logo Vão Jogar!
logo Vão Jogar! MatériaHorizon Zero DawnBGS 2016

Brasil Game Show 2016: Horizon Zero Dawn

Com batalhas táticas e dinâmicas, Horizon Zero Dawn nos leva a um futuro aonde a natureza se vinga da humanidade através das máquinas.

autor Rafael "Tchulanguero" Paes   datahora 08/09/2016 às 03:40:09   tagarelices 6

Com batalhas táticas e dinâmicas, Horizon Zero Dawn nos leva a um futuro aonde a natureza se vinga da humanidade através das máquinas.


Eu já havia falado um pouco sobre a demo que joguei de Horizon Zero Dawn no primeiro dia de BGS, mas o RPG de mundo aberto da Guerrilla Games também teve uma apresentação de jogabilidade no estande da Sony, feita pelo produtor americano Daimion Pinnock, explicando um pouco mais sobre o jogo. Assim como em outros jogos apresentados, Daimion disse que se tratava de uma versão preliminar, embora de todos que eu tenha visto, Horizon Zero Dawn foi o que se mostrou mais polido, já contando inclusive com legendas em português brasileiro.

Daimion Pinnock
Daimion Pinnock é um dos produtores de Horizon Zero Dawn
e Detroit: Become Human.

Na história do jogo acompanhamos a jornada de Aloy, uma arqueira que desde criança foi marginalizada por ter nascido fora do vale onde mora com um grupo de outros humanos, tendo sido criada por outro forasteiro que aparentemente também não é muito bem vindo por lá. A palavra "outcaster" é utilizada frequentemente, e o vale é considerado uma espécie de oásis em relação ao restante do mundo, uma região proibida e deserta, onde a natureza corrompeu as máquinas que assumiram formas de animais selvagens que atacam os humanos que encontram pelo caminho. As pessoas do vale acreditam que tudo ocorreu como uma espécie de castigo divino, e portanto nada deve ser questionado, eles somente devem sobreviver. A aventura de Aloy se dará fora desse vale, onde ela irá procurar respostas sobre o motivo real das máquinas terem se corrompido e solucionar de vez o problema. Em um dos trechos da apresentação, Aloy se depara com uma porta altamente tecnológica, onde um bioscanner a reconhece, dando a entender que ela é uma figura realmente importante nos acontecimentos daquele mundo.

Logo de cara não dá para não se impressionar com o quão bonito é HZD, não somente pelos seus gráficos, como também pelos lindos cenários, que me lembraram um pouco Xenoblade Chronicles X por seus "animais" de tamanhos variados. Durante a demonstração caminhamos apenas por uma savana, mas na apresentação da história também foi mostrado um cenário com uma intensa nevasca, indicando que haverá uma variedade de ambientes. O jogo em si não parece ser muito diferente de outros RPGs de mundo aberto com os quais estamos acostumados, com um mapa enorme e várias missões principais e secundárias, além de muitos diálogos, com um sistema de escolhas de respostas tal qual como um Mass Effect.

Horizon Zero Dawn

Mas onde HZD brilha mesmo é em suas mecânicas de batalha, que embora bem dinâmicas, exigem uma certa estratégia para que você consiga vencer os adversários mais fortes. Para isso você conta com uma grande variedade de armas, munições e roupas, cada qual com suas vantagens e desvantagens para cada tipo de inimigo. Ainda é possível coletar itens das máquinas abatidas para fazer mais armamentos.

A mecânica é bem variada, permitindo que cada pessoa utilize o estilo de jogo que melhor lhe convir. Você pode andar sorrateiramente, preparar armadilhas contra os inimigos mais fortes, utilizar coberturas, utilizar um modo de focus que indica a fraqueza dos inimigos e capturar algumas máquinas corrompidas para utilizar de montaria ou outras funções diversas, podendo até mesmo sair delas e chamá-las com um assovio depois, mas tudo sempre de forma bem ágil, tanto que o menu de seleção de armas não pausa o jogo, apenas o deixa mais lento.

Aloy

Eu perguntei a Daimion sobre a ausência de um sistema de trava de mira, que foi algo que eu senti falta e me deixou um pouco perdido com a câmera quando joguei, e ele me disse que existe a possibilidade do recurso ser implementado até a versão final. Levando em consideração que ele mesmo falou que haverão batalhas com muitos inimigos simultaneamente em partes avançadas do jogo, seria algo realmente muito bem vindo.

Daimion também aproveitou para frisar sobre eles estarem fazendo um jogo com uma personagem feminina forte, diferindo do tradicional "donzela em perigo", um conceito que felizmente vem sendo mudado ao longo dos últimos anos.

Horizon Zero Dawn está prometido para o dia 28/02/2017, exclusivamente para PlayStation 4.

* Revisado em 14/07/2017 às 01:54:49

Horizon Zero Dawn
Horizon Zero Dawn

DLC: Horizon Zero Dawn: The Frozen Wilds
Estúdios:  e
Plataforma: PlayStation 4

Compartilhe

Pin it


Leia também...



6 tagarelices já foram feitas!


e-mail  
nome  
localização  
site  
tagarelice   ativar o editor de texto desativar o editor de texto


E-mail Receba notificações para novas:     ok respostas      ok tagarelices      ok publicações

 

  • avatar de leandro (leon belmont odst) the devil summoner
    leandro (leon belmont odst) the devil summoner
    08/09/2016 às 07:24:35   localizacao Recife-PE
    o jogo parece visualmente bonito e pode até concorrer a GOTY, mas...melhor não entrar no trem do Hype. pois ultimamente, tende a descarrilhar

    • avatar de Ulisses 8Bits
      Ulisses 8Bits
      13/09/2016 às 17:16:20   localizacao Curitiba
      O jeito é aguardar. Criar expectativas em relação a qualquer coisa é um perigo!

    Responda!
  • avatar de Ulisses 8Bits
    Ulisses 8Bits
    08/09/2016 às 20:28:18   localizacao Curitiba
    Eu gosto muito de jogar com personagens femininas, em jogos de luta ou qualquer outro gênero. Seja ela gostosa/sensual ou não. Acho que o fato da mulher, biologicamente, ser mais fraca que o homem, isso torna o desafio da protagonista mais interessante. Claro, exceto nos casos de heroínas tipo a Mulher maravilha ou Super Girl, aí elas possuem super poderes e este argumento não tem sentido. Mas no caso da Lara Croft e dessa personagem de Horizon Zero Dawn, que traz mulheres humanas, a superação de sua fraqueza física através de treinamentos e luta, torna os jogos mais interessantes do que de cara ter um cara "fortão" já na primeira fase.

    • avatar de Rafael "Tchulanguero" Paes
      Rafael "Tchulanguero" Paes
      13/09/2016 às 01:21:00   localizacao Vespasiano - MG
      Aloy não é apresentada como uma personagem fisicamente frágil em nenhum momento, muito pelo contrário, ela é provavelmente a mais forte e hábil de todo o vale. Até porque, esse lance de mulher ser mais frágil só vale quando você compara com um homem em iguais condições de treino. Eu mesmo perco fácil fisicamente para qualquer mulher que pratica esportes regularmente, rzs.
    • avatar de Ulisses 8Bits
      Ulisses 8Bits
      13/09/2016 às 02:47:44   localizacao Curitiba
      Beleza, eu entendi. De maneira alguma Aloy é frágil, ela parece ser bem forte e guerreira. Na verdade o lance da mulher é que o tecido ósseo, o tecido muscular, os hormônios, e a estrutura física humana privilegia o homem a ser naturalmente mais forte. Não culpe a mim, culpe a Ciência, a Evolução, a Biologia e a Anatomia. Mas é claro. Qualquer mulher que pratica esportes ou artes marciais ou algo assim, pode ficar bem mais forte e rápida do que qualquer homem. E sobre perder para uma mulher, me inclua nesta lista também Rafael, faz um tempão que não faço qualquer exercício.
      :)

    Responda!
  • avatar de Gamer Caduco
    Gamer Caduco
    13/09/2016 às 20:58:52   localizacao SP
    Eu devia ter tentado jogar este tróço, parece bem legal. Mas só assisti, a fila desanimou!
    Gostei do relato, parece bom mesmo!

    Responda!
Acompanhe as tagarelices deste escrito por e-mail
e-mail  

       

fechar

Parceiros & Links

42|Gamer Caduco|http://gamercaduco.wordpress.com|Histórias de um gamer que está cada vez mais próximo de caducar de vez.§47|Arquivos do Woo|http://arquivosdowoo.blogspot.com.br|De tudo um pouco na medida certa.§61|Nação Cucamonga|http://nacaocucamonga.blogspot.com.br|A cultura do terceiro mundo esmagando a do primeiro.§58|Videogames com Cerveja|http://www.vgscomcerveja.com.br|Videogames com Cerveja é um blog sobre games, cujo o principal objetivo é compartilhar experiências "videogamísticas" (tanto na jogatina quanto no colecionismo)! Então não espere encontrar muitas notícias ou reviews detalhados sobre games por aqui!§52|Marvox Brasil|http://marvoxbrasil.wordpress.com|As formas mais variadas do universo dos games e vídeogames em um só lugar. Matérias, detonados, curiosidades, podcasts e vídeo-análises. Leia o Blog MarvoxBrasil e desperte o gamer em você!§43|My Detonation|http://mydetonation.blogspot.com.br|O blog do grande Trevoso, sobre o que ele joga, jogou e quer jogar, com indicações de downloads e vídeos.
logo
Vão Jogar! - Um site que aborda a cultura dos videogames com seriedade e bom humor.
Vão Jogar! & TMS criados por Rafael "Tchulanguero" Paes - 2008 ~ 2017
topo rodapé