 10 em um serviço e por isso ele é supostamente "GRATUITO".

    GAMES tempos atrás tentaram criar o ON LIVE,quem se lembra?Era serviço de jogos por streaming.

    Eu não sei se isso pode ser ruim,o Netflix,por exemplo,é lindo kkkkkkkk
    mas tem algo de perverso neste sistema todo.Se por um lado isso ajuda a reduzir a pirataria por outro o sistema de POSSE para o de SERVIÇO tira totalmente a AUTORIDADE do consumidor sobre o produto.
    Talvez em um futuro próximo seremos INQUILINOS de nossos próprios produtos.

    • avatar de Kratos Vudu
      Kratos Vudu
      04/11/2015 às 14:40:34   localizacao Fortaleza - CE
      Bom Ulisses, como sugeri pro Léo ali em cima pra ir pessoalmente na loja comprar o jogo no dia do lançamento, devo dizer que honestamente nunca ouvi falar de esgotamento de jogos, nem mesmo os mais esperados de todos os tempos.

      Abraço!

    Responda!
  • avatar de sucodelarangela
    sucodelarangela
    14/09/2015 às 12:59:17   localizacao São Luís - MA
    @Léo Carvalho

    Eu sou adepta disso que você falou: comprar o jogo um bom tempo depois pra conseguir um preço melhor ou uma versão goty, vale muito mais a pena.

    @Ulisses 8Bit

    E aí, man? Blz?

    "É uma mentalidade analógica trabalhando com o conteúdo digital." Frase perfeita, é exatamente isso. Querem atualizar as coisas, querem trazer o "futuro", mas com a mente totalmente retrógrada, desprovida de novas ideias.

    Responda!
  • avatar de Rafael "Tchulanguero" Paes
    Rafael "Tchulanguero" Paes
    15/09/2015 às 12:38:16   localizacao Vespasiano - MG
    @Léo Carvalho

    Quem sofre mais com isso mesmo é gente retardada que nem eu que fica preocupada com coleção e essas coisas, rzs. Realmente, financeiramente, deixar para depois é o melhor remédio.

    @Ulisses 8Bit

    Pois é, eu sou o exemplo vivo disso: racionalmente eu sei que é bobagem, mas tem jogo que acabo não resistindo. :P

    Olha, o último grande bug que me lembro em jogos da Nintendo foi justamente no Skyward Sword, que se você fizesse uma seqüência de eventos fora de ordem, o jogo não avançava, mas eles criaram um aplicativo que conserta o save, já que o Wii não suportava patches.

    E isso que você falou é foda mesmo, no futuro ter essas coisas físicas não vai mais existir. Mas confesso que no caso do Netflix, eu já me rendi totalmente, é mais questão de costume mesmo.

    ---

    Abraço!

    Responda!
  • Um dinheiro estratosférico cobrado do público sem o devido respeito.

    Jogos construídos num de apelo de mendicância, muitas vezes reduzido para vender o título de maneira episódica quando não oferece bugs condenáveis para os consumidores de PC.

    Essa busca dos estúdios por títulos faraônicos exigindo-lhes milhões irão levar a um possível novo crash. Os estúdios japoneses já terceirizam o seu pessoal quando não pulam pro mercado de pachinkos. Até os jogos indies estão começando a ter esse espírito de prima-dona. Algo lamentável.

    Responda!
  • avatar de Gamer Caduco
    Gamer Caduco
    22/09/2015 às 19:01:53   localizacao SP
    Putz, pré-venda e Kickstarter são coisas que não acredito [mais].
    Entendo a necessidade de pré-vender das empresas, paga as contas e tal... mas não a de pré-compra dos jogadores. Nenhuma ofereceu conteúdo realmente decente ao meu ver até hj. Ainda vale a pena esperar e pagar menos pelo jogo (ou comprar usado). Até alguns conteúdos exclusivos mais interessantes não valem a pena. Precisa de mais pra me convencer (ainda mais nessa crise, ainda mais sem grana, ainda mais com esse dólar... ok, isso se aplica aos brasileiros "somente", mas enfim). Não julgo a compra antecipada, mas não sei se entendo.
    Mas foda mesmo é ser beta tester e pegar um monte de bug ridículo em lançamento.
    Sem mais por hj! hauuha

    • avatar de Kratos Vudu
      Kratos Vudu
      04/11/2015 às 14:46:28   localizacao Fortaleza - CE
      Pois é Cadu, acho q o pior é isso mesmo, pagar as contas da empresa e ainda receber um jogo INCOMPLETO.

    Responda!
  • avatar de sucodelarangela
    sucodelarangela
    23/09/2015 às 08:07:24   localizacao São Luís - MA
    @Gamer Caduco

    Você quis dizer: Besta Tester
    (Google sobre Beta Tester)


    Responda!
Acompanhe as tagarelices deste escrito por e-mail
e-mail  

       

fechar

Parceiros & Links

58|Videogames com Cerveja|http://www.vgscomcerveja.com.br|Videogames com Cerveja é um blog sobre games, cujo o principal objetivo é compartilhar experiências "videogamísticas" (tanto na jogatina quanto no colecionismo)! Então não espere encontrar muitas notícias ou reviews detalhados sobre games por aqui!§42|Gamer Caduco|http://gamercaduco.wordpress.com|Histórias de um gamer que está cada vez mais próximo de caducar de vez.§47|Arquivos do Woo|http://arquivosdowoo.blogspot.com.br|De tudo um pouco na medida certa.§52|Marvox Brasil|http://marvoxbrasil.wordpress.com|As formas mais variadas do universo dos games e vídeogames em um só lugar. Matérias, detonados, curiosidades, podcasts e vídeo-análises. Leia o Blog MarvoxBrasil e desperte o gamer em você!§61|Nação Cucamonga|http://nacaocucamonga.blogspot.com.br|A cultura do terceiro mundo esmagando a do primeiro.§43|My Detonation|http://mydetonation.blogspot.com.br|O blog do grande Trevoso, sobre o que ele joga, jogou e quer jogar, com indicações de downloads e vídeos.
logo
Vão Jogar! - Um site que aborda a cultura dos videogames com seriedade e bom humor.
Vão Jogar! & TMS criados por Rafael "Tchulanguero" Paes - 2008 ~ 2017
topo rodapé