logo Vão Jogar!
logo Vão Jogar! DegustaçãoSpider-Man

Uma Aranhazinha Subiu Pela Parede...

Análise de Spider-Man - O filme "O espetacular Homem-Aranha 2" está aí e por isso vamos relembrar o melhor game do amigão da vizinhança já lançado...

autor João Roberto   datahora 02/05/2014 às 12:26:52   tagarelices 10

O filme "O espetacular Homem-Aranha 2" está aí e por isso vamos relembrar o melhor game do amigão da vizinhança já lançado...


O Homem-Aranha é um cara legal. Ele já passou por tudo o que um herói pode enfrentar: perdeu o amor de sua vida, perdeu seu melhor amigo, viu pessoas próximas perderem a vida (quantas perdas!) e viu vilões crescerem a ponto de se tornarem nomes fortes entre a sociedade e até mesmo no governo, tudo isso apenas para tornar sua vida um inferno. E, apesar de tudo de ruim que já lhe aconteceu, ele sempre manteve seu bom humor, talvez sua maior arma contra o crime, e justamente aquilo que o torna diferente de todos os outros heróis.

Homem-Aranha

Criado em 1962, o Homem-Aranha nasceu da cabeça do grande Stan Lee, criador de praticamente todo o Universo Marvel, casa de outros heróis conhecidos, como X-Men, Capitão América, Hulk e Quarteto Fantástico. Na época, o que se via nos quadrinhos eram heróis musculosos e altivos, quase semideuses caminhando na Terra, vide Thor, Superman, Mulher-Maravilha e Hulk, então, o que um jovem franzino e pacato poderia fazer ao lado de verdadeiros titãs? A resposta é... Muito!

Picado por uma aranha irradiada, ele recebeu poderes similares aos do aracnídeo que lhe permitem escalar paredes, dar saltos de até 15 metros de altura e, graças à sua força sobre-humana, levantar várias vezes o próprio peso. Exageros à parte, eu já o "vi" suportar o peso de todo o Clarim Diário nos ombros. E, ainda, ele tem um "quê" de pessoa normal que da noite para o dia ganha super-poderes, e todo o lance de "com grandes poderes vêm grandes responsabilidades". Certa vez seu criador disse que imaginou o Homem-Aranha justamente como uma pessoa normal, com problemas financeiros e capaz de pegar uma gripe e ficar de cama, porém, capaz também de grandes feitos.

Mas, o mais importante é que ele é carismático e todos os produtos com sua marca vendem muito, principalmente entre as crianças, o que sempre impulsionou a criação de jogos do cabeça de teia para os videogames. Até hoje o Aranha já teve zilhões de jogos lançados para as mais variadas plataformas, como Atari 2600, Mega Drive, Snes, Game Boy até às plataformas mais recentes.

Desde sempre eu considerei Maximum Carnage como o melhor jogo do Aranha, que era um game que resgatava todo o charme dos quadrinhos, desde o visual dos personagens até nas onomatopeias que apareciam a cada golpe, mas isso até pôr as mãos no jogo Spider-Man para o primeiro PlayStation.

Maximum Carnage
Maximum Carnage

Este game foi lançado em 2000 (é, faz tempo, se você jogou na época está ficando velho rsrs) e todos falavam só do lançamento do Playstation 2, mas como eu não tinha nem um PS1, jogava Spider-Man na casa dos amigos. Mesmo com o visual "Minecraft" das cabeças e mãos quadradas, o jogo era muito bom, mas eu só fui zerar mesmo quando consegui meu primeiro PS1 e aproveitá-lo no conforto de minha poltrona. Sim, na época eu jogava sentado em uma poltrona que meu pai não queria mais e sinto falta disso até hoje. Foram muitas madrugadas de sustos com Resident Evil ou os Endurances de Gran Turismo.

Foco, João! Fale sobre o jogo!

Spider-Man PSOne - Capa

A história começa com uma apresentação científica do Doutor Otto Octavius, mais conhecido como Dr. Octopus. Lá estão Peter Parker e Eddy Brock. Brock está tentando voltar às graças do proprietário e editor-chefe do Clarim Diário, já que ele não é o mais honesto dos profissionais e neste momento surge na apresentação o Homem-Aranha, que derruba os seguranças e rouba o experimento do Doutor Octavius. Na verdade não se trata do Homem-Aranha, mas um embuste e, antes de sair, o falso Aranha quebra a câmera com a qual Brock tira suas fotos. Arrasado, ele começa a lamentar e surge o simbionte alienígena que já foi o uniforme negro do Homem-Aranha e assim nasce Venom.

Venom
Diga "xis"!

E assim começa a aventura. No início o jogo tem um tutorial prático em que a Gata Negra (Black Cat, na verdade Felícia Hardy, antiga namorada de Peter Parker) que apresenta ao herói os comandos como disparar teias, se pendurar por entre os prédios e ataques básicos como chutar e socar. Pouco antes o Dr. Octopus acionou uma máquina (lembra da parada lá do início? Do embuste?) e liberou uma fumaça tóxica que toma toda a cidade. Na verdade, a fumaça serve para disfarçar as limitações do console, principalmente quando o herói se pendura nos prédios e as ruas deveriam aparecer lá embaixo. Quando você está de prédio em prédio, tudo o que vê é a fumaça.

Gata Negra
Gata Negra

Durante o jogo aparecem personagens clássicos dos quadrinhos como J. Jonah Jameson e vilões como os já citados Venom, Dr. Octopus, Shocker e Rhino. E a jogabilidade? É das melhores que já apareceram no primeiro aparelho da Sony. Você pode saltar, grudar nas paredes, lançar teias para prender o inimigo e enrolar as mãos com as teias - tipo luvas - para dar socos mais fortes. O legal do game é que a dificuldade vai aumentando conforme avança na história e existe uma gama interessante de desafios, como a pancadaria em si, ter que salvar reféns em um banco ou ter que resgatar J. J. Jameson das garras do Lagarto.

Agora, o melhor do jogo mesmo está na parte final, em que enfrentamos Carnificina, vilão surgido de uma parte do simbionte que deu origem ao Venom. Carnificina é um vilão difícil, mas com um pouco de atenção dá para derrotá-lo sem maiores problemas, assim como o Dr. Octopus, mas a coisa esquenta no chefe final, que e a junção do Simbionte do Carnificina com o Dr. Octopus. Este é superpoderoso e não há mais o que fazer a não ser fugir. Para piorar, há uma bomba prestes a explodir e toda vez que vilão se aproxima é hasta la vista, Peter! Sério! Não adianta tentar acertá-lo, pois é fim, e cruel, diga-se de passagem. O negócio é fugir o mais rápido possível, sempre prestando atenção ao caminho, pois por vários momentos o caminho muda, para cima ou para trás e os controles podem confundir um pouco, aliás, é a intenção do jogo. Se conseguir escapar é só conferir a animação final.

Octo-Carnage
Run, Spidey! Run!

Durante o jogo é possível coletar itens como capas históricas de HQs do Homem-Aranha e quem é fã consegue reconhecer várias de primeira. E são muitas. É possível, também, conseguir outros uniformes, como o uniforme negro ou uniforme do Aranha-Escarlate. O chato é que nas cenas de corte o uniforme volta ao tradicional, e isso quebra um pouco o impacto, contudo, está tudo no disco. Fosse hoje em dia, teríamos que comprar um por um...

Aranhas

Outra coisa legal é que o jogo é praticamente todo narrado e quem narra é o próprio criador do herói, Stan Lee. Mas isso é comum, já que ele gosta de aparecer em qualquer coisa relacionada ao Universo Marvel, e você já deve tê-lo visto em todos os filmes dos heróis da casa das ideias.

Stan Lee em Thor
Stan Lee em Thor

Stan Lee em X-Men 3
Em X-Men 3

Stan Lee em Homem-Aranha 3
Em Homem-Aranha 3

Enfim, falando de jogos, muitos outros vieram depois, para várias plataformas, inclusive para o próprio PS1, Mas para mim, este sempre será a melhor aventura do cabeça de teia. Ah, o jogo também foi lançado para o Sega Dreamcast, mas eu nunca joguei e uma versão foi lançada para o Nintendo 64, mas devido às limitações do cart, as animações do jogo de PS1 foram substituídas por cenas estáticas no formato HQs. Não chega a ser ruim, mas quem jogou no PS1 provavelmente não irá gostar. Eu não gostei.

O game foi produzido pela dupla Activision/Neversoft, de Tony Hawk’s Pro Skater, isso todo mundo sabe e também sabem que dava para fazer várias manobras no Skate controlando o Aranha. O engraçado é que vários colegas meus diziam - e até juravam - que o Tony Hawk disputava campeonatos vestido de Homem-Aranha. E o Aranha estava na moda nesta época, pois ele também fez uma ponta no game X-Men: Mutant Academy 2 como um personagem secreto.

Aranha em Tony Hawk’s Pro Skater 2

Se você não conhecia o game, ou nunca jogou, faça isso, desenterre seu PS1 e jogue. O jogo é muito bom e se você já jogou, jogue novamente, pois vale a pena.

Aranha - Vão Jogar!
Então... Vão Jogar!

Spider-Man
Spider-Man

Série: Homem-Aranha
Estúdio: 
Plataformas: Dreamcast, Game Boy, Mac, Nintendo 64, PlayStation e Windows

Compartilhe

Pin it


Leia também...



10 tagarelices já foram feitas!


e-mail  
nome  
localização  
site  
tagarelice   ativar o editor de texto desativar o editor de texto


E-mail Receba notificações para novas:     ok respostas      ok tagarelices      ok publicações

 

  • avatar de sucodelarangela
    sucodelarangela
    02/05/2014 às 13:31:08   localizacao São Luís - MA
    Caraaaalho, Professor!!!

    Desenterrou um dos jogos mais modafócas que eu já joguei na minha vida, putz! Felicidade total agora com esse post!

    Sério, o Spidey é o meu herói favoritos, não tem porra de Bátima, não tem porra de Superman com S de Esperança, não tem porra de Wolverine imortal, eu gosto mesmo é do Aranha! Ele é gente como a gente, tem problemas como qualquer outro ser humano "comum", dívidas, brigas com a namorada, doenças, cansaço... e ainda assim cheio de frases engraçadas que quebram qualquer investida "verbal" dos inimigos. Isso me conquistou no Aranha.

    Antigamente eu lia os quadrinhos. Não cheguei a ler todos, nem a acompanhar muitas sagas, mas acabei parando na saga dos clones, achei que ficou muito zoado. Acho que foi mais ou menos nessa mesma época que consegui esse game pro meu PS1, e lembro que sempre mudava o uniforme dele (alguns dos uniformes dos clones também estavam lá). Também gostava de ver as capas das revistas, principalmente pelo fato de a maioria (não sei se eram todas) ainda serem com as artes do Todd MacFarlane, que foi o meu desenhista favorito.

    Quanto às limitações da época, eu não ligava se a cidade não aparecia embaixo, isso era o de menos. Também não ligava quando as pessoas diziam que ele prendia as teias nas nuvens, isso também era de menos. O jogo era super divertido e hoje faz muita falta pra mim.

    Obrigada pelas boas lembranças, Professor! ♥

    Responda!
  • avatar de João Roberto
    João Roberto
    02/05/2014 às 19:25:58   localizacao Apucarana - PR
    @ Ângela

    Sabe? Eu adorava jogar este game. Dos zilhões de jogos do PS1 que eu já joguei, este fica ao lado de Breath of Fire 4 e Resident Evil 2 na lista dos meus favoritos.

    Eu achava muito bacana por conta de eu estar no ápice da minha coleção, eu lia muito o Aranha (acompanhei os 2 anos da saga do clone) e tudo o mais. Foi nessa toada que joguei X-men Mutant Academy e me desafortunei com Spawn (sim, eu também era superfã do McFarlane).

    As teias nas alturas? Quem liga? Pior era em Marvel Super Heroes em que dava pra ver a teia "grudando no nada" e eu nunca me importei com isso. Era até motivo de graça...

    Obrigado!!

    PS: Eu também acho que não tem pra nenhum outro. O Homem-Aranha ruleia!!

    Responda!
  • avatar de Rafael "Tchulanguero" Paes
    Rafael "Tchulanguero" Paes
    06/05/2014 às 00:01:15   localizacao Vespasiano - MG
    Ah, essa é a merda de não ter tido os consoles na época dele... te falar que nunca joguei a sério nenhum jogo do Cabeça de Teia... sério! Lembro dos meus amigos jogando e eu até brincando um pouquinho, e achava um barato. To precisando de uma grana extra pra investir no meu PSOne que tá parado viu, rzs.

    Valeu pelo escrito João, abraço!

    Responda!
  • avatar de Destruidor
    Destruidor
    06/05/2014 às 12:26:49   localizacao Inferno
    Lembrei dos jogos, engraçado que joguei quase todos os jogos do spider man até hoje e nenhum foi melhor que Spider Man 1 e 2 do PS1, e isso é assustador porque se voce parar para pensar o quão limitado era esses jogos (voce mal podia andar pela cidade e fazer manobras com teias)e hoje com toda a tecnologia nao conseguem criar jogos descentes fieis aos quadrinhos, e esses dois primeiros te imergem ao universo de spider man dos quadrinhos perfeitamente com inimigos classicos

    Responda!
  • avatar de Sekto
    Sekto
    07/05/2014 às 14:07:31   localizacao São Luís-MA
    Puxa não sei desde quando, mas tenho hoje em dia o nosso querido Spidey(bota querido nisso) como o meu Super Heroi favorito.
    Não tinha dinheiro pra ta comprando HQs mas pedia emprestado de amigos pra acompanhar um pouquinho.
    Quanto a esse jogo eu so via os outros jogarem também (fuck ser pobre =/ ). E gostava pakas só de ver mesmo.

    @Destruidor
    De fato, to jogando esse espetacular e to gostando muito da diversão que tenho mas infelizmente não senti o personagem entrar (ui). É como se fosse outro Peter na roupa do aranha.
    E considerando ele como um piadista-nato, poderiam ter caprichado mais nesse quesito pois nesse as piadas repetem muito.
    Preferi o Deadpool.

    Responda!
  • avatar de Gamer Caduco
    Gamer Caduco
    13/05/2014 às 13:38:43   localizacao SP
    Vc me fez lembrar de um dos jogos que mais gostei de ter jogado na infância, do Spider Man... maaaaaaaas... foi o do Mega Drive, claro! huahuahua... eu e as histórias com o Megão, melhor parar por aqui.

    Cara, o que eu mais curto nos seus posts que envolvem heróis é que sempre que eu leio eu aprendo um pouco mais sobre eles e os vilões dos quadrinhos, já que vc entende bastante do assunto e sempre compartilha com os mortais que não fazem leitura dos mesmos, tipo eu!

    O jogo pra PSX parece realmente bom, só dispenso as parafernalhas de Tony Hawk pq não gosto desse tipo de jogo, mas de resto até a sacada da fumaça foi genial. Os caras sempre dão um jeito de esconder limitações técnicas. Ou quase.

    O jogo ficou datado pra quem nunca jogou e vai experimentar pela primeira vez depois de tanto tempo jogando PS3 ou é dos que sobreviveram bem a maldição do tempo? Pergunto não só em relação à gráficos, mas a jogabilidade também. Tem jogo de PS2 que tem configuração de controle bem diferente do que vemos hj em dia e eu não consigo mais jogar (oi RE4, estou falando de vc). Fora jogos que tem movimentação meio "dura" que incomoda bastante também. Por isso tô perguntando antes de procurar o jogo... hehehehehe.

    Ótimo post, João! Como sempre!
    Abraço

    Responda!
  • avatar de sucodelarangela
    sucodelarangela
    14/05/2014 às 13:19:46   localizacao São Luís - MA
    @Todos

    Cara, que lindo ver que todo mundo gosta do Cabeça-de-Teia, é muito amor. ♥

    @Caduco

    Olha, eu não sei se essa seria a opinião do @Professor, mas pra mim esse jogo do Spidey não é datado, não, acho que sobreviveu bem, claro, considerando as limitações da época. Experimente!

    Responda!
  • avatar de tristanccm
    tristanccm
    14/05/2014 às 16:59:35
    Se eu não me engano esse jogo também saiu pra N64. Procede isso?

    Responda!
  • avatar de Destruidor
    Destruidor
    14/05/2014 às 17:01:51   localizacao Inferno
    @tristanccm

    Sim saiu ,mas eu nem jogaria ,me arrependi so de ter baixado no emulador hiueha a versão do PS1 é bem melhor que a do N64 que é capada , a do ps1 tem cutscenes e tal

    Responda!
  • avatar de helisonbsbhelinux
    helisonbsbhelinux
    21/05/2014 às 15:22:31
    bons tempos de spiderman no mega drive e psx....joguei muito as versões do sistema 16 e 32 bits....hoje em dia spider é sempre lembrado tanto nos cinemas, desenhos e games,,,interessante a matéria sobre o cabeça de teia...valeu

    Responda!
Acompanhe as tagarelices deste escrito por e-mail
e-mail  

       

fechar

Parceiros & Links

52|Marvox Brasil|http://marvoxbrasil.wordpress.com|As formas mais variadas do universo dos games e vídeogames em um só lugar. Matérias, detonados, curiosidades, podcasts e vídeo-análises. Leia o Blog MarvoxBrasil e desperte o gamer em você!§58|Videogames com Cerveja|http://www.vgscomcerveja.com.br|Videogames com Cerveja é um blog sobre games, cujo o principal objetivo é compartilhar experiências "videogamísticas" (tanto na jogatina quanto no colecionismo)! Então não espere encontrar muitas notícias ou reviews detalhados sobre games por aqui!§61|Nação Cucamonga|http://nacaocucamonga.blogspot.com.br|A cultura do terceiro mundo esmagando a do primeiro.§42|Gamer Caduco|http://gamercaduco.wordpress.com|Histórias de um gamer que está cada vez mais próximo de caducar de vez.§43|My Detonation|http://mydetonation.blogspot.com.br|O blog do grande Trevoso, sobre o que ele joga, jogou e quer jogar, com indicações de downloads e vídeos.§47|Arquivos do Woo|http://arquivosdowoo.blogspot.com.br|De tudo um pouco na medida certa.
logo
Vão Jogar! - Um site que aborda a cultura dos videogames com seriedade e bom humor.
Vão Jogar! & TMS criados por Rafael "Tchulanguero" Paes - 2008 ~ 2017
topo rodapé