logo Vão Jogar!
logo Vão Jogar! Papo LivreF-Zero (Série)

Shigeru, Vamos Trocar Uma Ideia Sobre Um Novo F-Zero

No meio do ano passado, Miyamoto falou que não via motivos para um novo F-Zero. Mas deixa eu dar uns bons motivos para a volta dessa franquia.

autor Rafael "Tchulanguero" Paes   datahora 09/05/2014 às 12:18:18   tagarelices 15

No meio do ano passado, Miyamoto falou que não via motivos para um novo F-Zero. Mas deixa eu dar uns bons motivos para a volta dessa franquia.


Assim como a maioria das pessoas que gostam da Nintendo, eu admiro muito o Miyamoto, acho que ele realmente é um designer de jogos muito inspirado. Mas na boa, também acho que ele é o tipo do cara que você não pode deixar falar demais e nem dar muito espaço dentro da empresa... é o típico "gênio" excêntrico. E no ano passado, em uma de suas declarações "esqueceram de me dar os remédios hoje", ele falou que não via motivos para um novo F-Zero, pois não enxergava para onde mais a série poderia ir. Pois bem, eu não vou aqui querer me equiparar ao japa e dizer o que ele deve ou não fazer, mas na condição de fã da franquia, acho que eu posso dar os meus pitacos, não é? Mas antes de tudo, vamos falar um pouco sobre os jogos que compõe a série... pelo menos os principais.

F-Zero Snes
F-Zero (SNES)

Pra variar, tudo começou no Super Nintendo. O jogo abusava dos efeitos de rotação proporcionados pelo Mode 7 para simular um ambiente 3D e... ow, eu nem falei do que é o jogo né? Volta a fita...

F-Zero é um jogo de corridas futuristas lançado em 1990 para SNES, e diferente de Mario Kart, o foco está mais na sua habilidade como piloto do que em um Deus ex machina. A lógica é muito simples: você escolhe uma das quatro naves disponíveis, que inclusive são as únicas que irão estar na pista, cada uma com algumas características básicas diferentes, como aceleração, velocidade e capacidade de manobra, sem nenhuma possibilidade de customização. Na corrida, os comandos também são muito básicos: um botão para acelerar, um para o freio, os botões de cima (L e R) para auxiliar em curvas mais fechadas, e outro para usar um turbo que é disponibilizado a taxa de um por volta. E acreditem, isso mudou muito pouco nas versões seguintes. Outro elemento que também afeta bastante a jogabilidade de F-Zero é a barra de energia, que vai esgotando quando você bate nos adversários ou arrasta a lateral da nave nos cantos da pista, e só pode ser recuperada em umas faixas coloridas em trechos específicos da pista. Sim, se você jogou Top Gear 3000 é praticamente a mesma coisa. Se cair fora da pista não tem perdão, perde na hora!

Lembram que eu comecei a falar que ele utiliza bastante o Mode 7? Pois é, para simular os carros fazendo as curvas e tudo mais, o velho truque de girar a pista ao invés do sprite do carro foi bastante utilizado, mas o efeito é sensacional (para a época), e além de um excelente jogo, F-Zero também foi uma ótima demo técnica do Super Nintendo. Adicione isso a uma trilha sonora fantástica e alta dificuldade, e você tem jogo suficiente para passar um bom tempo.

Lá no Japão rolaram algumas versões extras para aquele esquema via satélite do SNES, o Satellaview. A versão tradicional pode ser encontrada atualmente em formato digital para o Virtual Console do Wii / Wii U.

F-Zero X
F-Zero X (Nintendo 64)
Como quase todas as principais séries da Nintendo naquela época, é claro que F-Zero ganhou uma versão para N64, e eu devo dizer que esta provavelmente é a mais impactante em termos de evolução em toda a série. É impressionante como a Nintendo teve culhões suficientes para descartar tudo o que fosse necessário para ter um jogo rodando a 60 quadros por segundo... no Nintendo 64! Os gráficos são extremamente simples, praticamente sem texturas, o som nas corridas é mono, mas que jogo foda! Nem Star Wars: Episode I - Racer consegue passar uma sensação de velocidade tão incrível quanto ele.

A jogabilidade continuou basicamente a mesma, só que um treco chamado "direcional analógico" faz uma puta diferença em um jogo de corrida que exige movimentos tão precisos. Outra novidade é que o turbo agora não é mais um "item" que você usa e gasta, a partir da segunda volta você pode acioná-lo livremente, mas a sua barra de energia é consumida no processo, então tem que saber maneirar. Pra fechar, agora é possível fazer uma pequena regulagem nas naves, priorizando aceleração ou velocidade. Ah, mentira, tem mais uma coisa sim: ao invés de apenas quatro naves na pista, você irá correr contra outras 29. Mais uma vez, 30 naves na pista, a 60 quadros por segundo no Nintendo 64! E dá para desbloquear outras além das quatro iniciais também.

Toda uma temática de quadrinhos foi aplicada ao jogo, rolando até umas ilustrações bacanas de cada personagem na hora da tela de seleção e isso em conjunto com uma trilha sonora muito rock ’n’ roll dá uma onda muito... Rock ’N’ Roll Racing.

As pistas agora não são mais simplesmente planas, e além de saltos gigantes e curvas insanas, o jogo abusa de um sistema antigravitacional animal, que inclusive um certo jogo que está para ser lançado parece copiar bem. Ah, claro, a dificuldade continua absurdamente elevada, então é melhor treinar bastante se não quiser fazer feio.

Pra variar no Japão rolou uma expansão do jogo, dessa vez para o Nintendo 64DD, que além de vários extras, oferecia um editor de pistas. Assim como o original para SNES, este também está disponível para Wii / Wii U através do Virtual Console, inclusive este mês ele está custando 200 moedas no Club Nintendo.

F-Zero GX
F-Zero GX (GameCube)

Se X impactou pela grande evolução tecnológica em seu lançamento, GX impacta por outro motivo: logo que você liga o jogo, aparece o logo da Nintendo junto com o da... SEGA?! Sim, GX foi feito pela Sega’s Amusement Vision, que é um estúdio da ex-rival da Big N. E apesar disso ter rendido um modo história que eu achei totalmente desnecessário, contando as histórias do Capitão Falcon, ter sumido com o rock ’n’ roll e ter gerado fontes de estética duvidosa, a verdade é que F-Zero GX pega tudo o que X trouxe de bom, replica e amplia absurdamente. Pense em um jogo de corrida bonito, com taxa de quadros alta e constante, de jogabilidade precisa e dificuldade mais insana ainda? Pois é, este é o seu jogo.

Não há muito o que falar sobre ele, porque é exatamente como eu disse acima, é o F-Zero de Nintendo 64 elevado a décima potência. Ainda continuam a ser 30 naves na pista, e confesso que ver aqueles 58 faróis na minha frente e pensar que eu teria que passar todos para ganhar é uma das coisas que mais marcou a minha vida como jogador até hoje, sério mesmo. Infelizmente ele não está disponível de outra forma que não seja através do disco para GameCube mesmo.

Ainda rolou uma versão para fliperamas chamada F-Zero AX, que obviamente eu nunca vi na minha frente, mas deve ser algo de outro mundo e que provavelmente deve ter ficado restrito ao Japão, e talvez alguns "shoppings de bacana" em São Paulo.

F-Zero "GBA" (GameBoy Advance)

Ainda rolaram alguns jogos para o GameBoy Advance, todos baseados na versão para SNES, e que sinceramente eu nunca joguei.
F-Zero: Maximum Velocity

F-Zero: Maximum Velocity foi o primeiro a ser lançado, e é bem similar ao original, salvo uma diferença ou outra. Ele foi disponibilizado para os embaixadores do 3DS, aquela galerinha "apressada" que comprou o atual portátil da Nintendo antes do corte de preço, e recentemente foi parar na eShop do Wii U com essa nova leva de GBA para o atual console da Nintendo.

F-Zero: GP Legend

F-Zero: GP Legend mescla o visual do SNES com os recursos introduzidos no Nintendo 64, como o turbo que consome a barra de energia. Além disso, foi baseado em um anime de mesmo nome... e eu não sei porque insistem tanto em uma história para F-Zero.

Ainda rolou um F-Zero Climax, mas este ficou restrito ao Japão (se fode aê ocidentais).

Então, que tal um F-Zero U?

Wii U

Bom, agora que vocês já conhecem um pouco melhor essa série de corrida fantástica e abandonada, voltemos ao ponto central: ainda há espaço para F-Zero? Bom, na minha opinião, sim. Eu até entendo quando o Miyamoto fala que não sabe mais para onde ele pode levar a série. Ele é aquele tipo de designer que a cada novo jogo quer implementar uma coisa nova na jogabilidade, e o fato é que F-Zero sempre se apoiou muito mais no pilar de evolução tecnológica, a jogabilidade nunca sofreu profundas alterações, apenas melhorou com o tempo. E isto é muito irônico quando você pensa que é uma das principais séries da Nintendo. Aliás, justamente por esse motivo, não é de se admirar que nunca rolou uma versão para o Wii, afinal a evolução em termos de especificações foi muito pequena em relação ao GameCube, e eu tenho minhas dúvidas se os sensores de movimento tem algo a oferecer para um jogo que exige tanta precisão. Agora no Wii U...

Pra ser bem sincero, eu não sei porque diabos a Nintendo não fez um F-Zero para ser um dos carros-chefe da estreia do Wii U. E não, o mini-game em Nintendo Land não conta. A série sempre teve uma pegada bem fliperama, o que eu acredito não ser tão custoso em termos de desenvolvimento, e o hardware do Wii U é poderoso o suficiente para que o pessoal possa pirar em físicas absurdas para as pistas, fora que teria sido uma perfeita demo técnica, assim como primeiro. Sério Shigeru, se isso não te abre possibilidades o suficiente, eu não sei mais o que abrirá.

F-Zero Nintendo Land
Mini-game do F-Zero no jogo Nintendo Land

Mas já que não foi no começo, então que seja agora, que o console está precisando de títulos novos (de peso) urgente. E pode parecer estranho vocês ouvirem isso de mim, mas F-Zero é o tipo de jogo perfeito para todas essas modernidades que normalmente eu não ligo muito, como jogatina online e tabelas de pontuação, fora que é absurdamente mais competitivo que um Mario Kart. E eu confesso, eu tenho uma queda por Time Trials.

Eu sinceramente espero que o novo sistema anti-gravidade de Mario Kart 8 não seja um "ei, esqueça aquele jogo velho, olha o que legal que nós tiramos dele". Na verdade eu espero que seja um "ei, nós não esquecemos de F-Zero", porque vai por mim, essa série merece e nunca fez tanto sentido ela existir quanto hoje. Mas enquanto nós ficamos aqui esperando que a Nintendo e o Sr. Miyamoto por um milagre anunciem um novo jogo na E3 desse ano, melhor vocês pegarem o seus consoles antigos favoritos e seguir o grande conselho do Tchulanguero... Vão Jogar!

outras tags: 3DS, Fliperama / Arcade, Game Boy Advance, GameCube, Nintendo 64, Super Nintendo, Wii e Wii U

Compartilhe

Pin it


Leia também...



15 tagarelices já foram feitas!


e-mail  
nome  
localização  
site  
tagarelice   ativar o editor de texto desativar o editor de texto


E-mail Receba notificações para novas:     ok respostas      ok tagarelices      ok publicações

 

  • avatar de leandro (leon belmont) the devil summoner
    leandro (leon belmont) the devil summoner
    09/05/2014 às 14:08:30   localizacao Recife-Pe
    F-Zero 64 parece que ganhou matéria no Jornal Nacional. e para ser sincero, foi o unico da franquia que tive interesse em jogar, nas versões GBA não quis ter e pra Gamecube, achar jogo desse console em Recife...é mais fácil encontrar um God of War para o Wii. mas não entendo porque a Nintendo não quis mais a franquia, ela e Starfox pelo que soube

    Responda!
  • avatar de Marvox
    Marvox
    09/05/2014 às 14:48:30   localizacao São Paulo/SP
    Muito bom Tchulanguero, a Nintendo tem mais que fazer mesmo um novo F-Zero com todas as novidades possíveis, sempre gostei dos jogos seja no Super NES ou N64, e com as facilidades hoje da conexão online dos consoles, se jogar Mario Kart online no Wii foi ótimo, imagina um F-Zero com a galera reunida. Deveriam fazer mesmo porque é legal.

    Responda!
  • avatar de sucodelarangela
    sucodelarangela
    12/05/2014 às 13:22:12   localizacao São Luís - MA
    Só posso dizer uma coisa: outro cone da vergonha!!!

    Responda!
  • avatar de Rafael "Tchulanguero" Paes
    Rafael "Tchulanguero" Paes
    12/05/2014 às 19:15:10   localizacao Vespasiano - MG
    @leandro (leon belmont) the devil summoner

    Qualquer bom jogo de GameCube é complicado de arrumar né? rzs... mas o do 64 já é excelente!

    @Marvox

    30 pessoas em uma mesma corrida, já imaginou? Estou jogando dinheiro na tela já, hwa hwa hwa.

    @sucodelarangela

    To achando que vou criar um programa de treinamento intensivo para estes funcionários viu, rzs.

    Responda!
  • avatar de Gamer Caduco
    Gamer Caduco
    13/05/2014 às 13:26:22   localizacao SP
    Conheço pouco sobre F-Zero, diga-se de passagem, conheço o primeirão do SNES e só!
    Inclusive quando fui jogar Super Smash Bros. Brawl eu preferia não acreditar que Cap. Falcon era um personagem desse jogo, preferia pensar que era um genérico qualquer. Precisa de personagem principal em jogo de corrida? Eu acho que não, mas enfim...
    Wii U tem sim potencial pra um jogo futurista de corrida, comportando trilha sonora eletrizante e tudo mais.
    Mas ainda sou mais Mario Kart, prefiro um jogo onde é possível misturar os dois mundos: dos jogadores competitivos demais e dos que jogam mais para "tirar um lazer". Mas é mero gosto pessoal.
    De qualquer forma, concordo: VOLTA, F-ZERO!
    Só espero que não façam pro 3DS, pq se ligar o efeito 3D em um jogo tão detalhado e com velocidade absurda, vai ter gente convulsionando a beça por aí! kkkkkkk
    "Shopping de bacana" foi foda... hauhauhahua
    Fui

    Responda!
  • avatar de Rafael "Tchulanguero" Paes
    Rafael "Tchulanguero" Paes
    14/05/2014 às 00:01:54   localizacao Vespasiano - MG
    @Gamer Caduco

    Sim, eu conheço um cara que vai passar mal horrores! Hwa hwa hwa...

    Putz, "Shopping de bacana" foi maior gíria de velho né? :P

    Responda!
  • avatar de sucodelarangela
    sucodelarangela
    14/05/2014 às 13:16:53   localizacao São Luís - MA
    @Tchula

    Opa! Aceito esse programa aê, quando começam as inscrições?

    Responda!
  • avatar de Rafael "Tchulanguero" Paes
    Rafael "Tchulanguero" Paes
    14/05/2014 às 18:52:00   localizacao Vespasiano - MG
    @sucodelarangela

    Semana que vem, o curso será lá em casa e eu não pago a passagem :P

    Responda!
  • avatar de helisonbsbhelinux
    helisonbsbhelinux
    22/05/2014 às 00:51:06
    joguei muito a versão snes nas locadoras da época,,,bons tempos foram os anos 90!!!! depois joguei a versão nintendo 64 e só depois fui para o gba,,,,,saudades!!!!! a versão snes me traz boas lembranças: gráfico dukaralho, música impecável e jogabilidade de primeira... e zerei em todos os níveis,,, bons tempos e saudades mesmo....valeu!!!!!!!

    Responda!
  • avatar de Rafael "Tchulanguero" Paes
    Rafael "Tchulanguero" Paes
    22/05/2014 às 19:21:35   localizacao Vespasiano - MG
    @helisonbsbhelinux

    Cara, isso é algo que eu preciso fazer ainda: zerar em todos os níveis, hwa hwa hwa. Bem vindo e valeu pela visita, abraço!

    Responda!
  • avatar de helisonbsbhelinux
    helisonbsbhelinux
    23/05/2014 às 10:19:12
    obrigado por estar aqui de novo...sou da old school gamer ..gosto muito de jogar jogos de snes e f-zero está no meu top 10 jogos da vida...bons tempos.... valeu

    Responda!
  • avatar de João Roberto
    João Roberto
    26/05/2014 às 19:17:20   localizacao Apucarana - PR
    Fala, Rafa T Punk!

    Cara, F-Zero é bom demais! E olha que eu s´fui perceber isso muito tempo depois, depois de muto já ter jogado. Pra ser sincero, eu joguei muito mais F-Zero X do que a versão de Snes, e joguei os de GBA, mas nunca joguei GX. Ax então, haha! "Nunca serão!"

    E eu notei bons argumentos, essa é uma série que não poderia ficar no limbo, e com o poderio do U, creio que a sensação de velocidade pode chegar ao absurdo, que é bem o que a série representa...

    Muito bom o texto!!

    T+

    Responda!
  • avatar de Rafael "Tchulanguero" Paes
    Rafael "Tchulanguero" Paes
    28/05/2014 às 12:15:32   localizacao Vespasiano - MG
    @João Roberto

    Eu só fui jogar o X agora, é coisa de outro mundo aquele jogo. Ainda quero arrumar o cartucho só pra ver o meu Nintendo 64 fritando pra rodar algo a 60 qps. Agora, o GX dê um jeito de jogar algum dia. Aliás, já vi um pessoal emulando o AX no Wii, mas não sei se é fácil.

    Valeu João, abraço!

    Responda!
  • avatar de Rodrigo
    Rodrigo
    11/06/2014 às 12:12:30   localizacao Contagem - MG
    Está ai uma franquia que faz muita falta para a Nintendo atualmente, (Eu adoro!!!!). Eu, particularmente adoraria ver uma continuação da série tendendo mais para o F-zero GX, por seu excesso de dificuldade, belas músicas e pistas eletrizantes. Apesar de eu gostar também do F-zero X, ainda prefiro o GX neste caso. O problema é que os fãs da franquia se dividiram e não é possível agradar a ambos por que o rumo que a franquia tomou no GC foi de outro nível, principalmente a dificuldade que foi o principal fator para tal fato. Por tanto, não é surpresa que até hoje o F-zero amarga no esquecimento, também vale lembrar que a empresa precisa garantir lucros e a venda total de unidades global do GX não passou de 1 milhão.

    Link: www.vgchartz.com/game/695/f-zero-gx/

    Responda!
  • avatar de Rafael "Tchulanguero" Paes
    Rafael "Tchulanguero" Paes
    13/06/2014 às 12:24:07   localizacao Vespasiano - MG
    @Rodrigo

    Iaê brow, seja bem vindo ao site!

    Sério que existe essa cisão entre X e GX? Eu sempre considerei que a galera curte mais o GX por ser uma evolução do X, nunca vi ninguém que realmente gosta da série reclamando da dificuldade insana de GX.

    Sobre o lance da venda, infelizmente é um fato. Existem algumas séries da Nintendo que são aclamadas pela crítica e público e simplesmente não vendem bem. Metroid mesmo só foi dar alguma grana a mais depois da série Prime. Mas vamos torcer, quem sabe com Star Fox voltando agora o próximo não seja F-Zero?

    Valeu cara, abraço!

    Responda!
Acompanhe as tagarelices deste escrito por e-mail
e-mail  

       

fechar

Parceiros & Links

42|Gamer Caduco|http://gamercaduco.wordpress.com|Histórias de um gamer que está cada vez mais próximo de caducar de vez.§47|Arquivos do Woo|http://arquivosdowoo.blogspot.com.br|De tudo um pouco na medida certa.§52|Marvox Brasil|http://marvoxbrasil.wordpress.com|As formas mais variadas do universo dos games e vídeogames em um só lugar. Matérias, detonados, curiosidades, podcasts e vídeo-análises. Leia o Blog MarvoxBrasil e desperte o gamer em você!§61|Nação Cucamonga|http://nacaocucamonga.blogspot.com.br|A cultura do terceiro mundo esmagando a do primeiro.§43|My Detonation|http://mydetonation.blogspot.com.br|O blog do grande Trevoso, sobre o que ele joga, jogou e quer jogar, com indicações de downloads e vídeos.§58|Videogames com Cerveja|http://www.vgscomcerveja.com.br|Videogames com Cerveja é um blog sobre games, cujo o principal objetivo é compartilhar experiências "videogamísticas" (tanto na jogatina quanto no colecionismo)! Então não espere encontrar muitas notícias ou reviews detalhados sobre games por aqui!
logo
Vão Jogar! - Um site que aborda a cultura dos videogames com seriedade e bom humor.
Vão Jogar! & TMS criados por Rafael "Tchulanguero" Paes - 2008 ~ 2017
topo rodapé