logo Vão Jogar!
logo Vão Jogar! Papo LivreComportamento

Censura Nos Jogos: Você Está Entendendo Isso Errado

As confusões nossas de cada dia sobre censura, localização e estratégias comerciais.

autor Rafael "Tchulanguero" Paes   datahora 08/07/2016 às 11:51:20   tagarelices 11

As confusões nossas de cada dia sobre censura, localização e estratégias comerciais.


Quem já acompanha o meio de jogos eletrônicos a algum tempo, já deve estar acostumado a ouvir a palavra "censura". Seja por terem trocado algum decote feminino por alguma vestimenta mais coberta ou o foco em um tapa na bunda retirado, basta entrar na seção de comentários de qualquer notícia similar, e ver a enxurrada de xingamentos e gritos pedindo "liberdade de expressão". Ah, a exaltação hiperbólica dos jogadores de videogame...

Jogador de videogame armado e exaltado

Independente do posicionamento ideológico de cada um, que não é o que eu quero discutir aqui hoje, para falar sobre censura, primeiro é preciso entender melhor o que isso realmente significa.

Apesar de não ser de fato o assunto da maioria dos casos, é bem comum as pessoas terem um entendimento errado sobre o que é liberdade de expressão, o direito fundamental que todos temos de expressar as nossas ideias sem medo de qualquer retaliação. O problema começa quando as pessoas não enxergam a linha tênue entre "poder expor as suas ideias" e "poder falar o que quiser". Liberdade de expressão não dá o direito a ofensa. Também temos que entender que mesmo um ideal bem exposto e argumentado, poderá gerar uma reação contrária. Guardem esse parágrafo, ele vai fazer mais sentido mais para frente.

Outro ponto que sempre é confuso também é com relação a própria definição de censura, que é justamente o cerceamento do direito a liberdade de expressão. Aqui no Brasil, durante o período da Ditadura Militar (1964 - 1985), foi muito comum o uso da censura contra qualquer um que criticasse o governo e suas práticas (em especial a tortura), seja através de qualquer tipo de manifestação. Você já deve ter escutado sobre histórias de vários artistas censurados, que tinham que usar vários subterfúgios para passar as suas mensagens sem ter faixas inteiras de seus discos riscadas manualmente caso o crivo do governo falhasse em um primeiro momento. Sim, tudo era analisado previamente para saber se podia ou não ser feito.

Chico Buarque
O vinil de Chico Buarque contendo a icônica música "Cálice". Embora a letra da música utilizasse a palavra dentro de um contexto religioso, a mesma podia ser entendida como "cale-se", referindo-se a censura da época.

E qual a exata relação disso com jogos? Pois é, praticamente nenhuma. Os casos de censura real aos jogos não são tantos quanto se alega, embora eles realmente existam. Aqui no Brasil, por exemplo, é só lembrar do caso envolvendo Counter Strike, que teve a sua venda proibida no país após uma decisão judicial, que alegava realismo extremo da violência e glorificação de traficantes no jogo, a despeito da classificação etária e de que muitos dos pontos apresentados na verdade faziam referências a mods.

CS Rio
O mapa do Rio de Janeiro em Counter Strike 1.6 na verdade era um mod, não sendo parte integrante do jogo oficial. Ainda sim, o jogo teve a comercialização proibida no país.

Porém, na maioria das outras vezes em que a "carta da censura" é invocada, o que temos na verdade é uma bela confusão. Muito se é falado sobre como os produtores estão tendo o direito a expor a sua visão negado, o que até de fato pode ocorrer, mas também muito se esquece que jogos são propriedades intelectuais das empresas, e as mesmas podem alterar o seu produto o quanto quiser, seja por qual for o motivo, que normalmente é o que é o foco das discussões. Aliás, só o fato das empresas terem a liberdade de poderem alterar os seus títulos como quiserem já invalida o argumento da censura.

Aliás, na maioria das vezes, as empresas estão visando no final das contas o lucro. Quando um jogo japonês chega ao ocidente trazendo roupas mais recatadas para as meninas, não é porque os diretores da empresa são ultraconservadores, muitas vezes é simplesmente uma manobra para se enquadrar em uma classificação etária menor do que a original, de modo a atingir um publico maior. Em outras situações, quando algo é alterado após reclamações de grupos de jogadores, o que as empresas querem é simplesmente não se indispor com uma parcela do publico que eles julgam importante, seja por reconhecimento e posicionamento ideológico, ou seja pura e simplesmente pelo dinheiro mesmo. Ou seja, continuar dizendo que "o mundo está ficando muito chato" não vai fazer ninguém voltar atrás e deixar as coisas como antes. O engraçado é que muito pouco se é falado sobre as alterações feitas devido a questões religiosas, como já ocorreu em jogos famosos como Chrono Trigger e Ocarina Of Time. E apesar de muitas vezes soar como desculpa, existem adaptações culturais legítimas em muitas dessas alterações. Não é porque você tem conhecimento sobre uma determinada cultura e entende as suas nuances, que o restante das pessoas que são publico alvo também irão saber.

Versões do escudo espelho na série Zelda
Notem que o escudo espelho de Ocarina Of Time possuí duas versões. Na primeira, o símbolo Gerudo da lua com estrela era muito parecido com um símbolo islâmico, sendo alterado em versões posteriores de modo a evitar qualquer tipo de retaliação.

No final das contas o que devemos ter em mente é que independente do motivo, jogos são alterados por decisão das próprias empresas, e não porque alguma autoridade disse o contrário. Debater sobre as motivações que levaram a determinada alteração é algo totalmente válido, mas isso deve ser feito de maneira coerente, avaliando no quanto a alteração realmente impacta na proposta do jogo e levando em consideração que as suas preferências são apenas suas e não determinam como as coisas deveriam ser, afinal, isso seria censura.

Compartilhe

Pin it


Leia também...



11 tagarelices já foram feitas!


e-mail  
nome  
localização  
site  
tagarelice   ativar o editor de texto desativar o editor de texto


E-mail Receba notificações para novas:     ok respostas      ok tagarelices      ok publicações

 

  • avatar de Ulisses 8Bits
    Ulisses 8Bits
    08/07/2016 às 21:16:32   localizacao Curitiba
    Até que enfim. Demorou, mas eu encontrei pelo menos uma pessoa na internet que esteja envolvida mais diretamente com games que teve o trabalho de ler e entender o real significado da palavra censura.

    Seu texto está impecável Rafael. O problema é que as pessoas associam à palavra censura qualquer tipo de impedimento posto por um terceiro que possa ter o privilégio de vetar algum tipo de informação. Nem sempre isso é censura. Até acho que censura é uma prerrogativa muito mais estatal do que por qualquer outro agente.

    Acho que em relação a games não há dúvidas que o termo censura não se aplica. Tem toda razão Rafael. Quando eu vejo produtores de games transformando jogos que antes tinham como missão o entretenimento e eram criativos e que marcavam época, se transformando em peças eletrônicas cheias de afetações, preocupações sociais falsas para passar boa imagem pública e outras demandas que fogem completamente ao videogame e ao seu real contexto, eu fico triste mas entendo que é uma fase e são decisões individuais de cada empresa e de cada desenvolvedora. Eu não poderia classificar isso como censura, burrice talvez. É a ideia de lucrar no curto prazo com jogos medíocres ao invés de fazer algo que realmente tenha algum valor. Ainda bem que no todo, a indústria continua produzindo ótimos jogos.

    De novo, ótimo texto, nota 90!, só não leva um 100! por ter postado a imagem de um artista que levou a fama de lutar pela liberdade de expressão mas que na época suas preocupações e seu idealismo não estavam assim, como podemos dizer, muito claros. Ele foi convidado a gravar um disco na Itália e na França em 1969, quando soube da prisão do Caetano aqui no Brasil, ficou por lá mesmo, numa boa e chamaram isso de "exílio", enquanto isso os artistas de verdade seguravam o rojão aqui no Brasil, e esse artista fazia dinheiro na Europa.

    Além disso, eu nunca ouvi esse senhor falar uma linha se quer sobre as ditaduras de esquerda que hoje continuam matando homossexuais e tiranizam a sua população em várias partes do mundo. Seria este artista seletivo na sua luta por liberdade e democracia? Ou será que existe algo a mais em suas motivações? Um idealismo eu diria um pouco confuso, não?



    • avatar de Rafael "Tchulanguero" Paes
      Rafael "Tchulanguero" Paes
      12/07/2016 às 15:23:42   localizacao Vespasiano - MG
      É o exagero da internet, o pessoal tem que falar da forma mais dramática possível para fazer valer o seu ponto.

      Eu só usei o exemplo do Chico Buarque por ser icônico e de fácil entendimento, não foi o meu objetivo aqui aprofundar nisso ou sobre a legitimidade de artista A ou B.

    Responda!
  • avatar de erivelto
    erivelto
    09/07/2016 às 00:03:11   localizacao varginha - mg
    Realmente, censura em jogos sob o ponto de vista de movimentos externos, uma vez sabendo que as empresas de jogos podem muda-los quando e quantas vezes quiserem, nao faz sentido. Entretanto, isso me fez lembrar de um jogo chamado "carnagedon", me corrijam se eu estiver errado,  mas eu apenas fiquei sabendo que tal jogo era muito estranho. Parecia que a motivaçao era de quanto maior fosse a carnificina do gamer, melhor. Nada muito fora dos jogos de lutas ou tiros, porem, neste jogo sua pontuaçao era maior se atropelasse carrinhos de bebe. Penso que esse tipo de jogo foi censurado nao apenas pela mensagem totalmente estupida, mas tambem que tolerancia para lixo eletronico tem limite. Se for por queda em vendas ou pedidos isolados, nao importa. Desde que haja ainda bom senso na hora de fazer jogos e se busque fazer boas tramas de resto Vao jogar.

    • avatar de Ulisses 8Bits
      Ulisses 8Bits
      09/07/2016 às 01:38:04   localizacao Curitiba
      Esse jogo é relativamente antigo, aos poucos a própria indústria foi se adaptando e usando critérios de classificação etária para games. Principalmente para os violentos, Mortal Kombat ajudou bastante neste quesito.

      Geralmente o que eu percebo é que quando um governo censura um jogo ou um livro, o efeito da censura acaba sendo exatamente o oposto. A obra fica cobiçada e se cria um interesse pelo produto justamente por ter sido censurado. Não entrando no mérito da questão se é correto um governo censurar ou não, o efeito prático da medida é geralmente nulo. Ainda mais hoje em dia com um acesso fácil a todo tipo de informação. Eu também não vejo graça em jogos que são violentos demais e focam apenas nisso, é um lixo eletrônico mesmo, entretanto não entendo como uma "canetada" baixando uma lei ou portaria poderia fazer um jogo, hoje em dia, não chegar a quem está interessado.

      O próprio
    • avatar de erivelto
      erivelto
      09/07/2016 às 01:58:39   localizacao varginha - mg
      Concordo, isso que voce disse sobre efeito contrario, me fez lembrar quando minha mae dizia "nao mexe ali, menino"  la ia o moleque fazer so porque nao podia. Realmente, na "canetada" nao e bem o melhor meio. Vejo que se trata de algo mais complexo do que um simples dizer se e bom ou ruim, principalmente, em se tratando de gosto. Bem, de qualquer forma e sempre util conhecer o que se pretende "julgar" e de acordo com a maturidade adquirida estabelecer o tipo de informaçao que se deseje adquirir.
    • avatar de Rafael "Tchulanguero" Paes
      Rafael "Tchulanguero" Paes
      12/07/2016 às 15:25:41   localizacao Vespasiano - MG
      De fato, Carmageddon foi um jogo realmente censurado em vários países, não me lembro se aqui no Brasil também. Mas não que alguém tenha perdido algo, o jogo é ruim por si só.

    Responda!
  • avatar de helisonbsb
    helisonbsb
    21/07/2016 às 22:11:50
    interessante!!! me lembra da época na revista video game uma matéria sobre the imortal do genesis e mega drive,,,o jgo tinha sido censurado para menores de 16 anos, o jogo de PC Phantasmagoria teve as vendas proibidas em alguns países, castlevania iv teve algumas modificações na versão japonesa...Diferenças entre as versões americanas e japonesas Como todo jogo da época, os jogos eram iguais mas com pequenas diferenças entre as versões americana e japonesa, lembrando que a versão européia e americana são quase idênticas. Logo na apresentação, a diferença já é notada, na versão japonesa, no túmulo do Drácula, tem um crucifixo e o nome "Dracura" é visível, já na versão americana, o crucifixo foi retirado, deixando apenas o nome "Dracura" ainda borrado! Sendo impossível identificar. (Há boatos que foi feita essa mudança por questões religiosas). E existem muitos jogos com essas diferenças,,,um outro clássico era final fight,,,onde na versão america na introdução: jéssica estava com estido vermelho e na japonesa apenas com a roupa de baixo...e a mais polêmica seja que na versão americana não tem a poison,,,,pelo fato do personagem bater na mulher ou fato que alguns conhecem da poison ser travesti,,,,não sei,,,as vezes a palavras censura e versões meio que se coincidem,,,,antigamente sempre falavam que joguei a versão americana do jogo, joguei a versão japonesa de tal jogo e assim vai,,,, mai shiranui, e outras personagens já sofreram muito nessas versões,,,,bons tempos desses jogos citados!!!!!valeu

    • avatar de Ulisses 8Bits
      Ulisses 8Bits
      22/07/2016 às 09:51:27   localizacao Curitiba
      Embora todas essas diferenças que você citou não sejam censura, por outro lado, é uma distorção da ideia original do game. É muito diferente, por exemplo, de uma piada que é localizada para o nosso idioma de forma diferente porque a nossa cultura não entenderia a piada ou coisas assim que acontecem bastante em localizações de filmes e seriados.

      Nos games, quando uma produtora, por exemplo, tira o crucifixo do jogo e coloca um símbolo genérico no lugar, está com certeza destruindo a obra. Não é uma simples adaptação, alguns elementos são parte estrutural da obra, e o caso de Castlevania é emblemático. Mas se a empresa resolve "adaptar" a obra para um determinado público, ela está correta, a obra é dela, mas isso não exclui a fria e cintilante realidade:
      A obra foi modificada e perdeu um pouco do seu real sentido.
    • avatar de Rafael "Tchulanguero" Paes
      Rafael "Tchulanguero" Paes
      22/07/2016 às 14:20:29   localizacao Vespasiano - MG
      Helison, censura é somente quando um jogo é proibido de ser comercializado de modo geral. Classificações etárias ou adaptações para se melhor fazer entender para um determinado público ou para evitar conflitos com determinados grupos, é algo que até pode ser questionado, mas não se trata de censura.

    Responda!
  • avatar de Gamer Caduco
    Gamer Caduco
    31/07/2016 às 22:01:02   localizacao SP
    Pô, sensacional! Censura realmente é outra coisa, só que ninguém se dá conta disso!
    Sò uma coisa, sobre "o mundo está ficando muito chato": sim, ele está! As pessoas estão ficando chatas, logo o mundo também está! kkkkkkkkkkkkk
    Porém, isso não tem a ver com censura...
    Adaptações culturais são necessárias, seja pra aumentar vendas, seja até pra acabar não sendo censurado pra valer. E vc falou bem: as empresas podem fazer o que elas bem entenderem com os produtos dela, não importa o quanto o público chore.
    A minha conclusão aqui é: Vão Se Preocupar! com coisas mais importantes, chorões, na boa! Povo leva tudo muito a sério, isso é só entretenimento. A vida é mais do que isso! Essa galera tá cansando minha beleza já... huahuahuahuahua.
    Escrito sensacional mesmo!

    • avatar de Rafael "Tchulanguero" Paes
      Rafael "Tchulanguero" Paes
      05/08/2016 às 14:38:56   localizacao Vespasiano - MG
      Não se dá conta e nem quer se dar né?!

      Eu não acho que o mundo está ficando muito chato, é só que tem coisas que sempre foram chatas para alguém e só agora estamos nos dando conta do incômodo, ou em outros casos, está mais fácil dos verdadeiros chatos terem voz através da internet.

      Pior que essas reclamações na maioria das vezes vem de alterações em roupas de personagens femininas, que nós sabemos não ser bem uma preocupação com liberdade de expressão, ou qualquer outra coisa do gênero, o que seria até válido.

    Responda!
Acompanhe as tagarelices deste escrito por e-mail
e-mail  

       

fechar

Parceiros & Links

52|Marvox Brasil|http://marvoxbrasil.wordpress.com|As formas mais variadas do universo dos games e vídeogames em um só lugar. Matérias, detonados, curiosidades, podcasts e vídeo-análises. Leia o Blog MarvoxBrasil e desperte o gamer em você!§61|Nação Cucamonga|http://nacaocucamonga.blogspot.com.br|A cultura do terceiro mundo esmagando a do primeiro.§42|Gamer Caduco|http://gamercaduco.wordpress.com|Histórias de um gamer que está cada vez mais próximo de caducar de vez.§43|My Detonation|http://mydetonation.blogspot.com.br|O blog do grande Trevoso, sobre o que ele joga, jogou e quer jogar, com indicações de downloads e vídeos.§47|Arquivos do Woo|http://arquivosdowoo.blogspot.com.br|De tudo um pouco na medida certa.§58|Videogames com Cerveja|http://www.vgscomcerveja.com.br|Videogames com Cerveja é um blog sobre games, cujo o principal objetivo é compartilhar experiências "videogamísticas" (tanto na jogatina quanto no colecionismo)! Então não espere encontrar muitas notícias ou reviews detalhados sobre games por aqui!
logo
Vão Jogar! - Um site que aborda a cultura dos videogames com seriedade e bom humor.
Vão Jogar! & TMS criados por Rafael "Tchulanguero" Paes - 2008 ~ 2017
topo rodapé