logo Vão Jogar!
logo Vão Jogar! Papo LivreComportamento

Super Saldão Ao Contrário!

O desabafo de alguém que quer comprar alguns jogos e acessórios usados mas não consegue achar por um preço justo nem a pau.

autor Hugo "Somari" Couto   datahora 15/04/2016 às 16:48:00   tagarelices 13

O desabafo de alguém que quer comprar alguns jogos e acessórios usados mas não consegue achar por um preço justo nem a pau.


Você tem um videogame velho ou uma fita qualquer em um estado ok? Você tem cara de pau daquelas que tem que dormir todos os dias com medo de cupim te engolir durante a noite? Se a resposta foi sim para ambos, então saiba que você pode ficar rico bem fácil. Ou se tonar motivo de chacota e ódio nas interwebs, tudo depende da tua lábia.

Se você não entendeu o parágrafo acima, então imagine o seguinte: você rodando em sites de compra e venda, se depara com um incrível Super Nintendo que foi supostamente adquirido em um leilão e que pertenceu a um (MUITO) famoso e já falecido cantor internacional. Na foto, um Super Nintendo relativamente bem cuidado, um controle em bom estado, uma fonte pirata que custa cerca de 20 reais, uma incrível cópia de 007 GoldenEye e só isso. Bem, se você tiver os R$ 2800,00 que o cara tá pedindo, pode levar numa boa para casa.

Os vendedores de usados perderam a linha e estão piradões. É o saldão invertido!  Você pode comprar um Xbox clássico por R$ 1.000,00, um Sega Saturn por 600 ou um Neo Geo CD por 5 mil.

Não tão difícil de acontecer, muitos vendedores que resolvem desfazer de suas coleções jogam os preços lá na próxima galáxia com o pretexto de que seu item é raro e tal. Mas será que isso é justo? Vamos fazer uma análise rápida desse panorama.

Anúncio de Super Nintendo por quase R$ 4.800,00
Espero de verdade que o cara tenha digitado o preço 

Por que é caro?

Não é novidade que, no Brasil, as coisas são normalmente vendidas por preços absurdos. Também não é novidade que algumas pessoas usam dessa desculpa para poderem praticar esses absurdos. É claro que a tendência é que esses consoles, jogos e periféricos, fiquem mais caros à medida que o tempo vai passando e vai ficando mais raro de se encontrar em bom estado para vendas. Eu lembro que lá pra 2005 era possível achar um Game Gear em bom estado e com jogos no Mercado Livre, com preços em torno de 150 ou 200 reais. Hoje, essa é a faixa do mesmo console com defeito. Atualmente, se você quer um Game Gear pra jogar, pode ter certeza que não vai tirar menos que 500 reais do bolso. Outros consoles raros, como Jaguar e 3DO, também chegam fáceis na faixa dos mil reais e todos eles estão dentro de uma perspectiva válida, já que são extremamente difíceis de se encontrar desses por aí funcionando e em bom estado estético.

Outro fator importante para definir os preços desse tipo de produto por aqui é a tiragem, ou quantidade produzida. Isso normalmente tem bastante a ver com a popularidade do jogo quando é localizado, que caso não faça muito sucesso, tem sua produção encerrada. Nesse caso, a coisa pega pros gringos também. Por 270 dólares você pode comprar uma das cerca de 150 mil cópias de EarthBound que foram vendidas na América no período, ou quem sabe não queira levar pra casa uma das 20 mil cópias de Panzer Dragoon Saga, de Sega Saturn, por 600 notinhas americanas? Aliás, não é preciso nem ir muito longe no passado para ver isso. Quando comprei meu Pokémon Heart Gold, em 2010, paguei em uma edição de colecionador cerca de 180 reais. O pacote incluía o jogo, mais o Pokewalker (um acessório que complementa o gameplay), além de uma figure do Ho Oh. Detalhe que o pacote comum do jogo já vinha com o tal Pokewalker incluso. Hoje, não tente achar o jogo por menos de 300 reais e sem acessório nenhum.
 
Por que é loucura?

Anúncio de Sonic 3 brasileiro no Ebay
Essa é uma ótima forma de mostrar pros gringos que
aqui no Brasil a crise tá feia...

Mas sempre tem aquele brasileirinho que gosta de usar a desculpa de que tudo aqui é caro mesmo ou que seu produto é muito superior ao dos outros. Pra esclarecer melhor essa bizarrice: procure no Mercado Livre por um controle e uma fonte original de Super Nitnendo ou Mega Drive. Depois procure por um Super Nintendo ou Mega Drive propriamente dito. Se você não foi procurar, então saiba que, em média, o preço de um console completo e em estado ok, alguns até com algum ou alguns jogos, sai com valor próximo da soma dos valores dos periféricos que citei ali. Uma fonte original de SNES sai por mais ou menos 70 reais, e seu controle uns 80. Pois é.

Obviamente não são todos os que fazem isso. Você consegue achar jogos, consoles e acessórios antigos e em bom estado a um preço justo em vários lugares, mas é chato quando você precisa de algo e não consegue achar a um bom preço em nenhum lugar, assim como preciso de uma fonte de Mega Drive e não encontro uma original a um bom preço. Ou dou bastante risada como o caso do SNES lá do começo do escrito.

Comentários no anúncio do Super Nintendo
Os comentários já dizem tudo

Jogo original?

Agora imagina você, procurando aquele cartucho de Super Mario World (que existem aos montes por aqui) e acha uma super promoção na venda pelo valor de 120 reais. A fita está bonita e o vendedor diz que é original mas... com os textos em português? Pois isso é mais comum do que parece e há chances de você já ter comprado uma dessas, inclusive.

Esses cartuchos são chamados de repro e consistem basicamente em trocar o chip ROM de um cartucho original qualquer por uma EPROM com o jogo baixado injetada nela. Ou seja, se você tiver aquele joguinho chato que não vale nem 20 reais largado em algum canto, basta um conhecimento básico de soldagem, um kit de programação, um chip EPROM e um pouco de tutorial na internet que logo você o transforma naquele jogo caríssimo que você desejaria ter em sua coleção.

Anúncio de Sonic Megamix
Você pode comprar uma hackrom original por 150 reais!

A prática em si é uma alternativa, digamos, não oficial para você ter aquele jogo que você sempre quis mas nunca conseguiu comprar, e não perde em qualidade já que o processo usa um cartucho original qualquer para isso. O problema aqui é o fato de os vendedores também abusarem dessa prática, vendendo jogos reprogramados como se fossem originais de fato e praticando preços pra lá de absurdos. Ah! E é bom citar que não só jogos lançados oficialmente entram nessa. Hackroms também são postos a venda e também na faixa dos 150 reais.
 
Isso vai melhorar?

Obviamente, não. A tendência daqui pra frente é sempre piorar e isso não só aqui no Brasil. A união da procura pela mídia original com seus relançamentos digitais nos consoles da geração atual fizeram os preços subirem. Você pode ter uma versão original de um jogo que seus amigos só tem em cópias baixadas na PlayStore ou eShop, ou melhor ainda, ter um jogo (bom) que não foi relançado.

Pra piorar, somado à valorização desse tipo de produto, temos as famosas taxas de importação e o dólar nas alturas, o que torna essa prática basicamente impraticável.
O jeito é dar sorte de conseguir achar o que quer por um bom preço e pegar o quanto antes, já que acaba rápido, como da vez em que comprei um Mega Drive por 60 reais ou meu Sega Saturn Skeleton (transparente) por módicos R$ 16,00 em um leilão no Mercado Livre.

Outra dica também é participar de grupos de colecionadores no Facebook e fóruns, pois normalmente as pessoas nesses cantos vendem seus produtos por preços mais justos.

Enfim resumindo a coisa toda: comprar jogos no Brasil é complicado. Todo mundo sabe disso, mas não custa nada falar um pouquinho sobre.

Gostaria de saber de você, caro amigo, o que acha a respeito desse assunto. Já comprou algum jogo ou acessório usado por um preço absurdamente caro? Se espantou e desistiu? Apareçam aí nos comentários e Vão Discutir!

Compartilhe

Pin it


Leia também...



13 tagarelices já foram feitas!


e-mail  
nome  
localização  
site  
tagarelice   ativar o editor de texto desativar o editor de texto


E-mail Receba notificações para novas:     ok respostas      ok tagarelices      ok publicações

 

  • avatar de Ulisses 8Bit
    Ulisses 8Bit
    15/04/2016 às 18:55:26   localizacao Curitiba - PR
    o chato é a gente comprar algo repro pensando ser original. Mesmo que o repro seja 100% igual ao original não é a mesma coisa. Para o colecionador que decide em focar em originais, cada peça é como se fosse um documento.

    Responda!
  • avatar de Arlei258
    Arlei258
    15/04/2016 às 19:58:12   localizacao São João del Rei
    Gostei do texto. Só achei estranho o valor do controle e fonte original do SNES. Você escreve 70 e 80 mas não dá um valor expressivo se comparado aos que citou como altos. No mais, texto excelente.

    • avatar de Somari
      Somari
      17/04/2016 às 10:57:53
      Valeu por apreciar o texto! :D

      E sobre os preços dos controles: em sites como Mercado Livre e OLX, por exemplo, a oferta de controles do Super Nintendo é alta, inclusive pela quantidade de consoles que foram vendidos no Brasil e tudo mais, ou seja, há a circulação desse tipo de coisa por aqui. Pra um controle de Super Nintendo, muitas vezes em estado razoável de conservação, sair por mais de 70 reais, eu particularmente acho caro. No ML há controles de SNES saindo por até 110 reais! Por conta disso, há também uma onda de controles piratas saindo por 40 reais ou até mais. Certo, há controles nesse panorama que saem bem mais baratos, mas ainda assim não é a maioria que pratica preços menores que isso, no geral. A fonte é a mesma coisa. As do SNES normalmente também saem por 80 reais ou mais. No caso daquele modelo mais antigo do Mega Drive, sai por mais de 100 reais, e eu preciso muito de uma dessas e não consigo achar mais barato :/

      Ah! Vale citar também o caso que vi hoje de manhã no ML sobre um controle original de SNES por 35 reais, mas que um comprador avaliou negativo pois quando o controle chegou e ele abriu, viu que a placa interna tinha sido trocada por uma falsificada, ou seja, o cara levou gato por lebre
    • avatar de Arlei258
      Arlei258
      17/04/2016 às 17:24:03   localizacao São João del Rei
      Então, cara. Devo pedir desculpas pela parte que achei estranho no seu texto porque só agora que reparei que não eram cartuchos e sim fonte e controle. Tava com a cabeça a mil na hora.

      Realmente é bem caro um controle sair o preço do cartucho original lá nos tempos áureos do SNES.

      Acrescentando ao que você disse do controle pirata por preço de original, tava procurando Legacy Of Kain com dublagem brasileira e até achei um por 50 reais no Mercado Livre. O problema é que ou ele enviava a ISO ou ele gravava e mandava. Daí só pude concluir que era pirata o jogo.

      Novamente peço desculpas pela confusão. :)

    Responda!
  • avatar de leandro (leon belmont) the devil summoner
    leandro (leon belmont) the devil summoner
    16/04/2016 às 05:24:55   localizacao Recife-Pe
    Não sei o que acontece, desde quando um super Nintendo vale 4000 reais? É nessa semana, achei o cartucho do sunsetriders a 6000 pilas!! É um bom jogo, Mah nem ferrando ele vale isso. É como fora descrito no texto, "AH,porque é raridade". Claro, vou vender minha coleção de N64, GBA e NDS a 10,000 reais então. Mas acho que essa palhaçada vai durar pouco. O brasileiro não vai gastar tudo isso por "velharias " Gamers da nossa época. Se bem que duvido nada, onde tem gente que se orgulha de comprar um PS4 no mesmo preço de um Fusca ou uma moto.

    • avatar de Somari
      Somari
      17/04/2016 às 11:02:45
      Um amigo meu pagou 2 mil reais essa semana em um Super Mario World e um Zelda A Link To The Past lacrados huahua Sua funcionalidade serve apenas pra ficar na estante e mais nada. Afinal, eu não pagaria isso tudo pra abrir a caixa D:

      Sim, existe mercado pra isso. O pior é o cara levar um console que custa, sei lá, 500 por 1500 achando que ta levando um produto de ótima qualidade. Mesmo se o produto vier com uns 5 jogos e dois ou quatro ontroles, sei lá. Há Xbox de 500 e de 1500. O segundo vem com jogos e o primeiro sem, mas a diferença dos 1000 reais ele pode comprar mais jogos, quatro controles e sepá até outro Xbox huaheuahe

      É foda esse tipo de coisa e pior ainda é que, quanto mais caro os produtos originais são, mais caro os piratas ficam...

    Responda!
  • avatar de Taís
    Taís
    16/04/2016 às 19:40:36
    Acho que esses preços tão meio por fora, na Santa Efigênia acha-se mais em conta.

    • avatar de Somari
      Somari
      17/04/2016 às 10:48:47
      Opa! Comente mais sobre isso :P Eu me baseei em preços que vejo pela internet, já que aqui na cidade onde moro não tem lojas do tipo que existem na Sta. Efigênia, então provavelmente essa minha realidade é a realidade de bastante gente no país todo também. Essas coisas são mais fáceis de se encontrar em capitais, interior é um inferno :/

    Responda!
  • avatar de João Roberto
    João Roberto
    21/04/2016 às 21:33:59   localizacao Apucarana - PR
    Fala, Somari. Beleza?

    Cara, eu desisti dessa vida. Nem ligo mais rsrs.

    Se eu puder, compro jogo digital no Xbox (não consigo mais jogar no PC), ou, se for o caso de algum jogo clássico, vai via emulador mesmo.

    Já escrevi algo parecido, quando eu procurei o Metal Gear twin Snakes pro Gamecube. Você encontra fácil por 250 dilmas...

    "Engraçado" é o caso dos jogos "raros". A galera considera Super Mario World raro. Cara, eu tenho 2 aqui em casa! Sou mais raro ainda!

    Para os jogos novos, eu concordo em comprar originais e deve ser assim, mas com os antigos a coisa muda um pouco de figura. Original é legal, mas muitas vezes a gente acaba comprando algo mais pela nostalgia mesmo, pois, provavelmente, já zeramos, seja via locadora, amigo, pirataria ou tínhamos o jogo e passamos para frente por um motivo ou por outro. E, nessa leva, considero interessante, como alternativa, os flash cards de Snes, Mega e N64 (que são muito caros e não tenho nenhum). Até meu Dreamcast roda com Dreamshell...

    Vou parar por aqui, pois a conversa está indo para outro lado e isso rende um texto e tanto...

    Ótimo escrito.

    Valeu!

    T+

    Responda!
  • avatar de João Roberto
    João Roberto
    21/04/2016 às 21:35:50   localizacao Apucarana - PR
    Aproveitando o espaço e falando sobre preços...

    @ Tchulanguero, se quiser conversar, tenho alguns títulos aqui pra você, baratinhos, baratinhos!

    kkkkkkkkkkkkkk

    • avatar de Rafael "Tchulanguero" Paes
      Rafael "Tchulanguero" Paes
      28/04/2016 às 03:39:20   localizacao Vespasiano - MG
      Nem vem, estou desempregado, hwa hwa hwa.

    Responda!
  • avatar de D00d!
    D00d!
    25/04/2016 às 13:44:31
    Bom finalmente depois de muito tempo venho aqui comentar o post do @Somari que pra mim trouxe um assunto importante a ser discutido.

    O problema é a vulgarização da valorização do antigo: porque existem realmente coisas antigas que tem um valor maior que outras por tiragem, idade etc...

    Porém a coisa saiu fora do controle: some isso a mercadolivrezação de preços (que pra muitos é padrão, inclusive em grupos de retrojogos do Facebook) e a própria crise e o que tem de garimpeiro indo em feirinhas de bairro atrás de coisas antigas pra revender e lucrar em cima não tá no gibi. Eu mesmo garimpo coisas para uso próprio: cartuchos consoles eu tento reformar e os uso quando não passo adiante, mas pelo menos a um preço que não vá tipo escalpelar quem compra.

    É a maneira que arrumei também pra manter minhas coleções com essa situação não está fácil.

    Responda!
  • avatar de Gamer Caduco
    Gamer Caduco
    27/04/2016 às 08:40:13   localizacao SP
    É, a situação tá bizarra mesmo, Suma!
    E aquele famoso jogo do Sonic (Blast) que a TecToy portou do Game Gear pro Master e até os gringos procuram pra comprar, fazendo o preço ultrapassar a casa dos R$2000,00? Triste, não? Depois negada acha ruim que a gente use emulação.
    Eu desisti de colecionar ferrenhamente por causa de tudo isso, parei as compras (inclusive de novos) e estou jogando o que tenho, mais pra frente penso em me desfazer de boa parte do que comprei. Uma pena. Mas a vida tem dessas coisas. E vou jogar os preços nas galáxias também, só de ódio! kkkkkkkkkk
    Isso de "pertenceu a um famoso" chega a ser ridículo, mas ridículo pra valer, de chegar a dar dó de quem cai em um papo desses e de querer cuspir (aproveitando a moda) em quem faz isso com os outros.
    Sabe uma coisa que eu queria muito ter e estou há anos me controlando pra não gastar pq todo mundo cobra o olho da cara pelo que funciona? SEGA CD! Ou pior, o CDX! Cara, como são caros esses bichos, dá depressão. E eu queria muito ter um deles, juntamente com o Saturn que é outro. Desanima muito essas coisas. Daí vem a vontade de manter em casa somente a geração mais recente e as de 8 e 16 bits. E o resto mandar tudo embora.
    Sabe qual foi meu investimento pra retrô? Um Wii desbloqueado! Um dos melhores para emulação, mesmo que ele apresente alguns slowdowns em alguns jogos de SNES. Porém, muito mais em conta. Por enquanto, né? Daqui a pouco ele vai custar o dobro por ser considerado relíquia suprema e rara. É deprimente demais.
    Cartucho reprogramado por 150? Querido vendedor, enfia no seu c... onsole, pq no meu não vai rolar por este preço não!
    Eu vou encerrar o comentário por aqui, Suma, antes que eu pule pela janela em pose de voadora pra acertar o primeiro infeliz que estiver passando.
    Curti o texto, bem válido o ponto discutido e gostei que encerrou com dicas pra quem anda se aventurando nestas terras!
    PS: Ri litros dos comentários no Facada Livre! huahuahuahuahuhuahua... "Mercado Livre é coisa séria".... HUAHUAHUAHUAUHAHUAHUAHUAAHUAHUAHUAHUAHUAHUAHUAHUAHUAAHUAHUAHUAUHAUHAHUAHUh COF COF COF AHUAHUAHUAHUAUHUHAUHUHAUHAHUAHUAAHUAHUAHUAUHAHUAHUAHUAHUAHUAHUAHUAHUAHUAHUAHUAHUAUHAAHOFSDHJLSAOJSPpppppppppppppppp... morri!

    Responda!
Acompanhe as tagarelices deste escrito por e-mail
e-mail  

       

fechar

Parceiros & Links

58|Videogames com Cerveja|http://www.vgscomcerveja.com.br|Videogames com Cerveja é um blog sobre games, cujo o principal objetivo é compartilhar experiências "videogamísticas" (tanto na jogatina quanto no colecionismo)! Então não espere encontrar muitas notícias ou reviews detalhados sobre games por aqui!§42|Gamer Caduco|http://gamercaduco.wordpress.com|Histórias de um gamer que está cada vez mais próximo de caducar de vez.§61|Nação Cucamonga|http://nacaocucamonga.blogspot.com.br|A cultura do terceiro mundo esmagando a do primeiro.§47|Arquivos do Woo|http://arquivosdowoo.blogspot.com.br|De tudo um pouco na medida certa.§52|Marvox Brasil|http://marvoxbrasil.wordpress.com|As formas mais variadas do universo dos games e vídeogames em um só lugar. Matérias, detonados, curiosidades, podcasts e vídeo-análises. Leia o Blog MarvoxBrasil e desperte o gamer em você!§43|My Detonation|http://mydetonation.blogspot.com.br|O blog do grande Trevoso, sobre o que ele joga, jogou e quer jogar, com indicações de downloads e vídeos.
logo
Vão Jogar! - Um site que aborda a cultura dos videogames com seriedade e bom humor.
Vão Jogar! & TMS criados por Rafael "Tchulanguero" Paes - 2008 ~ 2017
topo rodapé