logo Vão Jogar!
logo Vão Jogar! EspecialO que nós jogamos em 2015O que nós jogamos em...

O que eu joguei em 2015 - sucodelarAngela

Qualidade no lugar de quantidade! Bem vindos à 5ª edição do meme O Que Você Jogou em... 2015, onde eu falo um pouquinho de cada jogo com que me deliciei (ou não) durante o ano inteiro!

autor sucodelarAngela Caldas   datahora 20/12/2015 às 15:04:11   tagarelices 12

Qualidade no lugar de quantidade! Bem vindos à 5ª edição do meme O Que Você Jogou em... 2015, onde eu falo um pouquinho de cada jogo com que me deliciei (ou não) durante o ano inteiro!


Olha, eu sinceramente achava que 2014 tinha sido o ano mais infernal da minha última década, mas 2015 está quase pegando esse título para ele. Para mim, foi um dos anos mais difíceis com os quais eu tive que lidar, tendo passado por: doença nível hardcore de combater (do tipo This decease contains scenes of violence and gore), falta de grana, fila do INSS e muita dor de cabeça, falta de grana, planos de comprar PS4 por água abaixo, falta de grana e falta de grana, até que conseguir superar essas dificuldades e iniciar uma pós-graduação e trocar de carro, o que me fez voltar para o estágio de falta de grana (depois passo o número da conta para vocês me fazerem doações).

Com tantas dificuldades, tive muito pouco tempo (e ânimo) para jogar videogame. Foi tudo muito corrido, sofrido, traumático e cansativo, o que afetou totalmente minha vida gamística. A vida iniciou o meu New Game+ no nível modafoca, então meu ano foi resumido a poucos games novos e muitos replays, porém, com a qualidade cítrica de sempre! Acompanhe:
 
HELL YEAH! WRATH OF THE DEAD RABBIT (PS3)


Quando escrevi o meme de 2014, eu ainda não tinha finalizado esse game fodão, o que aconteceu logo antes de 2015 chegar! Um dos meus favoritos e que mereceu escrito aqui no site!

Leia também: A Fúria do Coelho Morto
 
CRASH BANDICOOT (PS1 / PSP)

Crash Bandicoot

Primeiro jogo finalizado de 2015, exatamente no dia 05/01/2015, segunda-feira. Já deveria ter voltado a trabalhar depois das festas de fim de ano, mas como estava doente, tive que ficar em casa. Decidi começar o ano focando inicialmente um pouco nos jogos de PS1 que eu tanto gostava, aproveitando pra dar um pouco de atenção pro meu PSP, que tava um pouco largadinho ali no canto. Crash é um dos jogos que a Sony e a Naughty Dog deveriam voltar a produzir, fosse um reboot ou um jogo novo.
 
RESIDENT EVIL 2 (PS1 / PSP)

Resident Evil 2
Leon, seu virjão...

Muito bom relembrar os clássicos do que costumava ser uma das minhas franquias favoritas! Resolvi jogar o Scenario A do Leon pra pegar o Scenario B da Claire, já que eu gosto mais da campanha dele do que da dela... Tudo culpa de Sherry, eu odeio qualquer tipo de situação que me force a ser babá de alguém inútil, tipo a doidinha de Ico ou a Ashley em RE4. Mas ainda assim, é um dos meus RE favoritos! 
 
THE LAST OF US + LEFT BEHIND (PS3)

Left Behind, DLC de The Last of Us

Esse jogo é um dos amores da minha vida. Rejoguei ele esse ano e já sinto vontade de rejogá-lo mais uma vez (por mais redundante que essa frase tenha soado, haha)! Foi outro jogo que mereceu escrito meu aqui no VJ!, mas na época, eu ainda não tinha jogado a DLC Left Behind, além de também não ter abrangido o multiplayer do jogo no meu escrito. Por isso, vou falar um tiquinho de cada aqui.

multiplayer de The Last of Us tem uma mecânica que teria sido muito interessante se as pessoas que participam tivessem a preocupação de seguir essa mecânica. Nesse modo, você tem uma espécie de acampamento de sobreviventes que você precisa manter e, para isso, você precisa de suprimentos. Sendo assim, a mecânica do multiplayer é se juntar a um grupo de aliados para recuperar suprimentos que aparecem em locais no mapa. Mas vocês não são os únicos, outras pessoas também precisam dos mesmos suprimentos, o que gera um conflito. É a partir daí que tudo desanda, pois os jogadores só querem saber do mata-mata e nada de seguir a mecânica de sobrevivência proposta. Uma pena.

Já a DLC Left Behind é protagonizada pela Ellie e sua melhor amiga: Riley. O conteúdo extra da saga, além de mostrar um pouco do passado de Ellie e o destino de Riley, também é um complemento ao jogo principal, pois também abrange um período deste que fica "em branco" quando Joel sai de cena e Ellie tem que se virar sozinha. E como ela faz isso? Jogando Left Behind você saberá. Além disso, a DLC também mostra um pouco da fragilidade/força humana e do que somos capazes de sentir e/ou fazer quando passamos por dificuldades e quando tememos perder quem amamos. Left Behind merece muito ser jogado.

Leia também: It’s Over, Tess!
 
CIVILIZATION V (PC)

Civilization V

Um dos meus jogos casuais favoritos ever. Não conhecia até um grande amigo me mostrar essa dorga e eu passar dias em um vício a la Penny (TBBT), jogando Gods & Kings e Brave New World. Ele me apresentou também o Civilization: Beyond Earth, mas esse eu já achei tão ruim que me serviu de estopim para dar um tempo na série e jogar outras coisas.

Leia também: Civilization V
 
TOMB RAIDER (PS3)

Tomb Raider

Um dos reboots mais perfeitos da face da Terra, deixando de lado aquela Lara que sobrevivia a tudo (ou quase tudo) e mostrando um pouco de sua ascensão de jovem inocente noob ao ápice da fodonice aventureira. Não me canso de jogar e ainda pretendo pegar os 100% do jogo!

Leia também: Nasce Uma Sobrevivente
 
LEGACY OF KAIN: SOUL REAVER (PS1 / PSP)

Legacy of Kain: Soul Reaver

Eu acho esse jogo muito foda, mas eu nunca zerei ele. Primeiro porque eu tinha o jogo piratão na época do PS1, e ele sempre travava. Agora, no PSP, eu simplesmente não consigo passar de um determinado ponto no jogo. E nem é muito na frente, acho que é quase no começo ainda, estou perdida. Acabei deixando de lado depois de perder muito tempo tentando passar dessa parte...
 
NEED FOR SPEED: MOST WANTED (PC)

Fiat Punto em NFS: Most Wanted
Fiat Punto do início ao fim ♥

Eu não sou a maior fã de jogos de corrida (ou de qualquer esporte que seja), mas tenho uma paixonite por dois jogos da série NFS: Underground 2 e Most Wanted. Mas infelizmente, esse último é outro jogo que ainda não zerei. Eu cheguei a ser o #6 da Black List, e a partir daí o jogo ficou muuuuuito difícil para mim e eu não consegui avançar mais que isso (malditos SUVs da polícia). Mesmo assim, tenho momentos muito divertidos e sempre que tenho um tempinho livre no notebook, jogo uma partidinha marota de Most Wanted. Trilha sonora mais que recomendada pra escutar no carro a caminho do trampo!
 
CRIMSON GEM SAGA (PSP)

É uma pena que a própria Atlus não tenha um trailer com uma qualidade decente...

Este eu ainda estou jogando, apesar de não pegar meu PSP há um tempo. Peguei Crimson Gem Saga por recomendação e gostei bastante. A arte 2D do jogo é muito bonitinha, as animações são bem feitas, as cutscenes são em estilo anime e boa parte dos diálogos são dublados e não apenas textos, além de serem sempre bem divertidos, principalmente se manter KillianSpinel e Henson na sua equipe. RPG em turnos da melhor catiguria!
 
DEUS EX: HUMAN REVOLUTION - DIRECTOR’S CUT (PS3)

Deus Ex: Human Revolution

Quando peguei esse jogo pela primeira vez, eu não dei muito crédito por dois motivos principais: primeiro que o jogo parece demorar um pouco pra engrenar a história no começo e, aliado ao fato de eu ter adoecido nessa mesma época (segundo motivo), eu não conseguia me concentrar direito em muita coisa. Acabei parando ele e jogando coisas mais casuais até melhorar o suficiente pra me dedicar a ele como deveria, e acho que foi a melhor coisa que eu fiz. O jogo é sensacional e eu realmente pretendo pegar ele novamente, pra aproveitar melhor tudo que eu perdi na primeira vez.

Leia também: Hoje é o Dia da Revolução
 
DRAGON AGE II (PS3)

Dragon Age II

DAII é um jogo um tanto quanto polêmico por não ter conseguido acompanhar a reputação do seu antecessor, Dragon Age: Origins. Pudera, o primeiro jogo tinha um mapa gigantesco para exploração, além de trazer uma jogabilidade extremamente estratégica para as batalhas, um RPG com pegada de RPG. O segundo jogo, além de fazer uso demasiado de mapas idênticos para locações diferentes, também teve uma leeeeve mudança no sistema de batalha que o deixou um pouquinho só com cara de hack n’ slash. No entanto, na minha opinião, o jogo não deixou de ser bom por isso. Ele só não é páreo para o primeiro.

Leia também: Behold The Champion of Kirkwall
Leia também: Cavaleiros, Demônios e Dragões
  
ALIEN: ISOLATION - NOSTROMO EDITION (PS3)

Alien: Isolation

Gente, que jogo lindo! Presente de aniversário do meu digníssimo amigo Kratos Vudu. Esse jogo é um prato cheio para os fãs da franquia Alien, principalmente pelo respeito e fidelidade ao primeiro filme, com aquela pegada de suspense que os demais perderam. Destaque para a DLC Crew Expendable, que te dá a oportunidade de reviver momentos de tensão com o elenco original do filme!

Leia também: Um Organismo Perfeito
 
DARK SOULS (PS3)

Dark Souls
Será que um dia eu volto?

Nah, não zerei. Parei com minha Sukita d’Orange em Sen’s Fortress e não fui adiante. Eu já vinha fazendo um esforço enorme pra conseguir seguir em frente com o jogo, e não por não conseguir, mas por achar chato demais essa premissa de um jogo ser difícil e... só. Não é mais nada (ainda bem que é emprestado, huahua).
 
DRAGON AGE INQUISITION (PS3)

Dragon Age: Inquisition

Esse aqui foi um vício finalizado em pouco mais de 120h. Mas ainda falta jogar a DLC Jaws of Hakkon, que eu comprei a pouco tempo, então terei mais 12 lindas horas nesse jogo. O único problema que tive com ele, é que ele sugou a vida do meu PS3, o que resultou em travamentos constantes, resultado de ter sido um jogo projetado especificamente para a nova geração e depois portado para a antiga (quando comprar meu PS4, eu desconto essa raiva).

Leia também: Inquisitor!
 
SPEC OPS: THE LINE (PS3)


Caaaaara. Caaaaaaaaaaaara. Que jogo viajaaaaado, mano, huahuahuahuahua! Mas absurdamente foda, muito mesmo. E que trilha sonora é essa? Bom, fica aqui minha recomendação pra quem ainda não jogou essa pérola. Jogo curto, porém desafiador, te mantém se perguntando qual a verdade por trás de tudo que acontece e termina com revelações fucking head-exploders. Jogabilidade simples, mas extremamente fluida e funcional e trilha sonora fantástica.
 
BORDERLANDS (PS3)
 
Borderlands

Ai, gente... que jogo pé no saco, extremamente repetitivo... e aquele robozinho, gente? Que coisa antipática, sério. Peguei esse jogo porque me falaram que o 2 é muito bom, e eu odeio pegar jogos em meio de franquia, sempre tenho que começar pelo primeiro. Me arrependi. E depois me falaram que não, o segundo não melhora...
 
ASSASSIN’S CREED: ROGUE (PS3)
 
Assassin’s Creed: Rogue

Excelente jogo pra série, deveria ter recebido muito mais atenção do que recebeu, até por se tratar de um link direto para o AC Unity. Já é um dos meus favoritos, superou até o Black Flag, que eu tinha gostado muito também. Pena que achei um pouco curto em relação aos demais, com praticamente metade dos capítulos do jogo anterior.

Leia também: Uma Questão de Ética
Leia também: Yo Ho Ho E Uma Garrafa De Rum!
 
BATMAN ARKHAM CITY (PS3)

Batman: Arkham City
A estrela do jogo... e o Batman.

, o jogo é curtinho ou foi impressão minha? Eu até dei umas boas rodadas procurando colecionáveis e tal, mas ainda assim achei curto. Anyway, é incrível como todos os personagens de Batman são fodas, com exceção dele mesmo que é um chato. Além disso, jogo é até bonzinho em jogabilidade (já que todos são iguais), mas é muito fraco em enredo, muito mesmo... no entanto, gostei muito das expressões faciais, estão 10 e eu amei jogar com a Mulher Gato, devia ter um jogo dela só com a participação do Batman, ia ser mais legal!
 
BATMAN ARKHAM ORIGINS (PS3)

Batman: Arkham Origins
Origins também tem os melhores vilões...

Na boa, dizer que City é melhor que Origins é uma das maiores tosqueiras que eu já ouvi. Convenhamos, nenhum dos jogos do Batman é essa Coca-Cola toda, mas Origins PELO MENOS tem uma história mais ou menos coerente no universo dos três jogos, mostrando como Batman era um idiotinha, como caiu na real pra perceber que ele sozinho não era nada, como acabou se tornando herói, como conheceu seus principais vilões, porque eles tem raiva do morcego e, finalmente, como e porque surgiu o Asylum. Enquanto isso, Asylum lida com a fuga dos caras que querem vingança contra Batman, o que faz sentido com o contexto proposto no Origins, e City inventa uma desculpa esfarrapada de história, onde tudo que se mostra é o Batman constantemente encontrando e perdendo a cura pra doença que o Coringa passou pra ele, e não tendo absolutamente nada mais produtivo do que isso.

Que Origins tem problemas mecânicos, de combate e de câmera, claro que tem! Qual jogo da série Arkham não tem? Todos os jogos tem esses problemas citados, além de jogabilidade repetitiva e colecionáveis que não nos prendem ao jogo, além de serem idênticos em todos os três jogos, incluindo inimigos e suas animações. O ÚNICO diferencial entre um jogo e outro é a história, e a do City é a pior de todas.

Leia também: Batman Arkham Asylum
 
FALLOUT 3 - GOTY EDITION (PS3)

Fallout 3

Mais um que ainda não finalizei, são tantas coisas para fazer! Acho que Fallout 3 é um dos poucos jogos que tem uma história super fraca, mas que eu curto demais jogar, principalmente pelo universo apresentado e pela possibilidade de fazer coisas diferentes a cada encontro. Gosto muito de usar o VATS também, me faz ter aquela impressão de RPG de turnos que eu tanto gosto.

Leia também: Fallout 3 (PC)
 
THE SIMS FREEPLAY (WINDOWS PHONE)

The Sims JogueGrátis

Não sou fã de jogos mobile, mas joguei muito The Sims no meu Lumia 930. Uma pena que a versão beta do Windows 10 para celular ainda não tem um bom gerenciamento de memória. O jogo rodava liso no W8.1, mas no W10 fica dando umas belas travadas (tenho que considerar que minha cidade já havia crescido bastante também). Acabei deixando de lado por um tempo...

Leia também: The Sims FreePlay
 
MASS EFFECT TRILOGY (PS3)

Eu e minha camisa linda da Liara
Liara ♥

Como eu amo essa saga!

Leia também: A Essência da Trilogia Mass Effect
Leia também: Expandindo o Universo Mass Effect #1
 
DEAD SPACE (PS3)
 
Dead Space

Resolvi jogar mais uma vez essa maravilha esquecida da EA. Considero o primeiro Dead Space um dos melhores survival horror que existem. O jogo tem tudo que um bom suspense/terror precisa, desde a trilha sonora super sinistra e efeitos sonoros de arrepiar, até os clássicos escritos de sangue e surtos psicóticos, além de muitas mortes e criaturas horrendas. Tudo nesse jogo está na medida certa, até a "mudez" do nosso protagonista, Issac Clarke.
 
LEGEND OF MANA (PS1 / PSP)


Não se deixe enganar pela Comic Sans na abertura do jogo, Legend of Mana é um excelente RPG.

Um dos meus RPGs favoritos, muito jogado na minha época de PS1. Agora, tenho aproveitado para dar uma jogadinha nele pelo PSP, sempre que tenho um tempinho extra sobrando. Trata-se de um RPG em tempo real, com pitadas de elementos em turnos, da época em que a SquareEnix era SquareSoft e fazia jogo que prestava. Os cenários do jogo são todos pintados à mão, lindos de morrer, personagens extremamente carismáticos, trilha sonora poderosa de Yoko Shimomura, também conhecida por seus trabalhos em Breath of Fire, Super Mario RPG, Parasite Eve, Kingdom Hearts e outros títulos de sucesso. A trama principal é dividida em 67 quests, obrigatórias ou não, onde vários aliados são conseguidos, quase sempre de forma temporária e vinculados a alguma subtrama específica. Uma obra-prima da Square!
 
 
DEAD SPACE 2 (PS3)


Neste exato momento em que vos escrevo, estou reiniciando Dead Space 2. Já havia jogado e zerado ele há tempos, mas o jogo era emprestado e eu acabei jogando com certa pressa, além de não conseguir lembrar muita coisa (tanto que levei um puta susto no começo do jogo porque não lembrava MESMO de detalhes). DS2 já tende um pouco pro gênero de ação, mas ainda com fortes elementos do survival horror anterior. Isaac não é mais "mudo", o que (para mim) foi uma perda de personalidade do jogo em si. No primeiro DS, apesar de saber que o protagonista era um homem, eu acabava me sentindo muito mais na pele dele por ele ser um personagem sem voz, o que deixava aberta a cena para os jogadores imaginarem seu herói da forma que preferiam. No entanto, em DS2 ele fala até demais pro meu gosto. Ainda assim, um excelente jogo (só não melhor que o primeiro).

---

Então é isso, galera! Esses foram os jogos que apreciei nesse 2015 level veteran que passei. Espero ter muito mais jogos para jogar e compartilhar com vocês ano que vem! Desejo a todos que 2016 comece com o pé direito, que vocês ganhem e comprem muitos jogos e Vão Jogar!

---
 
O que você jogou em 2015

O Que Você Jogou Em 2015

Assim como acontece tradicionalmente todo ano, o Vão Jogar! participa do meme "O Que Você Jogou", onde diversos sites, blogs, canais de YouTube e tudo mais, se juntam para dizer o que jogaram durante o ano. Então não deixem de conferir os outros integrantes e participem vocês também!

Vão Jogar!
João Roberto
Somari
sucodelarAngela
Tchulanguero

Demais Participantes
Breno Barbosa - Blog Desocupado - des-ocupado.blogspot.com.br
Cyber Woo - Arquivos do Woo - www.arquivosdowoo.blogspot.com.br
Eduardo Farnezi - Gamerniaco - gamerniaco.wordpress.com
Felipe B. Barbosa - Videogames com Cerveja - videogamescomcerveja.blogspot.com
Fúria - Round ONE Games - round1.com.br
Gamer Caduco - Gamer Caduco - gamercaduco.com
Gebirge - Canal Gebirge BR - youtube.com/gebirgebr
Hugo Varani - ChampzCast - champzcast.wordpress.com
Kyo - New Old Players - newoldplayers.blogspot.com
Marcos Vieira Machado - QG Master - qgmaster.blogspot.com.br
Marvox - Blog MarvoxBrasil - marvoxbrasil.wordpress.com
Mestre Ryu - Santuário do Mestre Ryu - www.santuariodomestreryu.com.br
thr2e - zeroplay4fun - youtube.com/zeroplay4fun
Usopp - Canal Jornada Gamer - alvanista.com/jornadagamer
Willi Weiss - Point Games Brasil - www.pointgamesbra.blogspot.com

* Revisado em 20/11/2016 às 23:34:33

outras tags: Assassin’s Creed: Rogue, Civilization V, Deus Ex: Human Revolution, Dragon Age II, Dragon Age: Inquisition, Hell Yeah! Wrath of the Dead Rabbit, Legend of Mana, The Last of Us, Batman (Série), Crash Bandicoot (Série), Dead Space (Série), Fallout (Série), Legacy of Kain (Série), Mass Effect (Série), Resident Evil (Série), The Sims (Série), Tomb Raider (Série) e Retrospectivas

Compartilhe

Pin it


Leia também...



12 tagarelices já foram feitas!


e-mail  
nome  
localização  
site  
tagarelice   ativar o editor de texto desativar o editor de texto


E-mail Receba notificações para novas:     ok respostas      ok tagarelices      ok publicações

 

  • avatar de leandro (leon belmont) the devil summoner
    leandro (leon belmont) the devil summoner
    20/12/2015 às 16:12:58   localizacao Recife-Pe
    Bela lista, sukita.

    Em RE2 prefiro muito mais a campanha da Claire, não suporto a Ada, desde moleque não fui com a cara de Vila dela que os caras mais velhos NUNCA perceberam que ela não era boa pessoa.

    Deus Ex demora mesmo para o enredo engrenar, quando joguei, só lá pela metade do game onde comecei a saber da trama e nada mal a sua camiseta do Mass Effect.

    Crimson Saga é um jogo que tenho aqui, mas estou enrolando para começar.

    E você subiu no meu conceito por curtir Legend of Mana.

    • avatar de sucodelarangela
      sucodelarangela
      21/12/2015 às 14:52:53   localizacao São Luís - MA
      Obrigada!

      Eu realmente tenho um problema com a Sherry... e com crianças em geral nos jogos, com algumas exceções. Mas também não gosto da Ada, huahua!

      Pretendo rejogar Deus Ex em breve. Ainda quero saber se tenho como salvar a Malik.

      E a camisa do Mass Effect foi um presente! Pintada à mão ♥

      Crimson Saga é bem bacaninha, tende pro gênero da comédia, mas é bem divertido de jogar!

      Legend of Mana é vida!

    Responda!
  • avatar de Willi Weissi
    Willi Weissi
    20/12/2015 às 21:23:13   localizacao Maravilha - SC
    Eu te imagino enferma no início do ano e pensando: "Não, não posso morrer antes de aproveitar um PS4!" Isso te fez ficar viva! Huhauhauhuah!

    Sukita, a lista foi até grande pra quem teve um ano turbulento. Eu que "só estudei" não devo ter jogado tudo isso, ou jogado a mesma quantidade, não sei, ainda não planejei meu post (que aliás, fará parte do combo de posts que servirão de "reboot" ou "revival" pro meu blog, que tá parado desde 2013).

    Irei comentar sobre alguns games que tu citou. (O "tu" é típico do pessoal do sul, demonstra informalidade na conversa, não interprete como ofensa, kkkkk)

    HELL YEAH! WRATH OF THE DEAD RABBIT: Joguei uma vez num Xbox 360 mas o jogo não tinha músicas, e isso me fez me cansar dele em bem pouco tempo. Não sei se isso é característico do jogo ou aquela cópia/versão estava bugada, mas explorar todos os cenários desse game no silêncio foi algo que me fez desistir do título.

    CRASH BANDICOOT: Não tem jeito de eu me aceitar com essa série. Os que eu mais gosto são o Titans e o Mind Over Mutant, justo os "odiados", mas gosto deles por poder socar os inimigos, o giro habitual do Crash eu considero muito impreciso, da mesma maneira que os saltos, acabo me irritando e sempre largo os jogos da série nas primeiras fases.

    RE2: Outra coisa que não consigo gostar é a jogabilidade tanque dos RE clássicos. Só vai rolar jogar RE2 quando o remake sair e SE tiver a movimentação livre como o remake do 1 apresentou.

    The Last of Us + DLC: É incrível, não tem nem o que falar. É o game definitivo do PS3. E quando comprar o PS4, não precisa colocar o título nas tuas prioridades, pois o upgrade gráfico é praticamente imperceptível.

    Tomb Raider: Quero rejogar, só joguei ele quando saiu e depois nunca mais toquei no dito cujo. Tô ansioso mesmo pelo Rise of! E como já é praticamente janeiro e a versão do Rise sai pra PC em fevereiro, não vou rejogar esse agora senão posso enjoar de Tomb Raider até o lançamento do novo. Mas quero sim rejogar esse, é um baita clássico das gerações modernas!

    Most Wanted: Tô pra começar aqui!

    Dragon Age Inquisition: Não venham me dizer que o jogo é "muito pro PS3". PS3 apresentou Uncharted 3, The Last of Us, Far Cry 3, Tomb Raider e tantos outros jogos com um visual sublime, e Dragon Age Inquisition tem cenários que carregam na tua frente e serrilhados demasiados e irritantes. Só explode o PS3 porque não foi nem adaptado pro console, só pegaram a versão de nova geração, reduziram os gráficos e tacaram no PS3/360, mas de pesado esse jogo não tem nada, foi malcriação da produtora mesmo. Joguei 5 minutos no PS3 (o tempo de criar meu char) e ao iniciar e ver aqueles gráficos, brochei e larguei.

    Spec Ops: The Line: Joguei há uns 3 anos numa rodada com amigos, onde quem morria passava o controle, era de madrugada e eu DORMI no final do jogo! Sendo que o videogame em que estávamos jogando ERA O MEU! Mas é um puta jogo, tenho que rejogar.

    Borderlands: Comecei uma vez mas também não empolgou. O 2 sim, quase zerei, é lindo demais. Mas não jogue sozinha, aí ele se torna um game maçante mesmo. Jogue em split-screen com alguém, a experiência co-op tela dividida é uma delícia sem igual. É gritaria, tiro-teio, pedidos de ajuda, enfim, jogar isso em tela-dividida com um amigo(a) é uma das melhores experiências da 7ª geração. Tu precisa fazer isso!

    Batman Arkham: ESSA SÉRIE É 10/10 E TUDO NELA É PERFEITO, EM TODOS OS JOGOS, SEM DISCUSSÃO. Huahuahuahau, sério, eu me hipnotizo quando pego um Arkham pra jogar. Zerei todos, comecei pelo City, fui pro Origins, voltei ao Asylum pra tirar o atraso e finalizei com o Knight. Quando tiveres um PS4, Arkham Knight é um jogo obrigatório, eu ouso dizer que é o primeiro que tu precisa comprar pro console. Meu Deus que jogo foda. Que série foda. Vou parar por aqui senão vai ficar repetitivo.

    Dead Space: Já comecei duas vezes e não terminei. Na primeira, eu dei uma pausa muito grande e quando voltei a jogar estava no meio de uma sala que precisa ir e voltar, justamente um lugar onde não deveria ter dado um tempo com o jogo, e aí me ferrei e não teve jeito de continuar. Na segunda vez, um bug transformou aqueles bichos protetores de portas em seres imortais, e eu não conseguia seguir em frente, acabei desistindo. Vamos ver se em 2016 eu recomeço isso pela terceira vez, e aí sim, termino.

    Meus amigos já estão cansados de ouvir que esses tópicos onde falamos sobre o que jogamos, junto dos tópicos de conquistas (zerei tal, fiz 100% em tal) e tópicos de coleções, onde cada um fala de suas coleções (ur dur) são as coisas das quais mais gosto de escrever e de comentar pela internet quando o assunto é games. Tô torcendo pra que você e todos do Vão Jogar! possam melhorar um pouco de tempo livre e jogar mais coisas em 2016. Se organizem, povo!

    Abraços! =D

    • avatar de sucodelarangela
      sucodelarangela
      21/12/2015 às 15:36:32   localizacao São Luís - MA
      Willi!!!

      Então, eu pensava esse tipo de coisa mesmo, huahua! E eu só joguei tanto assim porque estava realmente muito mal e, praticamente, de cama. Como meu videogame fica no quarto, eu juntava o útil ao (nem tanto) agradável...

      A gente também só chama os outros de "tu" aqui em São Luís. Escrevo "você" pela formalidade, mas conversando é tudo "tu" mermo, huahua!

      HELL YEAH: Olha, o jogo tem música, sim! Inclusive, tudo rock n’ roll... tem até uns cenários onde o vilão é um bichinho bonitinho que não toca heavy metal e o protagonista do jogo acha uma porcaria, huahuahua!

      CRASH BANDICOOT: Rapaz, tu não é normal, huahua!

      RE2: Eu gosto da jogabilidade dos RE antigos mais pela questão da nostalgia mesmo. De reviver as coisas como eram antes. Mas claro que acho as jogabilidades atuais mil vezes melhor, nem comparação!

      THE LAST OF US + DLC: Não pretendo pegar ele para PS4, pretendo continuar com a versão de PS3. A não ser que eu acabe vendendo meu PS3 no futuro, aí pegaria a versão de PS4 *-*

      TOMB RAIDER: Eu já joguei ele umas duas vezes, mas ainda não fiz 100%, até porque jogo pela diversão mesmo, não sou caça-troféus. Ainda bem que o Rise of não vai sair tão cedo para PS4, assim, dá tempo de eu comprar o console antes de lançar, hehe!

      MOST WANTED: Vai começar a versão clássica ou aquela mais recente? Me falaram que a mais recente não é legal...

      DA INQUISITION: É meio esquisito mesmo ver os gráficos carregando na sua frente, mas continuei jogando porque a história é foda e teve melhorias significativas na caracterização e evolução do char, assim como nas batalhas. Mas é um jogo que eu compraria sem pensar duas vezes pra jogar num PS4. Tive que reiniciar o PS3 várias vezes, fiquei com medo de bugar meu console...

      SPEC OPS: Jogar desse jeito que você falou com certeza prejudica o teu gameplay. Jogue de boas, sozinho, e prestando atenção na história. Vale muito a pena!

      BORDERLANDS: Então, co-op, se for online, tou fora. Já pra jogar em casa comigo, não tenho companhia... =(

      BATMAN ARKHAM: Meh, huahuahuahuahua! PS: Eu não gosto do Batman...

      DEAD SPACE: Nussa, nunca tive bugs com Dead Space, de verdade. É até surpreendente que, parando pra pensar, eu realmente nunca tive nenhum bug com ele... Mas pegue e vá em frente sem pausas, esse jogo é foda!

      E em 2016, espero poder jogar mais coisas! Valeu, Willi!
    • avatar de Willi Weissi
      Willi Weissi
      21/12/2015 às 20:16:01   localizacao Maravilha - SC
      Sobre o Most Wanted, a versão que estou por começar é a clássica mesmo. O novo eu joguei há uns anos atrás, mas achei horrível, qualquer toquezinho que o carro dá em alguma coisa dá aquela tela de "Crashed", que ódio que eu tenho daquilo.

      Não parecem ter muitos lançamentos AAA agendados pra 2016, pelo menos não que eu saiba. Vou incluir o Spec Ops e o Dead Space na minha lista de "a jogar" nesse ano que vem por aí. E talvez eu dê uma chance pro Hell Yeah. A versão que eu joguei aquela vez devia ser Demo, só pode.

      Valeu Angela, tudo de bom!
    • avatar de sucodelarangela
      sucodelarangela
      22/12/2015 às 09:19:23   localizacao São Luís - MA
      Vish, tenho que passar longe dessa versão nova de Most Wanted!

      Táca-lhe pau nesse joguinho, Willi! Valeu!

    Responda!
  • avatar de Gamer Caduco
    Gamer Caduco
    23/12/2015 às 18:36:12   localizacao SP
    Olá Çaçina!
    Cacilda, seu 2015 foi tenso também? Tamo junto! Doença não foi bem comigo e falta de grana épica tá rolando ainda (e eu babando de vontade de um Super Mario Maker). Melhorou pelo menos? 100%?
    Bom, vou pra lista de jogos logo:
    - HELL YEAH! WRATH OF THE DEAD RABBIT (PS3): dispensa comentários.
    - CRASH BANDICOOT (PS1 / PSP): Putz, o primeiro Crash eu não consigo gostar. Os outros não joguei, deveria fazer que nem vc e colocar no PSP pra tentar jogar e tal.
    - RESIDENT EVIL 2 (PS1 / PSP): Putz [2], eu odeio ser babá em jogos, a mina do Ico é um porre. O RE2 eu tentei jogar e não curti na época, hj em dia não sei como seria. Aquele barato de tanque me incomoda um bocadalhão.
    - THE LAST OF US + LEFT BEHIND (PS3): Cacilda, "triplo não gosto"... melhor eu não tecer comentários! kkk. Tá, eu vou comentar. Multiplayer com objetivo é sempre legal, mata-mata é um porre. Legal que fizeram um jogo assim, pena que a molecada não quer jogar por objetivo e avacalha tudo.
    - CIVILIZATION V (PC): Tenho curiosidade com a série toda, o que me falta é tempo mesmo! kkk
    - TOMB RAIDER (PS3): Joguei este ano também! Pensei em tentar os 100%, mas esbarrei num item que não consigo pegar mesmo sabendo onde ele está. Fiquei puto e parei... kkkkkkkkk... eu achei que depois que zerasse teria só que vasculhar as coisas procurando pelo que faltava, mas colocaram os inimigos lá pra encher o saco. Eu adorava matar inimigos, mas enquanto a gente tá com outro objetivo em mente deu canseira. Mas é um baita jogo!
    - LEGACY OF KAIN: SOUL REAVER (PS1 / PSP): Não joguei, mas vc precisa resolver o seu problema de travamento. Resolveu o da mídia pirata, agora precisa resolver o de passar da parte difícil... rs
    - NEED FOR SPEED: MOST WANTED (PC): Pô, faz um tempo que não jogo nenhum jogo da série. Número 6 na Black List? Que Çaçina Bandida vc! kkk
    - CRIMSON GEM SAGA (PSP): Não conhecia, fiquei interessado. Acho que tenho o próximo jogo de PSP a ser jogado! Ótima dica!
    - DEUS EX: HUMAN REVOLUTION - DIRECTOR’S CUT (PS3): Repetindo o discurso que fiz pro Tchula, por alguma razão que desconheço, tenho preguiça deste jogo. Não me pergunte.
    - DRAGON AGE II (PS3): Preciso jogar algum DA. Hack’n Slash vs RPG... hmmm... acho que vou jogar o Origins! rs
    - ALIEN: ISOLATION - NOSTROMO EDITION (PS3): TENHO MEDO! Mas vou jogar um dia! kkk
    - DARK SOULS (PS3): Putz, eu também não zerei. Comecei, esbarrei no... err... PRIMEIRO CHEFE! kkkkkkkkk... eu tava jogando 30 minutos por semana, com isso não dá pra ir muito longe mesmo. Agora que o tempo tá voltando, acho que vou encarar. Mas não devolve ele enquanto não terminar, pô!
    - DRAGON AGE INQUISITION (PS3): CAÇAROLA, 120 HORAS???!?!??!?!
    - SPEC OPS: THE LINE (PS3): AAAAAAAAAAAAAA ERA PRA EU TER JOGADO ESSE! Acabei optando pelo Tomb Raider (e acho que fiz ótima escolha, apesar de tudo). Tô doido pra conhecer, mesmo não sendo nenhum fã de jogos focados em tiros, guerras, etc.
    - BORDERLANDS (PS3): Eu faço das suas palavras as minhas... kkkkkkkkkkkkkkkkkk
    - ASSASSIN’S CREED: ROGUE (PS3): Jogo curto é bom, deixa com, gosto de quero mais! rs
    - BATMAN ARKHAM CITY (PS3): Aaahh não seja ruim com o Bátima, ele é um chato legal. Achei um jogo exceletne o City, um dos melhores que joguei do morcego chato legal!
    - BATMAN ARKHAM ORIGINS (PS3): Tenho que discordar parcialmente (?) de vc. A história do Origins é melhor, sem dúvidas. Mas o que torna o City melhor como jogo é mais o resto. Tecnicamente evoluiu, mecânicas melhoraram, combate ficou mais sólido, esquema de side quests, sensação do mundo ser maior e de alguma forma mais "aberto" (bota aspas aí), lance de poder jogar com a Muié Gato Mia e por aí vai. Pegaram algo que já era muito bom e melhoraram. A história talvez não tenha tido o mesmo rumo, mas é só um ponto contra muitos outros. Não consigo ver como único ponto que mudou.
    - FALLOUT 3 - GOTY EDITION (PS3): Não jogo jogos onde o carinha tem cara de "te comi ontem a noite", me nego!
    - THE SIMS FREEPLAY (WINDOWS PHONE): Esse eu fujo mais que o ladrão do policial do Keystone Kapers!
    - MASS EFFECT TRILOGY (PS3): Putz, preciso comprar essa mídia aí e jogar os três jogos urgentemente.
    - DEAD SPACE (PS3): Joguei por uma hora (Free Trial) e peguei medo desse jogo. Mas é muito foda!
    - LEGEND OF MANA (PS1 / PSP): HUAHUAHUAUHA COMIC SANS! Um dos meus pecados gamísticos esse...
    - DEAD SPACE 2 (PS3): MEDINHOOOOOOOOO!
    Ufa, fui!

    • avatar de sucodelarangela
      sucodelarangela
      27/12/2015 às 14:01:17   localizacao São Luís - MA
      E aê, Caducão! Agora tou 100% sim! Valeu!

      Vamos lá:
      CRASH BANDICOOT: Eu gosto dos clássicos. Tipo DKC, que meu favorito é o primeiro também.
      RESIDENT EVIL 2: Complicado jogar atualmente, s´se realmente gostar muito!
      THE LAST OF US: O povo avacalha tudo...
      CIVILIZATION V: Realmente não dá pra jogar com pouco tempo1
      TOMB RAIDER: Mas porque não consegue pegar o item? O que te aflige?
      SOUL REAVER: Tou com tanta coisa na fila que vou deixar um pouco de lado. Depois pego de novo...
      NFS MOST WANTED: Eu queria ser mesmo era #1, huahuahua
      CRIMSON GEM SAGA: Arrocha!
      DEUS EX: Ele demora um pouco pra engrenar mesmo, mas depois fica mara!
      DRAGON AGE: O 2 tem uma pegada hack n’ slash, mas o 1 é bem mais estratégico. E do Inquisition, pego em breve mais 12h de DLC hehehe
      ALIEN ISOLATION: Deixe de medo, homi!
      DARK SOULS: Tou com peso na consciência de ainda estar com o jogo e não ter zerado, huahua
      SPEC OPS: Apesar de ser um jogo de guerra, a história dele é muito bem escrita e eu fui totalmente levada pela trama
      AC ROGUE: Pensando por esse lado... :)
      BATMAN: Eu não consigo ver essa melhoria que tanto falam nas mecânicas do jogo, pra mim é tudo igual, de vdd...
      FALLOUT 3: HUAHUAHUAHUHAUHAUHUAHUAHUHAUHUAHUA
      MASS EFFECT e DEAD SPACE: Obrigatório!
      LEGEND OF MANA: Eu odeeeeio Comic Sans, huahuahua!

      Abraço, Caduco!

    Responda!
  • avatar de Marvox
    Marvox
    24/12/2015 às 17:46:04   localizacao São Paulo/SP
    Lista bastante sortida, buscou extrair muita coisa do PS3. Mesmo que alguns aí você não tenha gostado, pelo menos jogou, conheceu e percebeu se gosta ou não.

    É difícil dizer quais jogos são bons ou não, isso é muito pessoal até porque vai muito da linhagem, do que foi visto pelo jogador e de que ponto esse jogador começou a curtir games, mesmo sabendo que existem jogos em nossas listas que possuem pesos maiores ou menores. É aquele lance, você gostou beleza, não gostou parte para outro que jogo é o que não falta.

    Top Angela, Feliz Natal e um Próspero Ano Novo!

    • avatar de sucodelarangela
      sucodelarangela
      27/12/2015 às 14:04:03   localizacao São Luís - MA
      Eu sempre procuro jogar as coisas antes de sair falando, até pro povo não me crucificar, hehe!

      Ainda assim, já passei pela experiência do cara vir me dizer que eu não joguei determinado jogo como devia, que eu tinha feito speedrun, e até mesmo que eu nem sequer tinha jogado (disseram que eu devia só ter assistido no youtube)! Mas eu tenho minha consciência limpa e é bem como você disse: é muito pessoal!

      Feliz 2016, Marvox!

    Responda!
  • Lista bem completa. Menções bastante variadas quanto aos gêneros.

    Esse do Alien parece bem feito, deve seguir mais a premissa do primeiro filme e o Soul Reaver tava já na lista.

    No mais, melhoras pra você, não adianta jogar sem estar numa condição legal.

    Responda!
  • avatar de helisonbsb
    helisonbsb
    08/01/2016 às 15:32:27
    ultimamente estou jogando muita coisa de 2010 pra cá!!!!! muitos clássicos e falta de tempo,,,, valeu! feliz 2016 a todos!

    Responda!
Acompanhe as tagarelices deste escrito por e-mail
e-mail  

       

fechar

Parceiros & Links

47|Arquivos do Woo|http://arquivosdowoo.blogspot.com.br|De tudo um pouco na medida certa.§43|My Detonation|http://mydetonation.blogspot.com.br|O blog do grande Trevoso, sobre o que ele joga, jogou e quer jogar, com indicações de downloads e vídeos.§52|Marvox Brasil|http://marvoxbrasil.wordpress.com|As formas mais variadas do universo dos games e vídeogames em um só lugar. Matérias, detonados, curiosidades, podcasts e vídeo-análises. Leia o Blog MarvoxBrasil e desperte o gamer em você!§42|Gamer Caduco|http://gamercaduco.wordpress.com|Histórias de um gamer que está cada vez mais próximo de caducar de vez.§58|Videogames com Cerveja|http://www.vgscomcerveja.com.br|Videogames com Cerveja é um blog sobre games, cujo o principal objetivo é compartilhar experiências "videogamísticas" (tanto na jogatina quanto no colecionismo)! Então não espere encontrar muitas notícias ou reviews detalhados sobre games por aqui!§61|Nação Cucamonga|http://nacaocucamonga.blogspot.com.br|A cultura do terceiro mundo esmagando a do primeiro.
logo
Vão Jogar! - Um site que aborda a cultura dos videogames com seriedade e bom humor.
Vão Jogar! & TMS criados por Rafael "Tchulanguero" Paes - 2008 ~ 2017
topo rodapé