logo Vão Jogar!
logo Vão Jogar! Butecada da Vez

Butecada Da Vez - Nº 10: A Preguiça Da Indústria

Butecada da Vez entra em ação e dessa vez quer saber: o que você acha dessa onda de relançamentos que afeta a indústria de jogos? Desce uma gelada e senta aqui, vamos butecar!

autor sucodelarAngela Caldas   datahora 01/08/2014 às 12:08:18   tagarelices 29

Butecada da Vez entra em ação e dessa vez quer saber: o que você acha dessa onda de relançamentos que afeta a indústria de jogos? Desce uma gelada e senta aqui, vamos butecar!


Sabe quando uma nova geração de consoles chega e as produtoras anunciam várias novidades foderosas que te deixam babando? Pois é, eis que a oitava geração de consoles está quase completando o seu primeiro aninho de vida e o catálogo de jogos novos continua mais fraco que ventilador de filme de detetive dos anos 80. Parece que a indústria, mais do que nós, tem acreditado cada vez menos na sua nova geração, e o resultado é que vemos cada vez mais jogos da mesma franquia sendo lançados todo santo ano, uma moda incontrolável de lançamentos de remakes e reboots, além das famigeradas versões remastered. A única que parece realmente preocupada com jogos novos é a Nintendo, que tem tido boas novidades para o Wii U e que conta com vários títulos e novas IPs, mas mesmo assim sofre um certo preconceito bobo por parte do próprio público. Será que isso realmente era o que você esperava? Você pretende comprar - ou já comprou - algum console da nova geração? Qual o segredo por trás de tanta repetição? Leia a opinião dos nossos escritores cachaceiros e dê o seu pitaco!

Tchulanguero

Ando discutindo muito sobre esse assunto com o pessoal. A minha conclusão é que desde a geração passada, chegamos a uma maturidade tecnológica nos consoles que não há mais espaço para a velha propaganda dos "melhores gráficos", porque eu acho que isso já ficou para trás, certo? Some a isso uma necessidade (real) das empresas em bancarem os seus altos custos em produção, distribuição e divulgação, e o que temos é uma indústria desesperada por encontrar fórmulas cada vez mais rápidas de conseguir dinheiro sem ter que se esforçar muito. Agora o mais engraçado, é que todos reclamam, mas temos Call Of Duty, Fifa e Assassin’s Creed batendo recordes de venda anos após ano, assim como os reboots, e gente chorando pra portarem vários jogos passados para a geração atual. Então eu sempre chego no velho ponto: está assim porque os jogadores aceitam (e querem) assim. Se a geral acha que o PS4 não tem muitos jogos novos, porque tamanho hype para a venda do console? É tanto motivo de comemoração assim uma remasterização de Halo? Precisamos realmente de um remake de Majora’s Mask, quando existem soluções mais práticas, como o Virtual Console? Eu ainda acho que as empresas nessa geração vão deitar e rolar em cima do público, até que as coisas cheguem no ponto de "vai dar merda" e no final das contas as coisas se estabilizem. O mercado de jogos é novo, e como boa parte de nós passou por várias fases diferentes dele, fica essa sensação estranha agora, mas acreditem, vai passar. Basta olharem para o cinema, uma indústria muito mais antiga, que está se adaptando aos tempos modernos, também tem suas produções anualizadas, reboots e remakes, mas ainda sim proporciona excelentes produtos para todos os gostos. No final das contas, cada um sabe aonde aplica o seu dinheiro.

SucodelarAngela

Na verdade, ultimamente tenho acompanhado bem pouco a situação da indústria esses últimos dias, por conta da correria da vida profissional e por conta de um lindo jogo que finalizei essa semana. No entanto, alguns amigos tem me marcado em algumas coisas relacionadas aos lançamentos dessa nova geração, e tenho me desapontado cada vez mais. Quando a Sony anunciou o lançamento do PlayStation 4 ano passado, eu dei minha opinião sobre essa nova geração. Depois de um tempo, eu até achei que ela engrenaria, pois muitos lançamentos foram anunciados, e até uma boa cota de jogos novos. No entanto, já tem quase um ano de lançamento da nova geração, e só tenho visto remakes/reboots e essas versões remasterizadas de jogos já lançados. Além disso, vários dos novos títulos tem sido lançados para ambas as gerações, o que não me anima muito em comprar um novo console agora. Na minha opinião, assim como declarei antes, a geração passada estava de bom tamanho e com uma boa tecnologia (me refiro principalmente ao PS3 e seus blu-rays). Talvez a Microsoft teria uma justificativa melhor para uma nova geração pela mudança de mídia de DVD para Blu-ray, mas ainda assim, não seria algo tão urgente. A Nintendo deu uma inovada magnífica com o Wii U e tem sido a única a lançar jogos novos com uma boa frequência, mas infelizmente, os jogos da Big N não são os meus favoritos. Excelentes jogos surgiram no fim da geração passada, jogos que conseguiram maravilhas ao aproveitar o máximo da tecnologia da época, e eles estão me suprindo muito bem. Entrei numa hype de comprar um PS4 por causa de Assassin’s Creed Unity, mas logo desisti... jogos como Assassin’s Creed estão aí todos os anos e, cada vez menos, tenho acreditado que haverão muitas mudanças além do aspecto gráfico. E comprar console só por causa de gráficos melhores não é pra mim.

Somari

Ando reparando como o mercado vem trazendo muitos jogos que já joguei na geração anterior. Essa tonelada de versões remasterizadas e remakes já está passando dos limites. Lógico que não vou reclamar de um bom remake de um bom clássico, como a agradabilíssima surpresa que tive no anúncio de Castle of Illusion e DuckTales, por exemplo. Ao contrário, não gostei nada de rever jogos como Mortal Kombat, The Last of Us e Injustice.

Os jogos anuais também são, de certa forma, ridículos. Não gosto e não vou falar bem de jogos FPS e jogos de esportes menos ainda (exceto corrida, mas enfim) e nesse ramo não há uma renovação. Fifa 2015 é exatamente a mesma coisa de Fifa 2014 e acho que uma DLC resolveria o caso, mas nããããão, ele vai custar o preço dum jogo normal (R$ 150,00 por aqui) e vai fazer absolutamente porra nenhuma de diferente da versão anterior. E ano que vem vai ser igual.

Antigamente tínhamos jogos anuais e eles funcionavam bem. Sonic 1, 2, CD, 3... todos vieram em sequência anuais e diferem muito um do outro. Assassin’s Creed, que também não é dos meus jogos favoritos, também tem o seu diferencial se faz valer por um lançamento por ano. Não acho que o jogo deva se privar de seu prazo de lançamento, claro, mas acho que jogos como Zelda e Mario tem mais pontos de hype justamente por ninguém saber quando se deve esperar por um jogo novo e eles virem de surpresa.

João Roberto

A geração ainda está engatinhando. Acredito que a geração PS3/X360 é a mais bem-sucedida no que tange a longevidade. Pra mim o termo longevidade não está ligado à idade dos aparelhos, e sim, no quanto eles podem ser divertidos após uma nova geração aparecer. Um bom exemplo é o meu primeiro Super Nintendo, que me acompanhou até os idos de 2001/02, mas que me divertia enquanto muito quando outros já compravam o PS2. A geração passada ainda está presente na vida de muitos gamers que adquiriam um console há 1 ou 2 anos e têm muito a jogar, fora o fato de muito material de ótima qualidade estar disponível. Nem vou mencionar gráficos, pois assim com a Angela, não acho que era tão necessária assim uma atualização, salvo o X360/DVD.

Agora, quanto aos jogos, a situação é um pouco mais complicada. Os custos de produção de um jogo não são exatamente baratos e há ainda mega produções como Last of Us ou um Call of Duty, que precisam gerar lucro, já que empresa alguma faz filantropia. Não sei ao certo, mas uma das principais culpadas pela "anualização" de jogos é a EA, lá atrás, com seus John Madden, FIFA e até Need for Speed. Mas ai vem outra questão, os jogadores querem. Culpar a indústria por uma falta de criatividade e pelos constantes lançamentos de reboots talvez nem deva ser levado em consideração. Uma empresa produz um jogo, Call of Duty, por exemplo, mais como uma garantia de lucro do que qualquer coisa. Videogame se tornou uma diversão cara, mais do que antes, pois o refino chegou a tal ponto que nada dá para ser "feito nas coxas". Veja o já citado Last of Us, o trabalho de dublagem, o enredo, e todo o trabalho envolvido. Fazer aquilo toma tempo e muito dinheiro. E a atriz Ellen Page, quanto ganhou para ceder sua imagem a um jogo? Novos jogos podem surgir, mas é mais seguro apostar em uma carta marcada - sim FIFA, você mesmo! - pois o retorno é garantido. Reclamar da mesmice de sempre é aceitável, mas inovar demais pode ser perigoso, pode não vender e o projeto ser um fiasco, ficar sem um fim decente - sim, Shenmue, não me esqueci de você!

A verdade é que a razão para tantos remakes, continuações e formulas batidas é que não há mais nada a se fazer. Nada a se criar. "Claro que não! Você está louco!" alguém pode dizer, mas é verdade, e isso não fica restrito aos games e invade também outras áreas. O cinema é um exemplo. Há quanto tempo não surge algo extraordinariamente novo e original? Ouso afirmar que a última "novidade" foram os efeitos especiais do primeiro Matrix, de 1999, o resto é cópia e adaptação. Hoje há tantas produções com personagens dos quadrinhos porque o retorno é garantido, fora que não é preciso ser tão original quando todo mundo já conhece o Homem-Aranha. A música segue linha igual, pois gêneros se mesclam e se dissolvem apenas para formarem mais do mesmo. Ou você nunca ouviu falar de forró universitário ou sertanejo universitário? São apenas nomes para a mesma coisa de sempre. Os games não são imunes a isso, a diferença é que trata-se de uma indústria jovem, cujo ápice deu-se com a geração PS3. Anteriormente as limitações de sistemas impediam que grandes ideias saíssem do papel (era, ao menos o que eu lia sobre o que dizia Yu Suzuki quanto a Shenmue). Acredito que o PS4 e o Xone devam ser capazes de fazer qualquer coisa sem qualquer problema e não consigo imaginar onde a indústria possa evoluir mais (o que pode vir a ser um grande problema), mas faltam ideias, uma vez que as boas ideias, as inovadoras, já foram usadas. E não importa, qualquer jogo que venha a ser produzido poderá, e será, comparado a obras anteriores devido a qualquer coisa, uma habilidade, um aspecto na história, uma fase ou sei lá o quê. Faça um exercício, imagine algo realmente novo. Conseguiu? Não dá, pois possivelmente alguém já pensou - e fez - algo parecido antes. Acredite em mim, é verdade. E nem a Nintendo, tão aclamada por sua originalidade, escapa disso. Há quanto tempo ela não lança algo realmente original e novo? Mario Kart ou Metroid podem ter ideias novas, mas ainda são coisas já usadas. Ai está a parcela de culpa da Big N, pois muito se reclama que ela não lança franquias novas há muito tempo. A grande diferença é que ela inovou não nos jogos, mas na jogabilidade, mas acho que tanta inovação não deu tão certo assim com Wii U.

São sinais dos tempos, para criar algo realmente novo deve-se quebrar a cabeça e caso consiga, ainda há o risco do produto não ser aceito e perder espaço para jogos mais seguros, como FIFA e Call of Duty...

---

E você, leitor? Concorda com nossos butequeiros? Acha que tem que ter mais novidade na indústria gamística ou está tudo de acordo com o que você esperava? Não se acanhe, pegue um petisco e dê o seu pitaco! E se quiserem sugerir novos temas para as butecadas, mandem um e-mail para butecada@vaojogar.com.br com as suas sugestões ;)

* Revisado em 27/09/2015 às 03:09:25

outras tags: PlayStation 4, Wii U e Xbox One

Compartilhe

Pin it


Leia também...



29 tagarelices já foram feitas!


e-mail  
nome  
localização  
site  
tagarelice   ativar o editor de texto desativar o editor de texto


E-mail Receba notificações para novas:     ok respostas      ok tagarelices      ok publicações

 

  • avatar de Reginaldo
    Reginaldo
    01/08/2014 às 12:49:29   localizacao Minas Gerais
    Concordo com a maioria das opiniões,pois ultimamente só estou vendo jogos repetidos e nenhuma novidade.Um exemplo é o The last of us remasterizado para o ps4,achei uma bobagem,pois jogando no meu ps3 usando cabo hdmi é a mesma coisa.

    Responda!
  • avatar de Rafael Alencar
    Rafael Alencar
    01/08/2014 às 12:56:52   localizacao Fortaleza - CE
    Rapaz... mas q coisa. Tava falando com o @Tchula sobre isso há poucos dias!

    E é impressionante como todos pensam da mesma forma. O negócio tá tenso mesmo.

    Eu concordo como todos, mas também digo por mim q muitas vezes a teoria (o q falamos) na prática é outra. Lembro bem de ter dito no passado q eu faço questão de me prender à geração passada (e às mais antigas também), mas quando sai um rumor de uma possível sequência de um jogo q eu adoro "somente" para a nova geração, não tenho como não ficar no mínimo "balançado".

    E é complicado. Mesmo qualquer jogador que tenha os pés firmes no chão quanto às suas escolhas uma hora ou outra ele cede esse "balanço" e é nesse momento q o mercado enfia suas garras. Até pq como todos disseram, se vende muito e faz sucesso é pq tem quem compre.

    Responda!
  • avatar de Marvox
    Marvox
    01/08/2014 às 14:39:25   localizacao São Paulo/SP
    Muito legal essa chuva de pensamento entre vocês, todos estão afiados mesmo, gostei.
    Eu não senti ainda a necessidade de embarcar na geração PS4/Xone/Wii U, apesar do que tenho acompanhado, a Nintendo tem realizado um ótimo trabalho no Wii U, mas para mim não é o momento de pegar um desses 3 consoles.
    Acho que a chamada 8ª geração ainda não se achou, e pelo que dá para entender dos jogos que tem aparecido (remakes, reboots e remastered) vejo uma indústria que está tentando se fazer entender de onde surgiu tudo para mostrar para a geração atual e quando digo isso, não são as pessoas que nasceram jogando Atari, Master System, Mega Drive, SNES, é a galerinha que começou já com a 7ª pra 8ª geração. Me lembra um pouco quando a geração 16 bits tentava se desprender da geração 8 bits. O NES por exemplo, durou até 95. Achei legal quando o João Roberto disse que jogou o Snes até 2001, é bem por aí... Quando vocês acham que é o momento de largar uma geração? Eu acho que nunca, porque vira e mexe eu volto pra algum console antigo para jogar algo que na época eu não jogava direito, e sempre tem algo que na época você não dava muita bola, mas hoje você pega e consegue terminar.
    Não acho que está de acordo com o que eu esperava, mas tem muita coisa boa para brincar por aí, uns dias atrás joguei Gone Home e achei muito legal, outro que me encheu de orgulho foi o Outlast e se a animação não está lá essas coisas, então vale a pena curtir alguns jogos brasileiros, um exemplo recente, Aritana e a Pena da Harpia.

    Responda!
  • avatar de Gamer Caduco
    Gamer Caduco
    04/08/2014 às 19:02:19   localizacao SP
    Caçarola, ótimo tema e ótimas opiniões, em especial a do Professor J.R.! Matou o pau e mostrou a cobra... ou algo assim!

    Curiosamente hj vi a notícia que o No Man’s Sky vai sair pra PC: mais um ponto contra a aquisição de um PS4. Mas o problema tá aí: ele e o Xone até agora pra mim são dois PCs disfarçados. Some isso à falta de originalidade que todos vcs mencionaram e: continuo achando que acertei em cheio em "mudar de time" nessa geração e apostar no Wii U.

    Teve sim duas coisas bem originais que foram anunciadas, o Splatoon! e o Mario Maker. O primeiro pode até ser visto como "FPS modificado" ou qualquer coisa assim, mas ainda acho que é bastante original e difere de qualquer coisa lançada nos últimos anos. Já Mario Maker é algo que vemos fãs criando de forma não oficial e que finalmente deu as caras num console de mesa. Pode não ser original, mas "oficialmente" acaba se tornando uma novidade.

    Vou citar No Man’s Sky novamente: por mais que não tenha me atraído muito, tenho que dizer que foi uma baita idéia, algo bem original.

    O mesmo não sinto do tal jogo tão aclamado da geração passada e que foi remasterizado pro PS4: The Last of Us. A falta de originalidade nos tempos atuais é tão grande que esse jogo acabou tendo toda atenção da mídia e dos jogadores pela sua produção e não pela originalidade. Não que seja ruim, mas fizeram tanto auê em cima do jogo que quando eu joguei tive uma decepção forte, esperava algo fora de série e me deparei com um monte de fórmula consagrada misturada. Não nego que a produção do jogo é excepcional, que é sim um jogo muito bom no contexto geral. Mas... pra mim faltou alguma coisa. Foi tipo comer um monte de coisa gostosa muito bem preparada junto mas não experimentar nada novo. E o jogo foi tão aclamado que eu sinto que os jogadores não querem mais novidades mesmo, só querem mais do mesmo sempre.

    Nem vou falar nada sobre as anualidades... FIFA, PES, Madden, Need for Speed. Nada acrescentam. O Assassin’s Creed que também foi citado ainda apresenta bom enredo, não é como se fosse um "mero DLC". Este não deveria ser tão crucificado.

    Putz, vou encerrar o "tagarelamento" por aqui antes que vire um post... hehe

    Responda!
  • avatar de Gamer Caduco
    Gamer Caduco
    04/08/2014 às 19:03:35   localizacao SP
    ... vi que ficou confuso meu comentário, mas vcs entenderam.

    Foi mal, tô sem dormir hj! kkkkkkkkk

    Responda!
  • avatar de Rafael "Tchulanguero" Paes
    Rafael "Tchulanguero" Paes
    04/08/2014 às 19:14:23   localizacao Vespasiano - MG
    @Rafael Alencar

    No final das contas todos nós somos "putinhas" de uma determinada série e acabamos cedendo quando um novo jogo delas é lançado, rzs.

    @Gamer Caduco

    Putz, olha só como eu li uma frase que você escreveu: "Foi tipo comer um monte de coisa gostosa muito bem preparada junto mas não experimentar nada novo." Hwa hwa hwa. De qualquer forma, também serve :P

    ---

    Valeu pelas opiniões de vocês pessoal, abraço!

    Responda!
  • avatar de Rafael Alencar
    Rafael Alencar
    05/08/2014 às 09:47:22   localizacao Fortaleza - CE
    "Não que seja ruim, mas fizeram tanto auê em cima do jogo que quando eu joguei tive uma decepção forte, esperava algo fora de série e me deparei com um monte de fórmula consagrada misturada." [2]

    Valeu @Cadu! ^^

    @Tchula
    Eu não sou "putinha" de ninguém! u.u
    Haha!!

    Responda!
  • avatar de Rafael "Tchulanguero" Paes
    Rafael "Tchulanguero" Paes
    05/08/2014 às 17:58:01   localizacao Vespasiano - MG
    @Rafael Alencar

    Nem adianta disfarçar que eu sei que você tem uma quedinha pelo Kratos, hwa hwa hwa.

    Responda!
  • avatar de Rafael Alencar
    Rafael Alencar
    06/08/2014 às 08:23:29   localizacao Fortaleza - CE
    Putz @Tchula! Não mesmo! Kratos é um "arregaçador" e eu preservo muito pela minha integridade física! Haha!!

    Então.. fiquei sabendo esses dias de mais duas "novidades": Resident Evil Remastered e Assassin’s Creed: Rogue.

    Resident Evil Remastered é o Resident Evil Remake do Game Cube / Wii "melhorado" q vai poder ser jogado no PS3 (o sonho de muita gente).

    E o Assassin’s Creed: Rogue é para satisfazer o povo q não comprou Xbox One, PS4 e nem Wii U.

    É como eu falei. A Capcom vai tirar uma grana boa aí com essa remasterização pq tá juntando o útil com o agradável: "realizar" o sonho de uma cambada de gente e atingir um parcela a mais do mercado q não pôde jogar (comprar) pq não tinha um Game Cube ou Wii. Sem contar os consumidores q compram achando q é um jogo novo e existem consumidores desse tipo.

    Já esse Assassin’s Creed: Rogue. Bom, nem sei o q dizer. Primeiro pq conheço pouco a série (só joguei o primeiro) e não sei q evolução o jogo teve até o mais atual. Acho q esse jogo vem pra atender o mercado dos jogadores q não possuem (ainda) Xbox One, Wii U ou PS4. Isso é bom pra quem é fã, pq pode matar a sede de um novo jogo antes de partir pra nova geração, mas em contrapartida entra toda a discussão relativa às opiniões já apresentadas anteriormente pela galera.

    É isso aí, fazer o q né.

    Responda!
  • avatar de sucodelarangela
    sucodelarangela
    06/08/2014 às 09:24:18   localizacao São Luís - MA
    @Reginaldo

    Eu ainda não vi a necessidade de relançarem TLoU remasterizado agora...

    @Vudu

    Te entendo. Eu também aleguei que ficaria com o PS3 e compraria o PS4 apenas lá pra meados de 2016, mas quando anunciaram AC Unity exclusivo para a nova geração, eu nem balancei, eu tombei mesmo. Na mesma hora decidi comprar o PS4 no fim do ano. Mas aí parei pra raciocinar e vou deixar pra depois mesmo. Agora mais ainda, com esse anúncio de AC Rogue - que parece ser muito interessante - não vou ficar chupando dedo vendo os outros jogarem o Unity. Agora, uma coisa eu digo, quando sair Mass Effect 4 ninguém me segura. Eu compro o PS4 é na mesma hora, os dois juntos!

    PS: Só um adendo sobre AC Rogue: ele se passa durante a Guerra dos Sete Anos, que cai exatamente entre o contexto do ACIII e do ACIV (Revolução Americana e Era de Ouro da Pirataria, respectivamente). Além disso, você vai ser um ex-çaçino que está caçando outros çaçinos, o que parece ser bem lecal.

    @Marvox

    Eu tb joguei SNES até meados de 2000 e algo mais. Pulei dele direto pro PS1, só joguei outras coisas porque ia nas locadoras gastar meu suado 1 real, huahuahua. Ainda tenho muita coisa pra jogar, tanto no PS3, como no Wii, e no PSP que adquiri a pouco tempo. Dá pra esperar um bocado até um novo console.

    @Gamer Caduco

    O Professor podia ter feito um escrito só pra ele, huahuahua!
    Eu ando meio desatualizada dos lançamentos, até mesmo as notícias de Çaçins Crid eu não estou acompanhando direito, por isso não cheguei a ver esse anúncio de No Man’s Sky. Como você disse, um ponto a menos pro PS4.
    Ainda falando de Çaçins Crid, por mais que ele seja lançado todo ano, como você mesmo apontou, o enredo dele é rico, aproveita bem os fatos históricos, então isso acaba dando a ele uma vida útil melhor do que os outros genéricos. Já TLoU, mais uma vez afirmo, não vejo necessidade. Nem dele, nem de Tomb Raider, nem de nenhum outro jogo praticamente recém lançado. =T

    @Tchulanguero

    Sem problema eu ser "putinha" do Ezio... ou do Altaïr... ou do Arno... agora o @Vudu ser "putinha" do Kratos é tenso demais, huahuahuahuahua. E tu "putinha" da Samus? É isso?

    Responda!
  • avatar de Fgap10
    Fgap10
    06/08/2014 às 13:30:09   localizacao São Paulo
    Concordo com tudo aí, acredito que essa vai ser a geração dos remakes, com o já anunciado remake do remake de Re1 kk Mas pelo menos, espero que essa onda de remakes sirva para lembrar certas empresas de como elas faziam bons jogos, ganhando muita grana sem serem mercenárias.

    Responda!
  • avatar de Willi Weiss
    Willi Weiss
    06/08/2014 às 14:44:53   localizacao Maravilha - SC
    Ler um post assim é algo sublime. É por isso que eu prefiro muito mais ler sobre games em blogs como o Vão Jogar do que em sites "especializados". Enquanto lá se tem uma alienação imensa por causa de resoluções, gráficos e frames, é nos blogs que vejo verdadeiros gamers comentando e discutindo, abordando questões interessantíssimas. Numa comparação, eu julgaria os blogs de games como "a internet", e os sites "especializados" como a Globo, huahauahuahua!

    Essas opiniões que li de vocês me abriram a mente de um jeito esplêndido. Eu já havia pensado algo em torno disso, mas vocês conseguiram trabalhar o meu pensamento.

    É bem como disseram, o PS4 e o Xbox One ainda não se acharam direito, só fizeram remakes e remasterizações, mas novidades que é bom, nada. Eu gosto de remasterizações em HD no caso de games mais antigos. A gente se acostuma com os gráficos de hoje em dia, e tem coisa que quando vou jogar, não me desce mais, tipo uns games de PS1/PS2 aí. Mas aí é uma coisa, você está pegando um game de imagem quadrada (4:3), que ficaria todo borrado numa TV atual, e está polindo-o e trazendo para o mundo do HD. Aí tudo bem. Mas quando o game já é em HD, como The Last of Us e Tomb Raider, relancá-lo para PS4 e XOne só para ter gráficos melhores é um absurdo. E as vendas altas desses relançamentos se devem em grande parte aos "gamers ostentadores" que compram pra dizer "ó você aí do PS3/360, a minha versão é mais bonita que a sua, eu tô jogando a versão melhor" e não sei o quê. E se for comparar, é a mesma coisa. Eu não dou meu dinheiro num Tomb Raider Definitive ou The Last of Us Remastered mas nem à pau. Em contrapartida, acho Resident Evil 4 HD e agora o Resident Evil 1 Remastered uma boa, pois como disse acima, são jogos de um padrão de imagem bem inferior ao atual, etc.
    Quanto à aquisição de um novo console, quando vi os anúncios de Mortal Kombat X, Uncharted 4 e Batman Arkham (todos sequências de séries que sou fã de carteirinha) eu quase caí da cadeira, tinha necessidade de conseguir um PS4 logo. Depois parei pra pensar e concluí que muita inovação não vai ter, vai ser mais ou menos a mesma coisa com gráficos melhores. Já no Wii U, poderei jogar as séries que tanto amo como Mario e Donkey Kong Country, às quais nunca joguei nada mais moderno que os títulos do Nintendo 64. Além do mais, mesmo que o console da Nintendo tenha menos títulos e menos lançamentos de peso, os games disponíveis pra ele têm um fator replay bem maior. Quando sento para jogar algo em meu PS3, se eu não tenho um jogo novo (como tenho desbloqueado não gasto em jogos, então não me chamem de hyca) é meio complicado se divertir, os jogos são cinematográficos demais, você só tem vontade de jogar de novo alguns meses depois de ter zerado (há excessões). Aí de que adianta possuir uns trinta títulos dos fodões se quando sento pra jogar não tenho vontade de jogar quase nenhum? Prefiro então um console que tenha menos jogos mas que eles tenham um fator repetição mais alto, menos história (menos história = mais jogabilidade, isso é fato) e games, pelo amor de Deus, de FASES, porque essa merda de mundo aberto forrado com trocentos coletáveis já cansou e cansou MESMO.

    Não entendam mal, estou contente com meu PS3 e não me arrependo nem um pouco de tê-lo escolhido ao invés do Wii. Me divirto e vou continuar me divertindo (e quando eu não conseguir mais descobrir jogos bons, já vai dar vontade de jogar os que já possuo de novo ^^) mas para a próxima geração, pelo menos enquanto escrevo esse comentário, quero mudar de cenário e ir de Nintendo, jogar um pouco games que sejam mais JOGO e menos FILME, e poder desfrutar das aventuras modernas dos meus heróis de infância.

    Responda!
  • avatar de flaviometal
    flaviometal
    06/08/2014 às 15:45:44   localizacao Londrina
    Há quem diga ainda que esses remasters são "bons para quem não os jogou ainda", mas eu não corcordo. Pra mim, a ÚNICA coisa que justifica que um jogo seja lançado novamente numa versão remaster é que o remaster REALMENTE traga alguma nova experiência para o jogo, e que tenha, pelo menos, algo em torno de 5 anos de distância do lançamento original, pois assim saberemos que as mudanças serão realmente válidas. Em todos esses anos de videogame, NUNCA vi a indústria tão gananciosa como agora. Até aceito o cara defender um ou outro remaster no caso de não te-lo jogado ainda. Mas vejo gente defendendo e elogiando essa prática, que pra mim não passa de preguiça. Isso pra mim é o cúmulo.

    Responda!
  • avatar de Rafael "Tchulanguero" Paes
    Rafael "Tchulanguero" Paes
    06/08/2014 às 19:02:11   localizacao Vespasiano - MG
    @Rafael Alencar

    Hwa hwa hwa, arregaçador foi ótimo.

    E o novo AC não vai sair para o Wii U.

    @sucodelarangela

    E como não ser, a mina além de usar um colant azul super sexy por debaixo da armadura, ainda tem um chicote, rzs.

    url imagem: images.fanpop.com/images/image_uploads/Zero-Suit-Samus-super-smash-bros--brawl-87096_400_329.jpg

    Mas vou confessar que volta e meia tem outra que rouba meu coração...

    url imagem: i.imgur.com/eqpsKPS.png

    @Willi Weiss

    Poxa cara, valeu pelo elogio :D

    Eu também não sou muito fã dos grandes sites, mas as vezes eu encontro uma ou outra coisa que salva.

    @flaviometal

    Iaê cara, seja bem vindo ao site :D

    Eu acho que o problema não é nem o tempo de lançamento nem nada disso. O problema é só ter esses remakes e remasterizações. Se os consoles tivessem cheios de jogos originais e no meio deles a mesma quantidade de remakes/remasterizações, ninguém ligaria muito, seria apenas mais uma opção.

    Responda!
  • avatar de sucodelarangela
    sucodelarangela
    07/08/2014 às 13:11:20   localizacao São Luís - MA
    @Fgap10

    O foda é que as empresas deviam se lembrar de como elas faziam jogos bons fazendo outros jogos bons e não revivendo os antigos... mas no caso de RE1 (o remake do remake) tem uma vantagem: muita gente não teve a oportunidade de jogá-lo ainda, eu mesma só fui jogar ano passado quando comprei meu Wii.

    @Willi Weiss

    Primeiramente, muito obrigada pela força! ^_~
    Como eu disse ali em cima, no caso de remakes mais antigos realmente há algum mérito em se fazer remakes, e concordo plenamente com voc~e no que diz respeito a remakes de TLoU e do novo Tomb Raider, não há motivo para tanto.

    E é engraçado como eu tive a mesma reação que você com os anúncios das sequels. Só que no meu caso foi com AC Unity e com o Uncharted 4 também. Mas depois concluí que deveria esperar, há coisas mais importantes. Mas quando o novo Mass Effect sair, ninguém me segura, hehehe

    @Flávio

    E aê, Metal? Beleza? Bem vindo ao site!!!
    Eu concordo que deve haver um tempo limite até se lançar um remake. Esse de TLoU pra mim foi completamente nonsense, não traz absolutamente nada de novo, nada de extra, é a mesma velha experiência com gráficos um pouquinho melhores... triste.

    Responda!
  • avatar de Fgap10
    Fgap10
    07/08/2014 às 13:29:09   localizacao São Paulo
    @sucodelarangela Digo isso porque, aí talvez a capcom lembre de como se fazia um jogo revivendo RE1, lançando algo diferente dos atuais, como foi RE1 na época, e não um RE6 que não tem a menor graça, eu queria mesmo é que lançassem algo novo mesmo, já encheu já essa onda de remakes, não vejo motivo nenhum pra comprar o Ps4 ou o One, pra jogar jogos que eu já joguei... o único que me atraiu foi o Wii U, com Super Mario 3D world, e o resto veio de brinde, muito bom, haha

    Responda!
  • avatar de flaviometal
    flaviometal
    07/08/2014 às 13:29:20   localizacao Londrina
    Obrigado pelas boas-vindas, galera do Vão Jogar! Já li algumas matérias e gostei da opinião de vocês! E podem ter certeza que sempre que puder, passarei por aqui! ;)

    Responda!
  • avatar de Rafael Alencar
    Rafael Alencar
    07/08/2014 às 13:35:18   localizacao Fortaleza - CE
    Uma observação importante sobre o The Last of Us Remastered é que "gráficos melhores" pode ser algo relativo, considerando:

    1 - No PS3 ele já "chupava" quase toda (senão toda) a capacidade de hardware do console e como resultado possui gráficos lindíssimos.

    2 - Nenhum melhoria tecnológica foi aplicada que resultasse em uma melhoria considerável. É só olhar para os cabelos do personagens. Continuam duros do mesmo jeito.

    O que melhora MESMO é em relação a taxa de reprodução de quadros. Porém muitas vezes a taxa de reprodução de quadros é propositalmente modificada para (tentar?) proporcionar uma experiência cinematográfica melhor.

    Acho que muitos desses jogos Remastered e Remakes funcionam mais como ports (retrocompatibilidade?) para consoles que antes não possuíam tal jogo disponível em sua plataforma.

    Responda!
  • avatar de sucodelarangela
    sucodelarangela
    07/08/2014 às 13:39:53   localizacao São Luís - MA
    @Fgap10

    A Nintendo foi a única que se preocupou em fazer coisa "nova", só que com os velhos e já manjados personagens... =T

    @Vudu

    Pois é... é bem por aí mesmo

    Responda!
  • avatar de Fgap10
    Fgap10
    07/08/2014 às 14:05:24   localizacao São Paulo
    @sucodelarangela Pior que é verdade kk, mas com esses personagens já manjados fez coisa muito boa =D Queria ver a Sony Revitalizando Crash mas quando? Talvez meus netos vejam kkk

    Responda!
  • avatar de Somari
    Somari
    07/08/2014 às 14:06:50
    Mas a Nintendo ainda faz o que quer (e isso é bom), já o resto mudou totalmente pra vender o que anda na moda. A Sony, por exemplo, desistiu totalmente do Crash (vendeu a franquia), um ótimo jogo, pra se focar basicamente em jogos de tiro, zumbis e afins, que é o que mais chove no mercado hoje em dia (sinto muito, não gosto de The Last of Us e nem Uncharted). E não ando duvidando de um possível falecimento de The Last Guardian, viu? Parece que a Sony não anda dando muita atenção pro Team Ico ultimamente...
    Da Microsoft então eu tenho até vergonha de falar. Rare com bastante IP legal para explorar, ta sendo obrigada a fazer Kinect Sports mesmo contra a vontade deles. E ah! Pra quem não sabe o KI de One não foi feito pela Rare. Eles fizeram um Banjo muito meia boca no Xbox 360 e agora tão usando Conker só pra vender um jogo novo que provavelmente ninguém vai comprar.

    Sobre a Nintendo e Mario, sim, os jogos já estão manjados, mas isso cai na mesma categoria de jogos de tiro e esportes que todo mundo gosta, também já são manjados. Então acho que é difícil debater sobre esse assunto quando alguém reclama da mesmice de Mario mas gosta de Call of Duty e Fifa, por exemplo. Mario é o caça-níquel da Nintendo. Aliás, Mario 3D World deu uma revitalizadinha na série e inseriu coisa nova na jogabilidade com o multiplayer e tal, então Mario não é tãããão mesmice assim. E se Mario já tá manjado, as outras franquias da Nintendo não estão tanto assim. DK Tropical Freeze foi uma surpresa super agradável, embora já seja um jogo que todo mundo conhece, assim como o novo Zelda que virá (que sempre é uma boa surpresa, querendo ou não) e o novo Star Fox, que não dá as caras desde o GameCube e, portanto, não é uma franquia batida (igual F-Zero que apareceu no GC também e Metroid, que lança um ou dois jogos por geração).

    Enfim, aonde quero chegar é: estão matando as variedades de jogos e dando muita pouca importância para personagens cujo jogos tem capacidade de vender bem (ou até novos jogos mesmo).

    Responda!
  • avatar de sucodelarangela
    sucodelarangela
    07/08/2014 às 14:34:35   localizacao São Luís - MA
    @Fgap10
    @Somari

    Quando eu falo dos personagens já manjados, eu me refiro EXATAMENTE sobre os personagens. Beleza, faz um jogo com o mesmo estilo de Zelda, por exemplo, mas muda o personagem, muda a história, sai da mesmice. É a isso que me refiro. Muda jogabilidade mas continuam as mesmas caras... sei lá, pra mim isso já deu.

    Crash. Taí um personagem das antigas que não dá as caras. Isso sim seria um bom reboot. Mas a Sony só quer remake de jogo de 1 ano de vida... =P

    Eu quero mesmo é Battle City e Ice Climber! o/ huahuahuahuahua

    Responda!
  • avatar de Somari
    Somari
    07/08/2014 às 14:47:16
    Verdade, Larangela uehauehuaheu Ice Climber seria uma ótima agora!

    Ah, eu particularmente não ligo de rever personagem não. Desde que a história ou o jogo seja bem feito, claro. Megaman é outro que merecia um novo bom jogo, mas a Capcom largou ele de mão e o Inafune resolveu fazer copiar o próprio personagem pra se vingar da empresa.

    Responda!
  • avatar de João Roberto
    João Roberto
    08/08/2014 às 20:30:06   localizacao Apucarana - PR
    @ Todos

    Pessoal, toh perdido, é muito comentário...

    Resumindo: Pessoal que faz jogo pra Xone e PS4: SEU BANDO DE PREGUIÇOSOS! Antes o problema era que o hardware não fazia tudo o que a imaginação pedia, agora são vocês que não tem imaginação pra fazer tudo o que eles podem fazer. E tome versão HD (Até Zelda...) E tome remastered...

    Concordo com todo mundo e assino embaixo.

    @ Flaviometal

    Bem vindo ao site "vizinho"...

    Responda!
  • avatar de flaviometal
    flaviometal
    09/08/2014 às 07:45:15   localizacao Londrina
    Valeu, João Roberto! E é verdade, somos quase vizinhos, mesmo, hehehe...

    Responda!
  • avatar de Sekto
    Sekto
    18/08/2014 às 18:08:14   localizacao São Luís-MA
    Ah esse exemplo do cinema caiu como uma luva pra mim. Sempre que anuncia um filme novo a expectativa vai a mil mas quando chega o lançamento do filme eu tô quebrado,aí espero sair o torrent em FullHD e assisto em casa mesmo.
    Com os jogos não tá muito diferente.
    Fui muito precipitado de ter comprado um console logo no lançamento e agora vivo me remoendo de ódio. Mas esse ódio é mais por ver que tá mais barato agora.
    Eu posso atá falar mal desses remakes mas no fim das contas se tivessem saído mais jogos não faria diferença pq hoje em dia tá muito dificil comprar jogo.
    O BF4 pro One continua sendo vendido por R$250.00 nas Lojas Americanas daqui.
    Estou sentindo falta mesmo é dos jogos que chamam de AA,AAA ou sei lá quantos ÁS, se fosse uma coisa mesclada seria suportável sim, ver um Tomb Raider HD, TLOfUs HD, RE HD e essa coisa toda HD.
    Pra mim é bem o titulo aí: A industria tá com preguiça, tá de boas deitada numa rede com o feijão no fogo, quando começar a feder é que ela vai se levantar pra ver o estrago. E adivinhem quem vai comer esse feijão? Eu já peguei (e paguei) minha parcela.

    @sucodelarangela
    Gostaria muito de ter tido essa sua determinação :-/

    Responda!
  • avatar de Rafael "Tchulanguero" Paes
    Rafael "Tchulanguero" Paes
    20/08/2014 às 12:28:15   localizacao Vespasiano - MG
    @Sekto

    Depois que você compra algo, nunca mais olhe o preço daquilo, rzs.

    Preços aqui no Brasil são complicados, mas existem meios de comprar jogos a preços mais acessíveis, dá trabalho mas funciona.

    O termo é "AAA" ou "Triple A", rzs. E sim, se houvesse uma mescla, os remakes e remasters não seriam tão ofensivos.

    Abraço!

    Responda!
  • avatar de Gamer Caduco
    Gamer Caduco
    10/09/2014 às 18:04:22   localizacao SP
    @Vudu
    É nóiz! hauhahuahu! \o/

    @Tchula
    Vish, preparadas gostosas? Isso aí tem em funk carioca, melhor deixar pra lá.

    @Çaçina
    É exatamente esse o ponto. Pra que relançar com melhores gráficos algo que acabou de ser lançado?
    Do ponto de vista da empresa é mais um jeito de ganhar dinheiro em cima de um trabalho que não parece tão grande (no caso de jogos recém lançados, claro).
    Mas do nosso ponto de vista, não vejo pq. Pior que a galera compra. Eu fico doido... huahuahu

    E, sim, o Professor podia ter feito um post dele... kkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Responda!
  • avatar de Rafael "Tchulanguero" Paes
    Rafael "Tchulanguero" Paes
    10/09/2014 às 19:01:48   localizacao Vespasiano - MG
    @Gamer Caduco

    Depende... não sendo lá no baile funk... :P

    Responda!
Acompanhe as tagarelices deste escrito por e-mail
e-mail  

       

fechar

Parceiros & Links

58|Videogames com Cerveja|http://www.vgscomcerveja.com.br|Videogames com Cerveja é um blog sobre games, cujo o principal objetivo é compartilhar experiências "videogamísticas" (tanto na jogatina quanto no colecionismo)! Então não espere encontrar muitas notícias ou reviews detalhados sobre games por aqui!§43|My Detonation|http://mydetonation.blogspot.com.br|O blog do grande Trevoso, sobre o que ele joga, jogou e quer jogar, com indicações de downloads e vídeos.§42|Gamer Caduco|http://gamercaduco.wordpress.com|Histórias de um gamer que está cada vez mais próximo de caducar de vez.§61|Nação Cucamonga|http://nacaocucamonga.blogspot.com.br|A cultura do terceiro mundo esmagando a do primeiro.§47|Arquivos do Woo|http://arquivosdowoo.blogspot.com.br|De tudo um pouco na medida certa.§52|Marvox Brasil|http://marvoxbrasil.wordpress.com|As formas mais variadas do universo dos games e vídeogames em um só lugar. Matérias, detonados, curiosidades, podcasts e vídeo-análises. Leia o Blog MarvoxBrasil e desperte o gamer em você!
logo
Vão Jogar! - Um site que aborda a cultura dos videogames com seriedade e bom humor.
Vão Jogar! & TMS criados por Rafael "Tchulanguero" Paes - 2008 ~ 2017
topo rodapé