logo Vão Jogar!
logo Vão Jogar! Papo Livre

Um Dia Termino Esse Jogo...

...ou não!

autor sucodelarAngela Caldas   datahora 24/10/2014 às 08:43:53   tagarelices 30

...ou não!


Sabe aquele jogo que você comprou, jogou um pouquinho e depois deixou de lado sem finalizar? Pois é, tenho vários. Já cheguei a jogá-los, mas por diferentes motivos, nunca cheguei a finalizar nenhum deles. Seja por dificuldade, por decepção ou simplesmente por considerá-los apenas jogos casuais, vou divagar um pouco sobre os jogos que não zerei. O primeiro da lista vai ser...

Capa: Silent Hill Homecoming
SILENT HILL HOMECOMING

A franquia Silent Hill é uma das minhas favoritas, de longe. Tem sempre uma história envolvente, acontecimentos bizarramente agradáveis, um certo nível de profundidade nos monstros do jogo - que não são criados à toa - além de terem personagens cativantes à sua maneira e uma trilha sonora fodasticamente maravilinda. Não posso deixar também de dar créditos aos enredos e temas abordados, que são fantásticos. Tenho um amor especial pelo primeiro Silent Hill, que pra mim é incomparável a qualquer outro da franquia, nem por Silent Hill 2 que é o favorito da galera.

No entanto, SH Homecoming não jogou seu feitiço conquistador em minha pessoa e nem sei explicar direito porque, mas vou tentar. Primeiro de tudo, acho que uma parte do problema é o protagonista. Alex Shepherd é um soldado veterano de guerra que volta à sua cidade natal - Shepherd’s Glen - após passar um tempo hospitalizado devido à ferimentos sofridos na guerra. O problema já começa bem aí: nos jogos anteriores, nenhum protagonista tinha conhecimento em combate ou uso de armas e isso era refletido na jogabilidade, como Harry Mason recebendo o impulso do coice da arma ao atirar, ou o jeito tosco que o Travis tem de esfaquear, e a Heather Mason de usar a espada. Isso passava mais tensão durante o jogo, era perfeito para a imersão do jogador no estilo psychological horror do jogo. Alex não proporciona isso sendo um soldado.

Mapa: Shepherd’s Glen
Não, não é Silent Hill.

Ao voltar para casa, ele descobre que a mãe está em choque e seu pai e irmão estão desaparecidos. A história toda é construída em cima do relacionamento familiar de Alex com o pai e seu irmão Josh, sem contar que o irmão dele sempre foi o favorito do pai, enquanto ele meio que era ignorado, algo que você vai descobrindo aos poucos no jogo. Tudo isso poderia ter gerado uma história bem bacana, mas até onde joguei, ela não me empolgou. Ficou parecendo mimimi ciuminho mimimi ele não me ama, e eu não curti. Talvez até melhore mais para frente, mas eu ainda não cheguei lá. O fato de eu ter parado no meio do jogo também é algo que atrapalha na imersão, então, quando for jogá-lo novamente, provavelmente terei que pegar desde o começo. Algo que também teria que fazer com...

Capa: Metal Gear Solid 4
METAL GEAR SOLID 4

... se ele fosse mais curto e tivesse menos falatório. O problema é que MGS é uma série que eu gosto bastante, mas a história em geral é tão atribulada, tão cheia de ramificações e com excesso de detalhes, que me dá preguiça. Não estou dizendo que é ruim, na verdade é uma ótima história, mas também não me empolga tanto. No entanto, MGS4 é até bacana nesse quesito por nos trazer muitos flashbacks de outros jogos da série que explicam melhor como cada evento é relacionado à história. Como fazia muito tempo que não jogava qualquer jogo da série, achei muito foda reencontrar Otacon, Naomi, Mei Ling, Campbell e Meryl, personagens que realmente me marcaram em MGS, o meu favorito da série até agora.

A jogabilidade também me frustra um pouco, principalmente com o Close Quarter Combat, que eu nunca acerto fazer direito. Sentia falta de um corpo-a-corpo antes que não fossem chutes e socos, mas as combinações de botão para fazer o CQC me enchem o saco. Na verdade, eu gostava bem mais quando as coisas eram mais simples, quando não tínhamos Octocamo, nem Wall-E para ajudar Snake. Dessa forma, mesmo com todos os upgrades que o jogo recebeu ao longo dos anos, eu continuo jogando ignorando sempre que dá essas quinquilharias, só que o jogo não foi feito para se jogar dessa forma e eu, vez ou outra, me fodo.

Metal Gear Solid 4 e Wall-E
Wall-EEEEEEE... Snaaaaaaaake!

Ainda assim, confesso que só não terminei de jogar logo o MGS4 porque resolvi "testar" Mass Effect Trilogy quando o comprei e, nem preciso dizer, me apaixonei pela franquia e tive que desinstalar quase tudo do meu HD para que conseguisse instalar a trilogia (que comprei via PSN). Daí, todo o conteúdo instalado de MGS4 acabou indo pro saco, mais um motivo para eu ainda não ter continuado ele ainda, pois terei que reinstalar tudo. Muito chato. Mas não mais do que ter que jogar...

Capa: Ico / Shadow of the Colossus
ICO

Todo mundo que já jogou o ama, mas eu achei muuuito fraquinho. Eu não conhecia nada sobre ele até muitos anos após ter zerado Shadow of the Colossus, que foi lançado 4 anos depois se não me engano, e me parece que com muita gente foi dessa mesma forma. Sendo assim, na minha opinião de merda, esse jogo só conseguiu fama por ter sido da mesma empresa e do mesmo universo de SotC parem de me apedrejar pfv, do contrário, talvez nem tivesse tido destaque algum.

Eu tenho um problema muito sério com jogos que me colocam com uma situação damsel in distress, muito bem retratado por Sherry e Claire em Resident Evil 2, Ashley e Leon em Resident Evil 4 e por Ico e Yorda nesse jogo. Em RE4, pelo menos, você ainda pode jogar a Ash dentro de um bagulho qualquer e meter balas nos zumbis enquanto ela está lá, mas Ico tem que segurar a porra da mão da imprestável da Yorda e ficar feito louco lutando contras aquelas sombras e tudo mais para proteger a infeliz, que é lenta mesmo com o guri corno puxando ela, pelamordedeus... Sério. Me irrita demais. E com certeza, não será um jogo que eu repetirei. Confesso que comprei somente por causa do SotC, mas achei que Ico seria melhorzinho, tipo...

Capa: Demon’s Souls
DEMON’S SOULS

... que é até bacaninha, mas que não me dá paciência de jogar por dois motivos: a dificuldade absurdamente desnecessária e por ser meio que desinteressante de maneira geral, já que tema medieval não é o maior dos meus interesses.

Joguei bem pouco e achei absurdamente insuportável ter que voltar praticamente tudo para tentar chegar ao boss mais uma vez. O jogo tem uma mecânica legal, cenários bem fodas, dragões (♥), mas não considero divertido um jogo que cria "desafio" apenas colocando inimigos covardemente mais fortes e eliminando save points da fase inteira. Para mim, isso se chama falta de criatividade ou preguiça de pensar na hora de desenvolver o jogo. E tudo que digo aqui pode ser aplicado tranquilamente para Dark Souls. Haters haterão.

Apesar de tudo, talvez volte a jogar Demon’s Souls porque tenho ainda a esperança de conseguir apreciar ele pelo fator RPG e por eu ter criado uma personagem que gostei bastante, uma Thief. Também tenho vontade de experimentar as demais classes, já que são tantas, algo que achei muito foda no jogo.

Outro motivo para eu voltar a jogá-lo (se eu lembrar) é que corre pela Internet que, se você jogar no dia 31 de Outubro, os inimigos ficarão mais fortes. Claro, não quero enfrentá-los mais fortes, seria loucura minha, mas gostaria de fazer a comparação, então tenho que lembrar de deixar o jogo à vista para me lembrar na próxima sexta-feira!

Capa: Eternal Sonata
ETERNAL SONATA

Eis um jogo lindo. Lindo de verdade, tanto no aspecto gráfico quanto na própria história e, ainda mais, na trilha sonora. O jogo é um JRPG cuja história mostra um mundo fictício sonhado pelo pianista e compositor Frédéric Chopin durante suas últimas horas de vida, que é influenciado pela sua vida e pela sua música, e no qual ele mesmo é um personagem jogável, entre outros. Sendo assim, o jogo apresenta duas narrativas diferentes, uma mostrando a vida "real" de Chopin em seu leito de morte e a outra é a narrativa onde você joga, dentro dos sonhos dele.

Apesar de a maioria das músicas do jogo serem composição de Motoi Sakuraba (vários Tales of, Star Ocean e Valkyrie Profile), algumas das composições mais famosas de Chopin foram adicionadas. Os capítulos são nomeados de acordo com essas composições, que são tocadas em determinados momentos. Imagine jogar ao som de Chopin, é uma experiência e tanto. Sem contar com o próprio trabalho do Sakuraba, que também é excelente.

Eternal Sonata, como era de se esperar, faz muitas referências ao mundo musical. O próprio nome dos personagens principais são referências a música, sendo eles Polka, Allegretto, Beat, Viola, Salsa, March, Jazz, Falsetto, entre outros. O sistema de batalha também apresenta elementos musicais, e os monstros também sofrem influência das luzes e sombras do campo de batalha, o que afeta tanto a aparência deles quanto aos atributos, podendo deixá-los mais fortes ou mais fracos, e servindo de base para estratégias.


E nesse exato momento, você deve estar se perguntando porque eu parei esse jogo no meio do caminho. A verdade é que o jogo é excelente, mas o grande problema se chama tempo, algo de que não disponho muito. RPGs demandam muito dele para serem finalizados e apreciados. Por ter pouco tempo, geralmente aproveito para jogar algo que me dê a sensação de avanço mais rapidamente, e assim eu vou deixando de lado os RPGs. A outra questão é que eu também travei no jogo. Parei num save logo antes de um chefão, mas não tenho personagens fortes o suficiente para enfrentá-lo agora, então quando for jogar novamente, terei que rodar bastante para evolui-los e, só então, enfrentar esse boss de novo. E para isso eu preciso de tempo, e tudo vira um ciclo. Um dia chego lá, mas enquanto isso, eu vou encarando alguns...

Cuboid
JOGOS CASUAIS

... que são alguns outros jogos que ainda não finalizei, como Loco Roco, Auditorium HD, Lumines e Cuboid. Até mesmo Rayman Origins está na lista! Sempre que tenho pouquíssimo tempo e quero jogar algo, apelo para meus jogos casuais. Assim me divirto mais em pouco tempo, visto que são jogos com os quais não crio a necessidade da finalização. Na verdade, eventualmente acabo finalizando um ou outro, como Tetris ou Scribblenauts Unlimitted, mas nem por isso deixo de jogá-los.


Bom, acho que deu para ver que há vários motivos para nos impedirem de finalizar um jogo. E você, leitor, tem algum jogo empoeirando nas prateleiras? Qual seu motivo para não ter finalizado ele? Compartilhe com a gente, a gente entende, dá aquela forcinha. Depois, peguem seu jogo parado e Vão Jogar!

outras tags: ICO, Metal Gear (Série) e Silent Hill (Série)

Compartilhe

Pin it


Leia também...



30 tagarelices já foram feitas!


e-mail  
nome  
localização  
site  
tagarelice   ativar o editor de texto desativar o editor de texto


E-mail Receba notificações para novas:     ok respostas      ok tagarelices      ok publicações

 

  • avatar de Reginaldo
    Reginaldo
    24/10/2014 às 11:27:36   localizacao Minas Gerais
    O problema é que Silent Hill acabou no 3,depois disso foi só fiasco.Eu jogue o Silent Hill Homecoming e achei ele muito fraco.Ainda não joguei o Downpour,mas também não tenho vontade!

    Responda!
  • avatar de leandro (leon belmont) the devil summoner
    leandro (leon belmont) the devil summoner
    24/10/2014 às 12:56:18   localizacao Recife-Pe
    tenho alguns jogos a lista "para terminar" ainda esse ano, mas os motivos geralmente são por preguiça mesmo.

    Silent Hill Homecoming já o jogava, mas como era pirata, a cada vez que iniciava o game, os controles se embananavam todos. tornando-o impossível de jogar.


    " esse jogo só conseguiu fama por ter sido da mesma empresa e do mesmo universo de SotC parem de me apedrejar pfv, do contrário, talvez nem tivesse tido destaque algum"

    acho que você não prestou atenção ao enredo do Shadow of Colossus, o que é complicado. e que ligação tem Castlevania e esse game em termos de universo? e não mencione fazendo favor a abominação em forma de jogo chamado Lords of Shadows, me recuso a considerar essa...coisa grotesca como algo a ver com Castlevania.

    e tenhos uns RPGS a terminar e não fazia por preguiça, mas ao jogar The Last Remant...me fez valorizar e continuar os jogos que deixei para trás. oh jogo enjoado e enfadonho...

    Responda!
  • avatar de Fgap10
    Fgap10
    24/10/2014 às 13:55:19   localizacao São Paulo
    Tneho nervo de muita coisa que não zerei kk ainda pretendo zerar majoras mask e twilight princess(a culpa é do nunchuk kkk)

    Responda!
  • avatar de sucodelarangela
    sucodelarangela
    24/10/2014 às 14:43:58   localizacao São Luís - MA
    @Reginaldo

    Me falaram que o Downpour é bom, mas como ele vem depois do Homecoming, nunca peguei pra jogar... um dia pego! ^^

    @Leon Belmont

    Quem aqui falou em Castlevania??? Acho que você entendeu direito, estava falando de Shadow of the Colossus (SotC) e Ico, brother... O.o

    E prestei atenção, sim, ao enredo de SotC, o que não torna Ico um bom jogo. Mantenho minha opinião.

    E preguiça? Isso eu tenho demais, mais um motivo pra ainda não ter voltado a nenhum desses, hehehe

    @Fgap10

    Aí você falou uma verdade: não consigo jogar muito o Twilight Princess pq é horrível jogar com o Nunchuk. Minha mão dói demais...

    • avatar de Fgap10
      Fgap10
      24/10/2014 às 16:15:24   localizacao São Paulo
      Não por que eu acho ruim o nunchuk mas é que o meu único estragou ;-;
    • avatar de sucodelarangela
      sucodelarangela
      24/10/2014 às 16:18:01   localizacao São Luís - MA
      Pow, meu caso é porque acho ruim mesmo. Como minha mão fica o tempo todo numa posição, ela começa a doer, e eu tenho que parar... =T
    • avatar de Fgap10
      Fgap10
      27/10/2014 às 14:43:37   localizacao São Paulo
      Já tentou jogar a versão do gamecube?
    • avatar de sucodelarangela
      sucodelarangela
      27/10/2014 às 14:49:03   localizacao São Luís - MA
      Não tenho como jogar a versão do GC... =T
    • avatar de Fgap10
      Fgap10
      27/10/2014 às 16:32:48   localizacao São Paulo
      Que pena kk não sabe o que perde :D

    Responda!
  • avatar de Willi Weiss
    Willi Weiss
    24/10/2014 às 15:24:15   localizacao Maravilha - SC
    Puxa! Eu tava pensando hoje nuns jogos que quero finalizar assim que meu curso acabar e eu entre em férias.

    No meu caso particular, a maioria desses games são títulos que joguei na infância e pré-adolescência, os quais eu comecei diversas vezes, parei, aí pra começar de novo excluía meu save, jogava um pouco e parava de novo, e assim se formava um ciclo e por fim estou sem acabar esses games até hoje! Chamo eles de "listinha Sonic Heroes", visto que o jogo do ouriço que dá nome à lista é o campeão em vezes de eu ter começado e nunca ter ido muito além da metade.

    Esses dias mesmo eu terminei Mega Bomberman pro Mega Drive (influência do review que o Sabat fez no Retroplayers). Esse eu tava devendo a finalização pra mim mesmo há, por baixo, uns dez anos! Mas tá pronto finalmente! E terminá-lo me fez pensar em outros que quero finalizar, como Klonoa 2 (GBA), Ristar (Mega), Golden Axe III (Mega), Sonic Heroes (PC), e mais outros que não lembro de cabeça agora.

    Dos modernos não tenho nenhum começado e inacabado, estou procurando focar sempre em um por vez e o que eu não termino é por realmente não gostar e largar de vez (Crysis 1 e 2, Dead Space(S), Midnight Club Los Angeles e lá vai...).

    E eu odeio Shadow of The Colossus e jamais jogarei Ico! Me denunciem como Spam! XD

    Lendo esse texto fiquei contente em saber que tem mais gente com games pendentes e não só eu. Até me sinto melhor agora e não mais com tanta raiva da falta de tempo XD

    • avatar de sucodelarangela
      sucodelarangela
      24/10/2014 às 16:17:14   localizacao São Luís - MA
      Rapaz, coincidentemente tb vi uns outros posts por aí sobre o mesmo tema, acho que estamos todos em sintonia, haha!

      Jogos antigos eu já considero como jogos casuais hoje em dia, talvez por já ter jogado ou finalizado antes. A maioria dos que não terminei são jogos que peguei pela primeira vez.

      E como assim você não gostou de Dead Space? Acho tão massa... Shadow of the Colossus também. Mas Ico é podre, faz bem em não pegar ele.

      E é nóis com fila de zeramento! Abraço!
    • avatar de Rafael "Tchulanguero" Paes
      Rafael "Tchulanguero" Paes
      24/10/2014 às 19:04:02   localizacao Vespasiano - MG
      Ah Angela, você vem maltratando muito o meu pobre coração viu. Primeiro vem com essa de ter parado MGS4 no meio... como assim? Todo mundo sabe que a função primordial de um PS3 é ser uma máquina jogadora de MGS4! Ele existe para esse jogo! Agora, falar mal de ICO foi o "coup de grâce". Vou ser obrigado a me embriagar esse fds para esquecer...
    • avatar de Willi Weiss
      Willi Weiss
      25/10/2014 às 01:22:41   localizacao Maravilha - SC
      @Angela

      Não gostei de Dead Space por ter empacado nos 3! Veja só que bela merda! Hhauhauah!

      @Tchulanguero

      Cara, o Metal Gear Solid 4, digo pra ti, é um game polêmico. Eu não joguei, então quanto à jogabilidade em si não posso falar nada. Mas quanto ao que nós gamers temos que fazer para conseguir jogá-lo, meu Deus, é um sacrifício!

      Primeiro: para os usuários de PS3 bloqueado, o jogo não custa muito barato mesmo hoje em dia, porque ele é considerado meio que "raridadezinha", então os vendedores metem a faca mesmo. E para quem tem PS3 desbloqueado, o jogo pesa 35 GB para baixar. Ou seja, só conseguir o game já é uma conquista.

      Segundo: O normal dos games, sejam antigos ou modernos, é instalar dados no console/PC na primeira vez que são executados, e depois correrem direto. Mas o MGS4 não: ao que me parece (e que a Angela me corrija se eu estiver errado) cada capítulo do game instala 2GB no console (por isso que ela comentou sobre a preguiça de reinstalar tudo, jogar é o de menos).

      E terceiro: Tudo isso para umas 5 horas de gameplay intercaladas por cutscenes de 30 minutos e em Inglês! Afe, eu particularmente não quero esse jogo nem que ganhe Collector’s Edition dele de presente! Como dizem aqui na minha região: "Fuja loco!"

      E esse foi o bloco de Contra-Indicações Gamísticas com Willi de hoje! XD
    • avatar de sucodelarangela
      sucodelarangela
      25/10/2014 às 10:57:23   localizacao São Luís - MA
      @tchulanguero

      Escute o @Willi Weis, ele é o pai da razão aqui hoje, hehehe. É exatamente isso que ocorre com MGS4, são MUITAS cutscenes e, ouso dizer, ele é bem mais um filme do que um jogo. Você joga 40-60 minutos, vem cutscene de 15-30 minutos... É tipo, quando você ta pegando o jeito da fase, o jogo te corta.

      Já no caso das instalações, algumas versões instalam os 2gb de conteúdo a cada capitulo, mas o meu instalou tudo no começo, então esperei mais de 1h de instalação no HD. E mesmo com todo o conteúdo do jogo instalado, os loadings são absurdamente demorados, do tipo que quebra o clima do jogo mesmo.
    • avatar de Rafael "Tchulanguero" Paes
      Rafael "Tchulanguero" Paes
      27/10/2014 às 18:48:32   localizacao Vespasiano - MG
      @Willi Weiss
      @sucodelarangela

      Ok, vocês não gostam de Metal Gear, beleza. Mas não acham meio estranho reclamar do estilo de um jogo em sua quarta versão (fora os spin-offs)? Metal Gear Solid sempre foi assim, e o quarto não poderia ser diferente, por ser o fechamento de um arco... e é feio pelo Kojima.

      Sobre as instalações, acredito que é pelo jogo ser da primeira leva do PS3, quando descobriram que o Blu-Ray não era muito bom negócio para jogos.

    Responda!
  • avatar de Paulo Aquino
    Paulo Aquino
    27/10/2014 às 20:14:33   localizacao São Paulo - SP
    Sim, meus caros companheiros de blog "Vão Jogar" e de Alvanista.

    Eu, este maluco, fã de rock, heavy metal, e temas de anime e tokusatsu, e que ama as garotas sexies dos games (e sonha em fazer com elas coisas impublicáveis;), eu tambem já larguei jogos pela metade.

    Foi com Okami.

    E foi por um caso bem curioso.

    Primeiro, alguns casos de lentidão no meu Playstation 2.
    Meu NFS Most Wanted parava a ação do game pra carregar o que ainda faltava do cenário.
    Meu WWE All-Stars até hoje demora um século pra carregar...
    Agora, em Okami, alguns elementos de cenário (principalmente depois que eu chego em uma região fria) demoram um pouco pra carregar.

    Mas o pior não é isso.

    No próprio Okami...

    ...tem uns peixes punk de se pegar (e sempre tendo Stray Bead na parada).
    Há um carinha chamado Blockhead Grande, que é um chute nos bagos de passar.
    Isso minou a minha paciência.
    E eu quero terminar o jogo com 99 Stray Beads.

    Responda!
  • avatar de sucodelarangela
    sucodelarangela
    28/10/2014 às 10:34:02   localizacao São Luís - MA
    @Tchulanguero

    Eu gosto de MGS, só tenho preguiça. Quanto ao estilo do jogo, em relação às cutscenes, o 4 parece ser mais exagerado que os demais. Quanto à jogabilidade em si, tenho problemas seriíssimos com o CQC desde que ele surgiu, huahahua

    @Paulo Aquino

    Eu acho Okami lindo, mas ainda não joguei ele, então nem posso opinar direito sobre o que você achou do jogo. Agora essa história do chefão minar a paciência, é bem o que aconteceu comigo e Eternal Sonata...

    Responda!
  • avatar de Rafael Alencar
    Rafael Alencar
    28/10/2014 às 18:01:49   localizacao Fortaleza - CE
    Vixe! Tipo assim... jogos encostados esperando pra serem jogados eu tenho vários! Eis alguns: do Metal Hear Solid 3 em diante (Legacy Collection + Ground Zeroes, esse último q ganhei de aniversário), Bioshock 2 (aniversário também), Assassin’s Creed 2, Bayonetta 1, Castlevania Lord of Shadows 1 e vários outros! =T

    Mas assim, q joguei e parei eu só tenho um mesmo: Sonic Generations. Até pq quando eu começo um jogo eu vou até o final (quando é o caso).

    Esse Sonic Generations é um jogo muito louco! O último Sonic q eu tinha jogado até então era o Sonic 3 (há muuuito tempo) então nem fazia ideia de como era a jogabilidade desses "novos" Sonics 3Ds. E afirmo: isso não é um jogo pra criança!! Huhauhua!! É tudo muito rápido cara! Eu juro q tinha hora q eu não fazia a menor ideia do q tava acontecendo na fase.

    Mas aí joguei algumas fases e parti pro Uncharted, a trilogia na verdade e pense num jogo bom viu!

    Responda!
  • avatar de helisonbsb
    helisonbsb
    29/10/2014 às 23:13:43
    na época do Atari,,,lembro de passar o ano inteiro jogando os mesmos cartuchos: hero, enduro, river raid, mspacman, snoopy, pitfal e outros clássicos,,,era mais ou menos uns 5 cartuchos meus e de vez em quando outros emprestados,,,o que vejo hoje em dia é que existe muito o modismo e o que a geração atual quer: novidade,,,antigamente jogávamos mais por diversão...era bom tentar chegar a nona bandeirada no enduro,,, bons tempos,,,hoje em dia a galera quer novidade,,,se sai um jogo hoje,,,e outros amanhã,,,tudo vai ficando para depois, a galera quer novidade,,,hoje em dia jogo mais por diversão não penso em novidades,,,penso que teve uma época em que eu vivia jogando em casa de amigos e não me sentia muito bem,,,tinha amigos que não gostavam muito,,,,e outros que entendiam o meu lado,,,não tinha dinheiro para jogar,,,só quem passou por dificuldade que passei saberia o que é não ter video game para jogar,,,triste isso,,,,por tanto tento aproveitar o máximo os jogos que eu tenho,,,e lembro da época em que vivia jogando atari no vizinho até comprar o meu....valorizo muitos os jogos antigos e vejo que os atuais estão mesmo ficando na fila,,,,porque a geração atual quer novidade,,,hoje com tantos jogos que tenho não tenho tempo para jogar,,,já sou adulto, tenho que trabalhar e quando vou jogar já estou cochilando...tá fod..isso...então o que posso dizer é que aproveitem, joguem...porque um dia tudo isso vai ser dificil conseguir tempo entre namorada e video game,,,,valeu

    Responda!
  • avatar de sucodelarangela
    sucodelarangela
    30/10/2014 às 08:54:57   localizacao São Luís - MA
    @Vudu ♥

    Eu também prefiro pegar um jogo e ir até o final, minha meta sempre é essa. mas realmente tem jogo que a gente trava por algum motivo, sempre tem. Eu admito que só joguei Red Dead Redemption pra poder dar uma opinião completa sobre o porque de não gostar sem ser apedrejada e empalada em público pelos Redistas...

    Já Sonic (Somari e Caduco que me perdoem), não gosto. Acho chato demais... E Uncharted é mara, devia ter pegado antes! Mas ainda bem que jogou e não deixou essa pérola pra trás! ^_^


    @helisonbsb

    Eu queria poder jogar mais, mas tenho o mesmo problema que você: tempo! Meu horário no trampo é das 7:30 às 18:30, com uma hora e meia apenas de almoço, chego em casa um caco, então só jogo nos fins de semana (se não tiver compromisso).

    E esses lançamentos atuais, tanto de consoles quanto de jogos, vou deixar pra depois. O meu pensamento atual é que ainda tem muito jogo de PS3 pra pegar, e a tendência é que os jogos mais antigos de PS3 fiquem mais baratos... então aproveito sempre pra pegar algum jogo mais antigo que não tinha aproveitado, tipo o Mass Effect e, agora, o Dragon Age: Origins que ainda não tinha. E estou jogando até o fim. Esses do meu escrito, um dia eu pego de volta, hehehe

    Responda!
  • avatar de Rafael "Tchulanguero" Paes
    Rafael "Tchulanguero" Paes
    30/10/2014 às 22:22:38   localizacao Vespasiano - MG
    @sucodelarangela

    CQC foi a melhor coisa que inventaram em Metal Gear S2

    @Rafael Alencar

    Na verdade não é jogo para velho, que não tem muito reflexo, hwa hwa hwa.

    Responda!
  • avatar de sucodelarangela
    sucodelarangela
    31/10/2014 às 14:08:53   localizacao São Luís - MA
    @Tchulanguero

    Eu me perco todinha no CQC e acabo fazendo merda... =(

    @Vudu ♥

    Ééééééééguas, te chamou de velho, eu não deixava! Iu!

    Responda!
  • avatar de Rafael Alencar
    Rafael Alencar
    31/10/2014 às 15:11:23   localizacao Fortaleza - CE
    @Sukita
    E se eu te disser q um dia desses a gente tava falando sobre isso! Haha!!
    Eu disse q tenho 30 anos, mas q queria ter mesmo cara de 30, pq eu não pareço ter 30 anos, pelo menos é o q me dizem sempre.

    @Tchula
    Eu duvido q uma criança entenda pelo menos metade do q acontece aqui:

    Huahuahua!!!

    Responda!
  • avatar de Rafael "Tchulanguero" Paes
    Rafael "Tchulanguero" Paes
    04/11/2014 às 00:28:48   localizacao Vespasiano - MG
    @sucodelarangela

    Eu já acho mó fácil, rzs.

    @Rafael Alencar

    Poxa Xará, agora você deu uma de velho mesmo, hwa hwa hwa. Tem nada demais nessa fase aê.

    • avatar de Rafael Alencar
      Rafael Alencar
      05/11/2014 às 10:39:41   localizacao Fortaleza - CE
      Ah, eu sei q tu tá me zoando @Tchula! ^^
    • avatar de Rafael "Tchulanguero" Paes
      Rafael "Tchulanguero" Paes
      05/11/2014 às 18:58:13   localizacao Vespasiano - MG
      Não tô não ¬¬

    Responda!
  • avatar de Paulo Aquino
    Paulo Aquino
    07/02/2017 às 17:47:48   localizacao São Paulo - SP
    Eu vou citar aqui um caso que tem um pouco de frustração pessoal.

    Okami, de Playstation 2.

    É um negócio de embasbacar. Pra quem ama de paixão cultura japonesa (e no caso mitologia japonesa), é uma delícia. Eu só senti algo parecido quando joguei Phantasy Star 1 em 1996.

    Eu detonei lá o Orochi sem precisar jogar King of Fighters. Eu chutei a poupança do Ninetails (que lembra a raposa de nove caudas do Naruto).

    Mas aí o meu "Highlander" começou a dar problema, em jogos 3D os gráficos ficavam zoados, esquisitos, faltando coisa. Mesmo jogos 2D levavam séculos pra carregar. Chegou num ponto que nem CD de música lia mais.
    Claro, meu Play2 já teve seu leitor consertado. O problema agora são os joysticks (o Start não responde mais).

    Como consolo, eu escuto no celular a sublime música de créditos finais do Okami. Baixem. Vocês irão se emocionar.

    @Willi Weiss
    Mega Bomberman? Esse jogo é "mucholoco", bem da hora. Sabe quando eu terminei ele pela primeira vez? 1998.

    • avatar de Paulo Aquino
      Paulo Aquino
      07/02/2017 às 17:52:44   localizacao São Paulo - SP
      Véio, post "vale a pena ler de novo" não dá. Turma, desculpa, viu!... Agi meio no "piloto automático". Postei primeiro e perguntei só mais tarde. KKKKKKKKKKKKKKK

      Que lambança que eu fiz...
    • avatar de sucodelarAngela
      sucodelarAngela
      07/02/2017 às 18:13:18   localizacao São Luís - MA
      Ow, Paulo, aqui a gente não tem problema em desenterrar posts, comentários são sempre bem vindos até nas postagens mais antigas, então sinta-se sempre à vontade!!!

      Btw, nunca zerei Okami. Nunca nem joguei direito, apesar de acha-lo lindo demais. Vergonha minha!
    • avatar de Rafael "Tchulanguero" Paes
      Rafael "Tchulanguero" Paes
      07/02/2017 às 23:16:13   localizacao Vespasiano - MG
      Hwa hwa hwa, anos depois e ainda não conseguiu jogar novamente Okami? :P

      Se bem que eu não posso falar nada, tenho a versão de Wii dele novinha que comprei uns anos atrás e também ainda não joguei. :/

    Responda!
Acompanhe as tagarelices deste escrito por e-mail
e-mail  

       

fechar

Parceiros & Links

52|Marvox Brasil|http://marvoxbrasil.wordpress.com|As formas mais variadas do universo dos games e vídeogames em um só lugar. Matérias, detonados, curiosidades, podcasts e vídeo-análises. Leia o Blog MarvoxBrasil e desperte o gamer em você!§42|Gamer Caduco|http://gamercaduco.wordpress.com|Histórias de um gamer que está cada vez mais próximo de caducar de vez.§61|Nação Cucamonga|http://nacaocucamonga.blogspot.com.br|A cultura do terceiro mundo esmagando a do primeiro.§47|Arquivos do Woo|http://arquivosdowoo.blogspot.com.br|De tudo um pouco na medida certa.§58|Videogames com Cerveja|http://www.vgscomcerveja.com.br|Videogames com Cerveja é um blog sobre games, cujo o principal objetivo é compartilhar experiências "videogamísticas" (tanto na jogatina quanto no colecionismo)! Então não espere encontrar muitas notícias ou reviews detalhados sobre games por aqui!§43|My Detonation|http://mydetonation.blogspot.com.br|O blog do grande Trevoso, sobre o que ele joga, jogou e quer jogar, com indicações de downloads e vídeos.
logo
Vão Jogar! - Um site que aborda a cultura dos videogames com seriedade e bom humor.
Vão Jogar! & TMS criados por Rafael "Tchulanguero" Paes - 2008 ~ 2017
topo rodapé